quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Último Editorial de 2013 – “O Chá de Sumiço”


Encerra-se o ano de 2013!!!

Meus irmãos e minhas irmãs... É hora de refletir um pouco sobre o quê efetivamente fizemos neste ano, por isso começo de maneira pessoal, falando um pouco sobre mim, meus acertos e meus erros, esperando que, de alguma maneira, possam se identificar.

Não podemos nos prender aos erros e sair considerando que “tudo foi mal”, pois cada um trouxe uma nova experiência, uma lição a ser aprendida, uma etapa, que se superada sob a luz da compreensão, nos fará mais fortes e conscientes.

Ninguém está predestinado a ser infeliz. As pessoas vivem na infelicidade apenas por não compreenderem a própria natureza, por não enxergarem seus potenciais e não identificarem as oportunidades de crescer. Não visualizar seu próprio potencial traz, para cada um, o “inferno pessoal” e a consequente tristeza inerente às limitações.

É preciso dar um basta aos limites físicos e mentais e viver intensamente as possibilidades ilimitadas do espírito. Este é um dos segredos da felicidade! Nossos limites são apenas físicos, porém tudo que existe no físico, tudo que se faz presente em nossa vida, é primeiramente “pensado”, visualizado a nível mental e depois plasmado espiritualmente. Somos consequência absoluta de nossos pensamentos, palavras e ações. Libertando nosso espírito, a mente torna-se ilimitada e podemos trazer para o físico os nossos sonhos. Realizar = tornar real!

Encerro este ano com uma tristeza: não fiquei tão próximo de vocês como eu gostaria, como foi nos anos anteriores... Escrevi menos, ou melhor, publiquei menos no Exílio do Jaguar, pois escrevi bastante para poder lançar dois novos livros em 2014. Demorei muito para responder os e-mails. Não me aproximei como gostaria de ter feito... Dói pensar que este é o último editorial do ano e que durante duas semanas não publiquei nada. Dói pensar que estou mais uma vez colocando as mensagens em dia, quando elas nunca deveriam estar atrasadas.

Porém penso no que ocasionou a falta de tempo durante o ano e o consequente acúmulo no fim do ano: a missão!

Sim! Este ano assumi a missão de implantar um novo Templo na Bolívia. Tive que mudar de cidade, recomeçar em muitos aspectos. A vida material deu uma guinada, a família teve que adaptar-se a uma nova realidade cultural e ao convívio com dezenas de “desconhecidos” (pacientes e futuros médiuns) a dividirem a atenção do pai, da mãe...

A missão foi e está sendo cumprida! Nosso pequeno Templo cresce rapidamente, confirmando a existência da missão e a herança despertada. Somos mais de 25, em apenas 08 meses de existência. A maioria formados como filhos do “Ministro Anavo”. Já temos a Mesa funcionando sempre, abrimos aos sábados, domingos e nas quartas nos reunimos para aulas de conhecimentos doutrinários e atender algum paciente que porventura apareça.

Um povo unido pelo princípio familiar deixado por Tia Neiva! É difícil sair do Templo depois dos trabalhos, pois as experiências precisam ser compartilhadas e o Adjunto e sua Ninfa precisam ser os pais de todos. Família! Sim, formamos uma grande família. Médiuns de várias partes do Brasil, da Bolívia e da Argentina. Muitos serão médicos do corpo e do espírito, pois estudam Medicina. E vejo com alegria que não ficarão para sempre comigo (criamos os filhos para o mundo) e logo irão partindo para suas origens levando um pedacinho deste pai que tento ser! Não, não fico triste! Tenho consciência desta realidade e sei que outros mais vão chegando a cada dia, talvez por isso estejamos crescendo tão rápido também. Dois grupos para consagrar em tão pouco tempo e posso afirmar, sem medo, que todos estavam preparados para tanto!

Perdoem-me meus irmãos e irmãs distantes fisicamente, pela falta de dedicação com vocês, que considero meu primeiro povo, mas finalmente posso afirmar que a vida está organizada! No aspecto material os caminhos se abriram para a nova cidade a ser desbravada. Na vida emocional a família se uniu em torno da missão, pois não nos sentimos divididos e sim com a família aumentada (minhas filhas e minha esposa: Obrigado por entenderem, apoiarem e estarem presentes em tudo!). No Espiritual o Templo se afirmou! Posso, então, registrar o compromisso de estar mais presente com vocês no ano que desponta.

Sou um Adjunto feliz! Muito feliz! Obrigado ao Trino Ajarã por me confiar esta missão que me completou como homem e médium!

Que mais? Falhei na avaliação de algumas pessoas e paguei caro por isso. Mas pagar com dinheiro é o preço mais barato de um reajuste. Falhei em insistir em caminhos que naturalmente se fechavam. Falhei em ser “muita emoção” quando precisava ser “mais razão”. Mas sinceramente acredito ter aprendido as lições com amor e sem culpas. Sem culpar a ninguém e principalmente a mim mesmo. Simplesmente aprendi e a vida segue.

Nenhum percalço deste ano poderia ofuscar a quantidade de realizações e a felicidade que ora sinto.

Peço perdão a minha filha adotiva Mylena... Quase cheguei aí, viu? Mas naturalmente tudo mostrou como deveria ser. Se tivesse ido, mataria esta grande saudade que sinto deste acolhedor povo de Palmas, mas ao mesmo tempo ficaria a tristeza de não poder compartilhar tudo que precisamos.

Peço perdão a minha irmã Adriane quase cheguei também... Mas entendi finalmente porque esta distância inexplicável: é preciso primeiro reatar certos laços. Preencher aquela lacuna no passado familiar. Sem isso, a ponte seguirá sem colunas. Tentarei um ano mais!

Não pretendia escrever um texto cansativo, mas o mínimo necessário precisava ser escrito: pedir perdão, assumir falhas, abandonar culpas e sorrir feliz pelas vitórias que pesaram muito mais na balança de 2013.

Um fraterno abraço,

Kazagrande

8 comentários:

Salve Deus, que este ano que estar por vim seja de muitas realizações. Amei seu texto.

salve deus mestre que opai ceta branca nos abençoe nessa nova etapa 2014 um feli ano novo abraço...

Salve Deus, você é para todos nós filhos de Seta Branca um grande espelho! Parabéns! Feliz Ano novo a você, seu povo e toda sua família! Abraços fraternos.

Mestre Kazagrande obrigada por este rico presente que deixaste para nós seus irmãos "virtuais"!

Primeira virada de ano que passo em casa e apesar de querer está em outros lugares junto com minha família, proporcionando para eles tudo aquilo que ainda não consegui alcançar, estou feliz porque parei para refletir em meu 2013.

Já é quase 2014 e resolvi vim aqui, coisa que nos anos anteriores não pude fazer porque como disse não estava em casa. Maravilhosa surpresa e novas idéias e sentimentos para 2014!

Te agradeço por todo carinho conosco e desejo um ano maravilho e iluminado para o senhor e sua linda família.

Fraterno abraço

Michele Mascarennhas
Salvador - Bahia

Salve Deus, Mestre!!!!
Muita Luz e Sabedoria na caminhada de Missionário de pai seta Branca.
Quando sabemos amar fraternalmente não há distância e entre nós, seu Povo Internauta, vc sempre estará presente em nossas vidas de um jeito bem espiritual.
Um Ano Venturoso para todo Povo Anavo e para a Nilma e as filhotas muitas alegrias e grandes realizações.

Um grande abraço fraterno.

Vá firme em sua missão meu Irmão e que Jesus guie os teus passos

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.