sábado, 22 de abril de 2017

RESPEITAR HORÁRIOS



Vejo muitas vezes a dificuldade que um médium, ou mesmo um templo inteiro, tem em respeitar os horários. De iniciar os intercâmbios nas horas corretas, de respeitar os horários de um compromisso espiritual. A falta deste comprometimento e responsabilidade leva, inevitavelmente, ao comodismo, onde acabamos “marcando passo”, parados no tempo. No templo os trabalhos não acontecem e na vida pessoal o médium não progride. Falo que não progride porque a tendência é levar a falta de comprometimento também para a vida pessoal.

Tia Neiva, em 19 de setembro de 1980, já alertava: “Filho: Todo trabalho, trabalhado na hora certa, forma uma corrente inquebrantável. Foi respeitando os horários que consegui contar 108 Horários do meu trabalho: amor, tolerância e humildade!”.

Diante de tão clara afirmação, não dá para negar a necessidade de respeito para com os pacientes, e principalmente para com nossas Entidades, que segundo a própria Tia, já estão com todo o ambiente preparado 15 minutos antes da hora marcada. Será que nossos Mentores não têm nada para fazer além de ficarem ali plantados esperando nossa boa vontade? Será que realmente persistem por ali, ou vão em busca de onde possam ser úteis de verdade? Se nós nos aborrecemos, baixamos nosso padrão, os Mentores não permanecem, disso não há dúvida...

O nosso primeiro grande compromisso na Doutrina, realizado em nossa Iniciação, é justamente emitir nosso mantra nos três horários onde a Corrente Indiana do Espaço se unifica em nosso favor e daqueles aos quais encaminhamos nossa energia... Ou seja, em favor de todos! Vejam... Nosso primeiro compromisso: Respeitar horário.

A maioria, logo depois da Iniciação, fica vigilante. Previne-se a todo momento, e preocupa-se com algum esquecimento. Porém, com o passar do tempo, verificando que a maioria esquece por completo este solene compromisso, acaba por relaxar, até o ponto de nunca mais lembrar de sua existência.

Imaginem o poder de cura, o quanto poderia ser feito, se todos os jaguares se unissem nos horários que nos foram deixados? Quanta coisa poderia ser feita, quantas curas, como nossa vida seria melhor! Sou testemunha do quanto minha vida mudou no dia em que firmei o compromisso de não mais deixar de lado a oração e nossos horários.

Primeiro comecei programando o celular para tocar 5 minutos antes, para que eu tivesse tempo de planejar a “escapada” da oração. Porém com a disciplina e o hábito formado, chegou o momento em que não precisei mais sequer me preocupar em programar o telefone. Meu próprio espírito já ativa o relógio biológico, e me alerta para o sagrado momento. Passei a viver com o mesmo ânimo dos tempos de apenas Iniciado!

A primeira base do sustento espiritual nos é dada assim, com um compromisso de disciplina. E com tão pouco, quase tudo se pode alcançar! Basta lembrar de quantos estarão unidos a você naquele bendito momento.

Tia também deixou nos deixou uma carta falando sobre os outros horários, para nos auxiliar a organizar nosso dia, planejar melhor nossas atividades, mas esta será objeto de outro texto! Aproveito também para comentar que as perguntas sobre os horários dos trabalhos, sobre realizar ou não realizar, serão respondidas em outro texto também. Um fraterno abraço,
Kazagrande

“Quando respeitamos um horário firmado com a Espiritualidade nós ganhamos credibilidade! Entenderam meus filhos? Passamos a ser respeitáveis, confiáveis!” Tia Neiva – Gravação sem data


1 comentários:

Salve Deus mestre,como seria bom se todos tivessem esse comprometimento, eu tbm a 3 anos coloco meu cel para despertar 5 minutos antes, e no horário correto cumpro meu compromisso.Salve Deus!!

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.