ÚLTIMOS TEXTOS

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Pérolas do Trino Araken -

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014 - 4 Comments


Frases retiradas de Gravações de Cursos de 7º Raio.

Meus irmãos, fazer uma Doutrina é fácil. Você chega, conversa com um Espírito e faz a Elevação dele. Agora, emitir uma emanação e uma Energia de Amor em benefício deste Espírito é muito diferente meus irmãos. Vocês acham que o Espírito não percebe, não sente?... Ele sabe, mesmo ele sendo Sofredor!

O Sofredor também, quando recebe uma Doutrina emitida com Amor, ele pode continuar Sofredor, mas ele nunca se esquecerá daquela Mensagem. É como uma sementinha que aos pouquinhos vai crescendo na Mente e no Coração deles. É para isso meus irmãos, que JESUS nos concedeu esta oportunidade feliz.

Se as religiões evoluíssem Espíritos, não tinha mais Sofredor na Terra! O que evolui um Espírito meus irmãos não é a Religião. O que evolui Espíritos é ele absorver os Ensinamentos que JESUS nos deixou e praticá-los! O Médium não faz sua caridade só no Templo, mas em qualquer lugar. Para sermos livres, nós precisamos nos soltar de todas estas amarras que nos prendem às mesquinharias, aos julgamentos, à superioridade.

Nós temos que sempre procurar um Padrão Vibratório positivo, mesmo que estejamos negativos. Nossos Mentores nos auxiliam e ainda temos as intuições e ajuda imediata. Porque assim meus irmãos, nós temos uma Assistência, e nessa busca meus irmãos, é que vamos evoluindo.

O Apará senta ali com Amor, com harmonia, com respeito, e ele tem toda assistência daquela Entidade, toda a proteção necessária. Ele não precisa se preocupar, porque a Mensagem, realmente virá do Céu. Se o Doutrinador ali está, parado, realmente para trabalhar com aquela Entidade, além da assistência dele, ele tem a assistência daquela Entidade que está manifestada. Os problemas deles, as dificuldades deles, eles conhecem, eles sabem, e estarão sendo cuidados. Para esta hora, o compromisso é com os pacientes! Com aqueles que lhes estão sendo confiados!

Fazer a Doutrina como um papagaio e fazer a Elevação, isso não resolve meus irmãos! Não é assim! Porque o irmãozinho sabe, ele está vivo, ele está sentindo. E com isto meus irmãos, passam dias, meses, a vida passa, e amanhã nós poderemos ter uma grande decepção, porque nós usamos a boca, a palavra, mas o que há de mais precioso numa Individualidade, que é a Emanação, e ela só é possível se aquilo for feito por Amor, ou não se faz.

Vamos meus irmãos, repensar a nossa Vida Religiosa. Meus irmãos, não é quantidade, não é beleza física, não é cultura, aprendizado terreno, não é título aqui dentro nem lá fora que nos vai ajudar... É compreensão com todos e onde nós estivermos, em casa, no trabalho, numa diversão, aqui, só assim meus irmãos, nós teremos condições de formar uma harmonia, ter a Força de JESUS meus irmãos!

O Espírito só aceita uma Doutrina sua se você tiver MORAL. Senão ele não vai aceitar.

Trino Araken, Mestre Nestor (em memória)

Fechado para o Carnaval


“... até Pai Seta Branca saiu na Avenida…”

Salve Deus! Se olharmos as festas carnavalescas sob o aspecto da homenagem e da alegria tudo poderá, ilusoriamente, parecer correto. A grandiosidade das escolas de samba e seus majestosos desfiles que inspiram tantas pessoas a semear a diversão...

Porém somos médiuns conscientes! Já passamos, ou deveríamos ter passado do tempo de nos iludir e justificar nossos “deslizes” por conta da comoção popular que nos envolve.

Temos a obrigação volver nosso olhar para o lado espiritual em tudo que vivemos e convivemos.

Ao tomar consciência de tudo que envolve estas festas e conseqüentemente a energia que envolve o planeta, podemos verificar claramente que “nem tudo é festa”.

Espiritualmente uma grande e densa nuvem de energia negativa envolve nosso planeta, emitida pelos próprios encarnados, alimentando o plano etérico que nos envolve e dando força a manutenção da escravidão espiritual que passam nossos irmãozinhos sofredores.

A emissão destas energias, indubitavelmente negativas, sem qualquer possibilidade de aproveitamento pela Luz, devida a impregnação alcoólica e obsessivamente sexual que domina praticamente todos os ambientes, independente do quilate de seus participantes, fomenta o desequilíbrio e engrandece os senhores dos vales negros que as manipulam em prol de aumentar seus impérios de dor e escravidão.

Somos médiuns! Devemos ser conscientes, eu repito! Não podemos mascarar o conhecimento que temos com o subterfúgio de que a alegria compensa! Compensa até que ponto?

Quantos casais se separam, quantas drogas, quantas mortes, quanta dor, que quase não aparecem nos manipuladores meios de comunicação, pois tal qual os senhores das sombras, visam o lucro por meio dos incautos.

Somos esclarecidos! Suspender os trabalhos de um Templo por conta do Carnaval é uma das mais absurdas falta de Conduta e esclarecimento que um povo pode permitir ou que um presidente pode realizar por sua própria conta e risco.

Os pacientes encarnados podem até diminuir... Mas e nossos principais pacientes? Os desencarnados?

Justamente neste momento é quando mais desesperados nos buscam nossos irmãozinhos, temendo pelo pior, vendo suas próprias dores aumentadas pela nociva energia que lhes chega. Salve Deus! Suspender os trabalhos??? O quê diria Tia Neiva? Creio que marcaria um Retiro Especial, isto sim!

Somente a Estrela Candente, em todo este planeta, é que pode manipular a quantidade de energia emitida desordenadamente e impregnada de tantos fluidos pesados.

Por isso, meus irmãos e minhas irmãs, temos nossas festas ciganas, a grande Festa do Anodaê, e outras formas salutares de alegre convívio com nossos irmãos, dentro de ambientes mais saudáveis e que podem manipular com verdadeira alegria. Com a alegria proporcionada pela Luz, emitindo o “bom e produtivo” que sempre aqui estou a citar.

Kazagrande

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Texto Novo: Um pouco de HUMILDADE

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014 - 3 Comments


Meus irmãos e  irmãs,
Salve Deus!

O Jaguar tem a característica da liderança, por isso costuma-se dizer que em nossa tribo tem “muito cacique e pouco índio”.

Somos espíritos com uma herança transcendental de conquistas, revoluções. Estivemos presentes em grandes mudanças na história de nosso planeta. Somos aqueles que vieram trazer a civilização na Grécia e Roma. Mudamos os destinos da Humanidade com a Revolução Francesa... e reencarnamos como pobres ciganos, repletos de magia e reajustes.

Muitos ainda voltaram como escravos, para redimirem-se das atrocidades das guerras. Muitos evoluíram, chegaram à condição de Cavaleiros de Oxosse, outros agora se apresentam como nossos Mentores, na singela roupagem de Pretos Velhos e Pretas Velhas.

Hoje, na Doutrina do Amanhecer, “a rapa do tacho” encarnou! Aqueles que ainda não conseguiram suas evoluções, que estão atrelados aos seus karmas e que ainda possuem muita terra no coração. Ainda apresentamos uma “natural arrogância de caráter”, proveniente das eras passadas. Temos a consciência adormecida no espírito da missão a ser cumprida, mas ainda nos deixamos levar pelo fascínio da vida terrestre.

Encantamo-nos com a Doutrina e sentimos claramente a oportunidade que nos foi concedida: desta ser nossa última passagem pela Terra!

Temos uma grande bagagem, um conhecimento profundo da Espiritualidade e sua missão neste terceiro plano, e com isso aprendemos rápido, ou melhor, recordamos, ao estar mediunizados, tudo o quê é necessário para o cumprimento da missão que nos foi confiada.

Muitos recém-chegados mergulham nas Leis e decoram o Livro de Leis, visando executar com precisão todos os trabalhos. “Sabem tudo!”. Criticam os veteranos que julgam “não saber nada”. É natural! Eu também já fui assim, conhecia o Livro de Leis, em suas quatro edições, sabendo as diferenças de cada um e, pasmem, citando até mesmo as páginas em que estava cada Lei ou observação! Porém, confesso: não entendia as Cartas de Tia Neiva! Ou seja, não via a essência da Doutrina.

Foi preciso muita dor, muitas perdas, para abrandar meu coração! Para fazer com que os olhos do espírito estivessem presentes em minha vida. Para que eu pudesse compreender as três palavras que continuo tentando transformar em norte para minha vida: Amor, Humildade e Tolerância!

O tempo é cada vez mais curto não me canso de escrever para tentar evitar que meus irmãos e irmãs precisem passar tudo que passei para poder despertar!

Leiam as Cartas de Tia, escutem seus áudios e sintam a emoção sempre presente em suas palavras!

O Livro de Leis é importante, pela necessária precisão de Trabalhos Iniciáticos, mas nas Cartas de Tia encontraremos a paz para nosso espírito e as respostas para nossa felicidade! É tão simples! Não demorem como eu para despertar a consciência e serem felizes.

Sempre agradecendo ao Pai, todos os dias, registro meu fraterno abraço!


Kazagrande

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

O convívio com nossos Mentores de Luz

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014 - 1 Comment


Meus irmãos e irmãs,
Salve Deus!

Despertemos para a grandeza que temos nas mãos: Convivemos com seres de Luz!

Ao entrarmos para um trabalho de Tronos encontramos nossos Mentores, espíritos que já superaram todas as etapas kármicas e hoje possuem a condição espiritual de revestirem-se de uma singela roupagem de “Pretos Velhos” para transmitir, diretamente dos Planos Espirituais, a Mensagem Divina de Amor, Humildade e Tolerância.

O Apará, ao tornar-se receptáculo desta Luz e canal responsável pela transmissão das Mensagens da Luz, deve posicionar-se com o mais profundo respeito! Ter em Mente a nobre missão que lhe é confiada e controlar suas emoções. Entendo a dificuldade encontrada ao receber “tanta energia”, também é compreensível a euforia de estar sob a projeção luminosa, porém é preciso recordar quem são nossos Mentores: são seres de Luz e seu comportamento deve ser compatível com o amor que eles projetam, não com a euforia da energia recebida.

O Doutrinador deve ter em conta a oportunidade grandiosa de servir ao lado de um Mentor!!! Seu carinho, sua gratidão pela oportunidade deve superar qualquer sentimento inferior que tente lhe dominar. Uma Entidade deve receber as cordiais saudações e nosso profundo respeito pelo desprendimento em assumir a árdua missão de escutar as mazelas humanas e aconselhar a cada um como se fosse um verdadeiro filho d’alma, sem distinguir qualquer preferência, e sem jamais interferir no livre arbítrio.

Sem jamais interferir no livre arbítrio... Esta é a máxima das mensagens de qualquer Mentor de Luz! Mesmo sem apresentar qualquer decisão, sem dizer “faça isso ou aquilo”, o Mentor consegue despertar a esperança no coração do ouvinte, eleva seu padrão e o faz ter forças para acreditar que “tudo pode dar certo”.

Mesmo quando o interlocutor não escuta o quê desejava, sente a força interior ser despertada. Mesmo ao receber uma mensagem de alerta, seu espírito vibra pela possibilidade de um novo aprendizado, de um desafio, sem jamais gerar a ansiedade ou a expectativa de algo de ruim vir a acontecer.

Por vezes a mensagem não é compreendida... Por vezes usam parábolas, comparações que nem sempre entendemos, mas que ficam registradas em nosso espírito e virão à tona no momento propício. Quantas vezes refletimos: “ahhh era disso então que o Mentor falava...”? Com os pacientes ocorre sempre assim! A mensagem fica adormecida, incompreendida em meio a uma parábola, porém, na hora precisa, desperta. Alguns passam pelo Vale uma única vez e ficam com aquela sementinha... Anos depois despertam (na hora certa!) e voltam já prontos para seu desenvolvimento mediúnico. Quantos casos já vimos assim?

A convivência com nossos Mentores é algo sublime! Aproveitem ao máximo as mensagens que chegam aos pacientes, pois nelas estará também tudo o quê você precisa. Cada paciente é encaminhado para o par (doutrinador / apará) de maneira que este par também possa receber tudo que lhe compete, sempre!


Kazagrande

RECEBA POR EMAIL

Inscreva seu e-mail e receba todas as publicações do EXÍLIO DO JAGUAR !!!

© 2013 O Exílio do Jaguar. All rights reserved.
Designed by SpicyTricks