quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

União entre irmãos


Meus irmãos e minhas irmãs,
Salve Deus!

Nossa jornada mediúnica foi assumida por nosso espírito por motivos que desconhecemos, porém podemos ter a certeza que não foi por acaso. Ninguém vem médium por acaso!

Alguns são verdadeiramente Jaguares! Espíritos milenares designados para promover o encaminhamento da maior quantidade possível de irmãozinhos neste período de transição. Foram reunidos em torno de uma Doutrina Crística para terminar os reajustes dos desequilíbrios que formaram ao longo de outras encarnações coletivas e, por este motivo, mesmo com um ideal superior, ainda se chocam uns com os outros.

Estivemos juntos em outras passagens importantes da atual humanidade e naturalmente, por vezes, em lados opostos, cumprindo os papéis designados e não escapando do endividamento comum.

Mas hoje estamos juntos e “do mesmo lado”. Em busca de terminarmos nossos karmas e com todas as ferramentas nas mãos.

Por isso escrevi ontem que é importante conviver com os irmãos! Buscar a tolerância de compreensão, o amor incondicional e a humildade de tratamento.

Isolar-se por conta de uma pretensa falsa humildade é deixar de lado a oportunidade de reajuste pelo amor, pela Doutrina que nos foi confiada.

Entendo perfeitamente que muitos ainda estão presos a sentimentos que não compreendem. Que sentem antagonismos imediatos. Mas o próprio Mestre Jesus nos ensinou que não há mérito em amar somente a quem nos ama, que até os marginais fazem isso!

Por tanto é preciso compreender aos outros, mesmo que não aceitemos determinadas atitudes. Consideremos que todos que estão reunidos pelo mesmo ideal e que todos têm seu tempo! Alguns compreendem a missão ainda de branquinho e se entregam, de corpo e alma, à caridade. Outros, mais endurecidos pelas provas passadas e pelas dores vividas em outras vidas, chegam a grandes patamares da hierarquia sem ainda terem no coração a essência crística. Porém... Também estão a caminho! Insistem em permanecer pela própria persistência inconsciente do espírito.

Não sabemos quem é quem. Não sabemos que espírito está por trás de cada personalidade atual. Se são nossas vítimas do passado, ou nossos algozes. Por isso certos antagonismos. Alguns chegam apenas para cobrar, outros para pagar!

Assim, nossa convivência, por mais turbulenta que possa ser, ainda é um eficiente instrumento de nossa própria evolução. Não exija que o outro evolua como você, repito: cada um tem seu tempo e o mais importante é que estão a caminho!

Kazagrande


0 comentários:

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.