terça-feira, 3 de março de 2015

Nossos Princípios Doutrinários


Meus irmãos e minhas irmãs,
Salve Deus!

Todos nós, no transcurso de nossas jornadas missionárias, vamos formando “Princípios Doutrinários Pessoais”, ou seja, nossa interpretação própria da missão que cumprimos junto à Doutrina do Amanhecer.

Não falo dos Princípios Originais, aqueles deixados por Tia Neiva, que tratam de nossas Leis, Chaves, Orientações Ritualísticas e Hierárquica, que devem ser preservados a qualquer custo. Mesmo com as considerações das responsabilidades e intuições dos Adjuntos de Povo, que possuem “certas regalias”.

Falo da maneira como vemos a nossa jornada pessoal na execução de nossa missão!

Nossa maneira de interpretar, porque cada ser humano possui sua ótica formada em acordo com as próprias experiências pessoais, é que determina o grau de comprometimento que temos. Podemos ser aquele médium que apenas cumpre  sua missão, realiza seus trabalhos, colabora com a estrutura física do templo e não se importa com qualquer outro fato doutrinário; ou sermos aqueles que, por um compromisso espiritual, precisam se envolver nas decisões doutrinárias que afetam a todos.

Para os que, pela necessidade de seus karmas, encontram-se na posição de liderança, sejam como Trinos, Adjuntos, Comandantes, Primeiras e Regentes, a responsabilidade é maior! É um compromisso coletivo que precisa ser direcionado pelos princípios do caráter espiritual que possuem, desperto ou não.

O apoio à determinada ideologia vai pela afinidade com os objetivos de cada liderança.

Embora nunca tenha me manifestado a respeito de nenhuma “facção”, mesmo porque considero a Doutrina do Amanhecer por inteiro, respeitando nossa hierarquia da maneira como foi deixada por Nossa Mãe Clarividente Tia Neiva, expresso minha conformidade em cumprir a jornada que me é confiada.

Ser fiel aos Princípios Doutrinários Originais está acima de minha interpretação pessoal.

Acredito nas palavras, mas fundamentalmente observo as ações! Porém não basta observar as ações, é preciso também procurar entender e compreender nossos líderes. Ter real conhecimento da vida que levam e da missão que cumprem, para chegar a uma conclusão, que levará à “Fidelidade de Princípios”.

A maioria de nós nunca teve a oportunidade de se aproximar dos líderes encarnados de nossa Doutrina, e julgam apenas pelo “achismo” e pelo “ouvi dizer”. Isso é triste, porque não devemos expressar opiniões do que não temos certeza. A certeza reside em nossa experiência pessoal e não na ótica do outro.

Em minha jornada somente me decidi pelo que vivi! Assim como até hoje só escrevo das coisas que pelas quais passei, pedindo a Jesus que “fira-me se meu pensamento se afastar de Ti”.

Embora não comente, minha posição é clara! Não podemos ser os que concordam com tudo ou que vivem de migalhas que caem da mesa do Rei. É preciso ser consciente, conhecer e compreender aqueles que possuem a missão de estar a frente, para então dar apoio aos princípios que acreditam, ou não... Por esta consciência, sigo minha missão! Por esta consciência, pelo que sei e vivi, tenho a mente clara em meus princípios doutrinários pessoais. Salve Deus!

Kazagrande



3 comentários:

Acho que os que realmente estão dentro do sistema iniciático pensa muito semelhante, se identifica em vários pontos. Salve Deus

Salve Deus Mestre!
Salve Deus!

Salve Deus!
Hoje tenho consciência de que a responsabilidade de um Dirigente nesta Doutrina é bem complexo, principalmente qdo ele é um formador de opinião. Aprendemos que não devemos julgar o nosso irmão, mas é impossível não ver que a falta de bom senso, em certas ocasiões, acarreta consequências funestas. Acredito que os tempos são chegados e o que somos e as idéias que expressamos, uma hora hora ou outra, vem a público e aí só nos resta exigir de nós mesmo a sabedoria de continuar a caminhada sem olhar para os lados. Não é preciso muito saber dentro dos Princípios Básicos da Doutrina para ver que algo não vai bem, porém o livre-arbítrio será muito enfatizados pela Espiritualidade. A Nova Era já floresce em nossos espíritos e quem não se peder na ânsia de poder mas seguir Jesus que nos trouxe a nossa Doutrina através de Pai Seta Branca e este a consolidou através da médiun Neiva, por nós carinhosamente chamada e eternizada Tia Neiva, estará como a casa que foi edificada na rocha. A vida segue...que possamos ser felizes nesta jornada ainda.

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.