sexta-feira, 12 de julho de 2013

Sob pressão III - As pressões familiares


Texto Novo

Meus irmãos e irmãs, Salve Deus! Tia Neiva sempre fazia questão de ressaltar a grande importância da família em nossas vidas. Não podemos ser felizes e nem sequer dizer que estamos verdadeiramente cumprindo nossas missões, se não conseguimos harmonizar nosso lar.

Sabemos dos grandes reajustes que se processam em um grupo familiar, mas é justamente ali que devemos dar nosso maior exemplo de conduta. Não falo de conduta doutrinaria, falo de conduta pessoal, conduta moral. Falo de amor, humildade e tolerância.

É preciso que nos coloquemos no lugar de nossos familiares para compreender suas atitudes em relação a nós. Somente assim podemos entender seus próprios sofrimentos pessoais e, mesmo que não concordemos ou aceitemos, poderemos saber como agir de maneira a não ferir ou, ferir menos, os seus sentimentos.

Esposos: entendam que se um dos dois não é da Doutrina o sentimento natural de ciúme será sempre despertado. Imagine você no lugar do outro... Que sai, sem uma hora correta para retornar; que por vezes chega tarde e com um sorriso “estranho no rosto”; sabe que para onde o outro vai existem pessoas bonitas (normalmente)... Não será normal despertar o ciúme? Ponha-se no lugar do outro!!! Imagine uma pessoa que não possui o mesmo conhecimento espiritual que você... Como classifica nossa Doutrina? Já vai pensar que “trabalho espiritual” é para amarrar alguém, levantar dinheiro, ou qualquer outro tipo de “trabalho” que se escuta por aí. Nossa Doutrina não faz propaganda, não tem programa em TV e por mais que tenha crescido, ainda é muito misteriosa para as pessoas de fora. Ou ainda se é um evangélico ou católico fervoroso... Como qualquer atividade de contato com espíritos é classificada? “coisa do demônio”. Salve Deus! Eles não têm culpa! Compreenda todos os dias, tolere todas as horas. Esclareça com amor! Não tentem enfiar goela abaixo suas crenças.

Quando os dois são da Doutrina normalmente é mais fácil, mas jamais, repito: JAMAIS a Doutrina deve ser o motivo da separação! Não podemos trabalhar espiritualmente deixando a família em desarmonia. Conclua seus reajustes familiares com amor para que possa dedicar-se e dar exemplo espiritual aos espíritos que tenta encaminhar.

As mediunidades diferentes de um casal não devem gerar incompatibilidades... ao contrário, devem somar forças em uma missão a ser cumprida com claro direcionamento. Nada de ciúmes! Crie sua “família doutrinária” unindo sempre quatro membros: doutrinador, ninfa, padrinho e madrinha. Assim, mesmo com mediunidades iguais, estarão unidos em uma mesma força decrescente que os auxiliará a manipular todas as energias contrárias.

Filhos: se seus pais não são da Doutrina a compreensão deve ser no mesmo nível acima descrito. Às vezes os pais possuem idéias erradas a nosso respeito e por isso geram preconceitos. Esclareça com Amor! Convide para que conheçam e vejam que você não está junto a drogados, viciados e fanáticos. O mais importante: não se fanatize! O medo do fanatismo alicerça muitos dos preconceitos.

A família, os amigos, os amores e paixões, fazem parte de sua “vida emocional”, de sua alma, e com isso de uma terça parte de sua vida total. Um prato da balança do equilíbrio que lhe trará a realização e a felicidade.

Kazagrande

Amanhã: Sob pressão IV - As pressões espirituais

4 comentários:

A luz do esclarecimento como tem sido trazido a todos nós é grandiosa.Continua Mestre nesta senda de LUZ!

Salve Deus meu estimado irmao gostaria q se possivel esclarecesse melhor o termo PAIXAO. Sou um jaguar e estou passando por uma situacao um pouco delicada em relacao a minha familia e talvez eu esteja entendendo a palavra PAIXOES de uma forma errada sempre busco auxilio nos seus maravilhosos textos q sempre me encaminham no rumo certo entao se possivel gostaria q me auxiliasse mais uma vez...
Um grande abraco e obrigado por tudo.

Salve DEUS mestre KAZAGRANDE!
Sou um grande admirador do seu trabalho.E este texto, mais uma vez veio a esclarecer certas coisas que as vezes deixamos passar batido. Peço a DEUS que lhe conceda cada dia mais forças e sabedoria para divulgar com amor esta linda doutrina que Jesus nos concedeu!


Wilker Malta - Ajanã -Templo Mãe!

Salve Deus.
Mestre Adjunto Anavo sou seu adimirador de carteirinha continui meu mestre porque so sao derrotados aqueles que acredita na derrota e com nossas vibracoes ao de te impulsionar cada vez mais na sua jornada de teu amigo Adjunto Adjano M Jorge Paraopeba MG

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.