quarta-feira, 23 de abril de 2014

Voltando para o Vale


Carta dirigida a uma irmã que, após ter deixado o Desenvolvimento há anos, retorna ao  Vale do Amanhecer.

Seja bem vinda ao reencontro com sua missão! Você passou um longo período de necessária preparação para seu regresso e, agora, está pronta para retomar sua jornada com o clamor de seu espírito em busca de recuperar o tempo.

Não o tempo perdido, pois tudo tem seu porque, sua explicação, que sempre chega no momento certo. Mas o tempo em que, depois de receber a semente, chega para germinar e transformar-se na grande árvore de sua vida!

Terá que crescer, suportar os espinhos das flores entregues por seus próprios irmãos, mas chegará o tempo de colher os frutos e estes poderão ser doces e alimentar seu espírito no dia de seu regresso ao lar espiritual.

Não tenha medo! Não se melindre pelos questionamentos. Apenas busque cumprir a missão que lhe é confiada: curar o espírito e os espíritos! Praticar a verdadeira caridade, dada aos desconhecidos que jamais terão como agradecer.

Não vai ganhar na loteria, encontrar a alma gêmea ou fazer de sua vida um mar de rosas, apenas por ter entrado para a Doutrina. Mas ao conviver com a dor alheia, por vezes mais intensa que a nossa, passará a ser mais tolerante mais afável. Terá um brilho no olhar que poderá atrair as coisas e pessoas boas para sua vida. Para isso entenda a essência de nossa Doutrina, da Doutrina do Divino Mestre Jesus: Amor, humildade e tolerância!

Muitos levam a vida toda para entender estas três palavras, e seguem sofrendo mesmo dentro de uma Doutrina Crística. Envolvem-se em fofocas e conversas improdutivas dentro do Templo, ou mergulham no fanatismo das visões, previsões dos falsos videntes, presentes apenas para nos testar a fé.

Outros, agradecidos pelo convívio com nossos Mentores, entendem a essência e despertam o brilho no olhar, proveniente da felicidade em poder servir ao próximo.

Jamais julgue, pois cada um tem seu tempo para despertar e o mais importante e entender que estão a caminho como você... com você!

Um fraterno abraço,

Kazagrande

5 comentários:

Um despertar ... Salve Deus!

existe casos de cumprimento e fim da missão de um jaguar no vale ?

Quando o mestre entrega as armas como ele faz para retornar?Ele deve voltar para desenvolvimento?

ele passa por aulas de reciclagem o que e conquistado dentro da doutrina ele não perde mais

Eu fiquei afastada do vale por muitos anos mas agora estou voltando,e dessa vez irei ate o fim da minha missao,SALVE DEUS!

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.