sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

RECORDAÇÕES DE VIAGEM – 03



OLINDA DO AMANHECER

Nossa passagem pelo Templo de Olinda será eternamente uma lembrança viva na mente e no espírito desta pequena família abençoada pelo Pai, com esta grande oportunidade.

Povo simples, de formação rígida dentro dos princípios doutrinários deixados pelo saudoso Mestre Inácio, relataram com grande entusiasmo a trajetória da cabana de palha ao grandioso Amanhecer que hoje dão continuidade.

Sob os auspícios da Estrela Candente, duramente conquistada e fielmente mantida, vivem a doutrina com intensidade que me fez recordar os tempos vividos no Templo Mãe.

Mestre Zílcio, Adjunto Parlo, equilibrado seguidor de seu pai, mantém a união do povo herdado. Nos recebeu com grande respeito e proporcionou o comando da Estrela Candente e Turigano, onde pude reviver em cada emissão, em cada canto, em cada passagem, as heranças de outrora.

Agradecer é difícil, pois parece tão pouco perto do sentimento de verdadeiro amor que passamos a nutrir, mas... OBRIGADO! Obrigado com toda a vibração que seja possível agregar a esta tão curta palavra.

Também obrigado ao povo que gentilmente nos acolheu, demonstrando que somos irmãos! Sim, somos irmãos distantes fisicamente, mas que jamais estarão separados espiritualmente!

Não poderia ainda deixar de registrar o Angical que ali participamos. Trabalho impossível de descrever sem ingressar no mérito da história revivida e ali, pelas benções de Deus, reajustada e reequilibrada.

Meus irmãos e irmãs de Olinda, você ficarão para sempre em nossas lembranças e orações.

Kazagrande

1 comentários:

Que pena mestre que não estava presente nos dias em que voçê comandou Estrela Cadente e Turigano. Sou um Jaguar iniciado e iniciante na doutrina, mas os seus posts sempre me ajudaram e me ajudam muito ainda, e sempre tenho os seus relatos como exemplo.
Salve Deus.

Wilson Lopes de Lucena Junior.

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.