quarta-feira, 22 de junho de 2016

Espíritos Maus


Existe gente completamente malvada? Existem espíritos maus?
Não!

Salve Deus! Analisemos primeiramente os encarnados:

Meus irmãos e minhas irmãs, observamos nos mundo pessoas que parecem dedicarem-se a fazer maldades. Alguns de forma aberta, provocando situações que agridem e ferem os outros de maneira pública. Outros de maneira dissimulada, semeando seus venenos e trazendo dor aos que se aproximam.

Temos bandidos, marginais, e tantas denominações de malfeitores que parecem viver exclusivamente para maltratar a humanidade.

Mas... Serão estas pessoas nascidas para a maldade? Será sua essência a expressão do mal?

Bem... Eu acredito em Deus como a fonte da criação! Entendo que um ser inteligente jamais criaria algo para trazer, ou provocar a dor. Entendo também que a criação de um espírito é a Doação Divina de uma célula do Pai. Sendo assim, somente se Deus fosse “Mau” é que teria “células” que traduzissem sua maldade e formassem assim espíritos malvados, que encarnados, seriam humanos malvados!

Porém, sabemos que Deus é a essência da bondade. A pureza do Criador é indiscutível para qualquer ser que, ao observar cada elemento natural, perceba a perfeição existente no que ainda não foi alterado pelo homem.

Não creio em diabos e demônios formados de exclusiva maldade! Assim como não creio em “fogo eterno”, “pecados imperdoáveis” e outras falácias trazidas para “controlar” o comportamento humano pelo medo, e não pela consciência.

Deus não poderia ter criado um ser demoníaco!

Todo espírito foi formado a partir de uma célula Divina. Todo espírito possui uma essência Divina e boa! Porém, em algum momento de sua trajetória, quando sujeito às leis físicas das encarnações, suas experiências o conduziram às frustrações e dores que deturparam sua consciência, florescendo o negativo instintivo da animalidade.

Somos espíritos ocupando um corpo animal. Um corpo físico que possui instintos e desejos físicos. Recebemos uma alma, com uma personalidade nova a ser construída pelas nossas experiências e pelas reações que temos face às situações que enfrentamos. Temos um “caráter espiritual” que supera a Lei do Esquecimento e que se revela a cada novo encontro ou reencontro.

Construímos então a nossa personalidade com base em nossas experiências, nosso caráter espiritual, nossas reações e nosso meio de convívio que implicará em nosso nível cultural, educacional, social, econômico, familiar, etc. Esta construção será positiva ou negativa, de acordo com o domínio do físico-instintivo sobre nossa consciência adormecida, ou de acordo com nosso despertar espiritual e consciência da essência que nos conduz a Deus.

No plano etérico, onde habitam os espíritos que desencarnaram, mas que ainda não seguiram seu caminho de regresso à evolução, não é diferente!

Espíritos “estão maus”, mas nenhum, nem o mais cruel dos cobradores, vingadores ou bandido do espaço, nenhum, tem a essência do Mal. Todos possuem a mesma célula Divina que os originou e que, mais dia, menos dia, irá despertar. Voltará a brilhar em seu peito clamando pelo retorno ao caminho de casa.

Kazagrande




2 comentários:

Salve DEUS
Entendo que não existe espírito mal, são apenas situação positiva ou negativa.

Salve DEUS

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.