quinta-feira, 10 de março de 2016

TEXTO NOVO – PARTE 3 - O segredo do Exilado


Nada é por acaso!

Meus irmãos e irmãs, quando enfrentarmos situações difíceis é porque existe uma lição a ser aprendida. Entendo perfeitamente o quanto é complicado aceitar esta máxima quando estamos no meio da tempestade. Principalmente porque a maioria dos “conselheiros de plantão”, que chegam cheios de boas intenções e soluções mirabolantes sem saber completamente nossa realidade, jamais viveram problemas como os nossos.

Mas hoje que lhes fala é um irmão exilado, que viveu todas as intempéries do próprio orgulho, que sofreu a dor moral das perdas, que caiu “lá de cima” e foi ao fundo do poço. Alguém que gastou o último centavo no momento que estava mais só, com uma família para sustentar em um país estranho, de costumes diferentes e com um idioma que você compreende, mas os nativos não lhe compreendem...

Venho afirmar que nada é por acaso! Que a lição existe e precisa ser aprendida, que somente quando despimos nossas máscaras de orgulho e vaidade é que podemos serenamente contemplar a verdade. Não podemos nos esconder em justificativas, em nos colocarmos como vítimas (principalmente com o conhecimento espiritual que detemos)... Precisamos buscar a voz de nosso espírito para compreender onde nos desviamos do caminho previamente traçado. Onde nossos “quereres” da personalidade se sobrepuseram aos objetivos programados por nossa Individualidade.

É preciso parar de sofrer! É preciso refletir com clareza, assumir os erros e seguir adiante! Sim, seguir adiante, pois o passado já não pode ser mudado, porém jamais será tarde para construir um novo futuro.

Depois de quinze anos sem férias, no final do ano passado e início deste ano, eu saí com a família pelo Brasil. Acabava de receber a missão de iniciar nossa Doutrina em Cochabamba e resolvi que deveria também ver a realidade de mais templos. Foram 45 dias pelas estradas, mais de 15.000 Km no volante.

Energizado pelos trabalhos que tive a oportunidade de participar e finalmente “descansado”, após nosso regresso fui conhecer a cidade a mim designada. Em seguida conheci alguns jaguares locais e pedi que me auxiliassem a encontrar um local para o Templo, pois na semana seguinte queria que iniciassem os trabalhos. Ninguém acreditou! Ninguém se mexeu... Pela dificuldade de encontrar um lugar, pela espera de mais de 10 anos para que a Doutrina pudesse voltar para cá (há 10 anos iniciaram um templo que durou apenas 2 meses).

Quando cheguei na outra semana: nada! Então disse “amanhã temos que ter trabalho, precisamos do lugar hoje!”. Olhei para o retrato de Tiãozinho na carteira e falei:

- Tião (nossa relação é assim, íntima...rsrss) eu disse que amanhã ia ter trabalho e agora não posso ficar na roubada. Se esta missão é minha mesmo, me ajuda aí camarada!

Saí acompanhado de uma senhora que nem era da Doutrina e ao meio-dia em ponto assinamos o contrato de aluguel de um local perfeito para iniciar a missão. Esta história eu contei aqui (http://exiliodojaguar.blogspot.com/2013/02/espiritualidade-sempre-presente.html ).

Cinco meses depois já temos nossos primeiros Centuriões formados e emitindo. Formei meu Padrinho e minha Madrinha, e esta semana já colocamos a Mesa e os Tronos funcionando AO MESMO TEMPO!!! Isso com 25 pacientes na fila de espera! Aprendi que a avaliação de um Templo é pela chegada dos pacientes. Se tiver energia, os pacientes chegam!

Em outra ocasião irei contar detalhadamente a história de nosso pequeno templo, hoje acrescento este relato para que compreendam que não falo apenas do lado material. Que a vitória obtida pelo “segredo do exilado” estende-se pelo espiritual e emocional também!

Finalmente virá a quarta parte desta história, dedicada somente a parte prática e acessível a todos nossos irmãos e irmãs! Na sexta-feira 30/08/2013, estarei publicando.

Um fraterno abraço,


Kazagrande

5 comentários:

Parabéns pelas postagens, Kazagrande!
Confesso que, como leitor, minha atenção borbulha quando descreve estas histórias.

Precisão do mundo espiritual quando se tem consciência da missão. És um Farol para o universo!

Realmente nada é por acaso Mestre, e sempre é tempo de recomeçar, com muito amor no coração e fé em Deus tenho certeza que suas conquistas continuaram e as minhas vão começar. Salve Deus.

Laís - Ninfa Lua

Realmente nada é por acaso Mestre, e sempre é tempo de recomeçar, com muito amor no coração e fé em Deus tenho certeza que suas conquistas continuaram e as minhas vão começar. Salve Deus.

Laís - Ninfa Lua

Realmente nada é por acaso Mestre, e sempre é tempo de recomeçar, com muito amor no coração e fé em Deus tenho certeza que suas conquistas continuaram e as minhas vão começar. Salve Deus.

Laís - Ninfa Lua

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.