sábado, 27 de junho de 2015

TEXTO NOVO - Insubstituível


Em nossa missão ninguém é insubstituível! Claro que a Espiritualidade precisa de nós e na verdade investe e acredita em nós, porém, existem milhões de médiuns esperando o momento de iniciarem suas jornadas e muitos com muito mais evolução e condições para cumpri-la.

Nossos Mentores acreditam em nós: aceleram e aliviam nossos karmas, apresentam oportunidades para aqueles que permitem... Permitem? Sim! Somos nós que permitimos ser ajudados! Nosso padrão vibratório determina a frequência com a qual estamos sintonizados. Estando bem, vibrando positivamente, independente das condições da vida física, passamos a receber a emanação de nossos Mentores e consequentemente a cumprir o roteiro de nosso próprio espírito com mais naturalidade. Como todos chegam com possibilidades de serem felizes... Poderão ser felizes!

Do contrário, baixando nosso padrão, nos envolvendo em energias pesadas, não podemos ser “ajudados”. Por mais que seu Mentor queira e se esforce, você está em uma frequência diferente, e não pode captar suas vibrações, suas intuições. Com isso entra diretamente em sua faixa kármica e passa a viver seus reajustes com o peso do padrão que carrega.

Na Espiritualidade, além do Amor, impera a Razão! Nossos Mentores têm um “limite de atuação” que se chama “livre arbítrio do tutelado”. Ou seja: não vão interferir em nossas decisões, por mais erradas que sejam. Se não podem lhe intuir, devido sua frequência distante da Espiritualidade, não há maneiras de abrandarem nossas necessárias provas.

Pela Lei da Razão você fica a mercê de seu karma, e seu Mentor, entristecido, obriga-se a se afastar e recolher-se em oração para que você desperte novamente. Ele estará sempre ao seu dispor, quando seu padrão vibratório permitir...

Por isso de nada adiantam as preces repletas de desespero, pois no desespero não há fé! Por isso não adianta “cobrar dos céus uma resposta”, pois a resposta está dentro de você mesmo.

Ouvir a voz do espírito é seguir o caminho que naturalmente se apresenta. Nada de “forçar a barra”, ou ceder aos nossos impulsos. Saímos de nossa trajetória pelos nossos quereres, pela nossa pressa.

Quantas vezes abandonamos oportunidades que a vida oferece, porque acreditamos que “é muito pouco”, que “eu mereço mais”? Nas oportunidades mais simples é que as grandes vitórias se revelam! Na humildade requerida é que se prova ter condições de ter mais. Recordo minha própria experiência, quando estava em um momento da vida em que “seria impossível” ou demoraria muito tempo para recuperar tudo que já havia perdido; e na simplicidade, na humildade em aceitar o trabalho que a vida naturalmente me apresentava, o impossível aconteceu! Inexplicavelmente tudo mudou! No ano passado, tentei por diversas vezes “fazer contas” de tudo que havia feito no ano... Desisti! As contas nunca fechavam, mas realizei tudo que havia planejado.

Meus irmãos e irmãs, jamais pensem que podem chantagear a Espiritualidade, que se pode barganhar com um Mentor. Ninguém é insubstituível! Se você não tem fé, não consegue vibrar positivamente ou ainda acha que “muito importante” para a missão... Salve Deus! Logo outro estará em seu lugar e provavelmente muito mais agradecido que você, pois já chega com a compreensão do sofrimento que você ainda terá que passar.


Kazagrande

3 comentários:

Mais uma vez perfeito , parabéns pelo texto meu irmão . Abraço fraternal.

parabéns ,por mais um esclarecimento.

parabéns , por mais um grande esclarecimento mestre.

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.