sábado, 27 de junho de 2015

Pensar e Sorrir


Meus irmãos e minhas irmãs,
Salve Deus!

O que sentimos ao receber dos outros um sorriso sincero? Faz bem, não faz? O sorriso envia uma mensagem para nosso “ser consciente”, permitindo avaliar uma receptividade, uma acolhida. Fisiologicamente o cérebro interpreta que “não existem riscos”, aumentando a produção de serotonina, produzindo um natural bem-estar.

Aprender a sorrir mais, e consequentemente reclamar menos, é algo que faz bem! Modifica nossa tônica vibracional elevando nosso padrão vibratório. Bom dia! – acompanhado de um sorriso – Obrigado! Desculpe! Perdão! Vá com Deus! – também acompanhados de um sorriso – Melhoram sua vida e a vida de quem está próximo a você. A recordação que você deixa estampada na mente das pessoas é sua imagem sorrindo, e cada vez que for lembrado receberá uma vibração positiva.

Sorrir semeia boas vibrações em seu favor!

Pensar “direito”

Quando aprendemos a sorrir, damos o primeiro passo para semear vibrações positivas em nosso favor. E quando aprendemos a pensar nos libertamos da negatividade, deixamos de receber de nós mesmos uma carga inútil e indesejável.

Para aprender a pensar é preciso passar a observar a própria mente.

Passe a perceber a quantidade de pensamentos inúteis e preocupação com coisas que não se pode resolver, sejam do passado ou do futuro, coisas que simplesmente não estão em suas mãos! Nossa mente é associativa e um pensamento inicialmente “inofensivo” vai ligando-se a uma lembrança, que produz outro pensamento, e outro, e outro, e logo ficamos repletos de conflitos e sequer recordamos do “pensamento inicial”. Sofremos... Sofremos inutilmente!

É preciso passar a se dar conta de pensamentos que começam a formar associações indesejáveis. Perceber “por que estou pensando nisso?”. Vai me fazer bem? Quantas vezes mergulhamos em inúteis ansiedades por conta de pensamentos igualmente inúteis? Por que pensar em coisas que me causam tristeza?

Esteja atento! Perceba e “mude de canal”. Vá escutar uma música, escolha outra coisa para pensar (que seja útil, que lhe faça bem!).

Quando tornarmos um costume, naturalmente nossa mente passará a selecionar os pensamentos e evitar a formação de associações indesejáveis.

Inicialmente só iremos perceber quando já se formou um redemoinho de pensamentos, mas logo passamos a antecipar as associações e evitar que aconteçam.

Pode demorar um tempo, mas é plenamente eficaz. Aprenda a sorrir, aprenda a pensar!


Kazagrande

1 comentários:

VALEU ! COMENTÁRIOS COMO ESSES QUE VC POSTA MEU CARO IRMÃO, SÃO
SEMPRE EDIFICANTES QUE NOS FAZEM CRESCER PARA NÓS E PARA DEUS.

HUMBERTO BRITTO

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.