sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Texto Novo: Um pouco de HUMILDADE


Meus irmãos e  irmãs,
Salve Deus!

O Jaguar tem a característica da liderança, por isso costuma-se dizer que em nossa tribo tem “muito cacique e pouco índio”.

Somos espíritos com uma herança transcendental de conquistas, revoluções. Estivemos presentes em grandes mudanças na história de nosso planeta. Somos aqueles que vieram trazer a civilização na Grécia e Roma. Mudamos os destinos da Humanidade com a Revolução Francesa... e reencarnamos como pobres ciganos, repletos de magia e reajustes.

Muitos ainda voltaram como escravos, para redimirem-se das atrocidades das guerras. Muitos evoluíram, chegaram à condição de Cavaleiros de Oxosse, outros agora se apresentam como nossos Mentores, na singela roupagem de Pretos Velhos e Pretas Velhas.

Hoje, na Doutrina do Amanhecer, “a rapa do tacho” encarnou! Aqueles que ainda não conseguiram suas evoluções, que estão atrelados aos seus karmas e que ainda possuem muita terra no coração. Ainda apresentamos uma “natural arrogância de caráter”, proveniente das eras passadas. Temos a consciência adormecida no espírito da missão a ser cumprida, mas ainda nos deixamos levar pelo fascínio da vida terrestre.

Encantamo-nos com a Doutrina e sentimos claramente a oportunidade que nos foi concedida: desta ser nossa última passagem pela Terra!

Temos uma grande bagagem, um conhecimento profundo da Espiritualidade e sua missão neste terceiro plano, e com isso aprendemos rápido, ou melhor, recordamos, ao estar mediunizados, tudo o quê é necessário para o cumprimento da missão que nos foi confiada.

Muitos recém-chegados mergulham nas Leis e decoram o Livro de Leis, visando executar com precisão todos os trabalhos. “Sabem tudo!”. Criticam os veteranos que julgam “não saber nada”. É natural! Eu também já fui assim, conhecia o Livro de Leis, em suas quatro edições, sabendo as diferenças de cada um e, pasmem, citando até mesmo as páginas em que estava cada Lei ou observação! Porém, confesso: não entendia as Cartas de Tia Neiva! Ou seja, não via a essência da Doutrina.

Foi preciso muita dor, muitas perdas, para abrandar meu coração! Para fazer com que os olhos do espírito estivessem presentes em minha vida. Para que eu pudesse compreender as três palavras que continuo tentando transformar em norte para minha vida: Amor, Humildade e Tolerância!

O tempo é cada vez mais curto não me canso de escrever para tentar evitar que meus irmãos e irmãs precisem passar tudo que passei para poder despertar!

Leiam as Cartas de Tia, escutem seus áudios e sintam a emoção sempre presente em suas palavras!

O Livro de Leis é importante, pela necessária precisão de Trabalhos Iniciáticos, mas nas Cartas de Tia encontraremos a paz para nosso espírito e as respostas para nossa felicidade! É tão simples! Não demorem como eu para despertar a consciência e serem felizes.

Sempre agradecendo ao Pai, todos os dias, registro meu fraterno abraço!


Kazagrande

3 comentários:

Salve Deus mestre,na graça de Deus,agradeço pelo texto.

Salve Deus mestre, estou retornando ao Vale do Amanhecer depois de 14 anos distante de tudo. Gostaria de saber mais sobre as cartas de Tia Neiva, onde posso encontrá-las, pode me ajudar, quero aproveitar cada palavra que leio de seus posts, me ajudam muito. Salve Deus!!!

Estimada Helena,
Salve Deus!

Mande o pedido por email que eu encaminho para você.

Um fraterno abraço,
Kazagrande

kazagrande@bolivia.com ou exiliodojaguar@gmail.com

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.