terça-feira, 22 de outubro de 2013

TEXTO NOVO - Ministro Anavo - Outubro de 2013


Meu filho Jaguar,
Salve Deus!

Em nossas jornadas kármicas os caminhos dos espíritos se entrelaçam cumprindo inevitavelmente o Planejamento Divino.

Muitos pensam que Deus nos pune, nos envia as cobranças de nossas falhas do passado, quando na verdade sempre nos está proporcionando a feliz oportunidade do reajuste por Amor.

Não precisamos nos render aos nossos tristes sentimentos de orgulho e vaidade, a lição nos ensina que é possível perdoar sempre, e sempre é possível obter o perdão.

É preciso primeiramente perdoar a si mesmo! Entender que o passado não é algo material, palpável e que pode ser “consertado”. O passado coexiste e é reconstruído por nossas ações em um mundo espiritual onde as razões se encontram. Não se conserta o passado, escrevemos a cada minuto que passa um novo passado, que projetará a energia do futuro.

Somente nossa consciência liberta é que pode dar a certeza que precisamos na hora de pedir perdão! Somente nossa mente consciente é que poderá perdoar sempre!

Devemos encontrar a equação que determina nosso valor espiritual, onde o perdão é a variável permanentemente presente.

Entenda que o Planejamento Divino espera sempre que os reajustes aconteçam pelo Amor, e que a dor proveniente dos reencontros kármicos, é sempre uma escolha.

Não há mais tempo para escolher o sofrimento e alimentar os ciclos kármicos! O Planeta Terra alcança o momento de sua evolução, deixando a expiação e seguindo para a Redenção. Por isso os karmas são acelerados, por isso os reajustes acontecem com tanta frequência! Não temos mais tempo para lamentar, é tempo de amar e semear um novo futuro a ser colhido rapidamente, permitindo a felicidade nesta vida ainda!

A felicidade não é um estado material, é um sentimento espiritual da grata satisfação do espírito a caminho de Deus!

Não pensem que os grandes missionários sofrem. Por mais difícil que sejam suas encarnações, eles escolhem não sofrer pelas intempéries da própria missão, e refletem no olhar a “paz dos que escolheram perdoar e amar”.

A vida material ainda possui um grande peso e afeta nossa jornada espiritual, por isso o Pai permite que os caminhos materiais possam se abrir a aqueles que descobrem o segredo de moldar o próprio futuro, equacionando de maneira justa o equilíbrio do perdão pessoal, do desejo de tranquilidade e a disposição ao trabalho.

As ilusões passam, os sonhos permanecem! Mantenha vivo seu desejo de servir com amor, de perdoar sempre. Projete um futuro feliz em que não sofra pelas intempéries de seus karmas, apenas sorria para o reajuste que se apresenta como feliz oportunidade de reequilibrar com Amor... Sempre!


Ministro Anavo – Outubro de 2013

7 comentários:

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.