sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Espiritualidade sempre presente



O INÍCIO DE UMA NOVA JORNADA

Meus irmãos e minhas irmãs, Salve Deus!

Não podemos duvidar nunca da presença de nossos Mentores em nossas vidas e em todas nossas realizações.

Após mais de 15.000 km pelas estradas brasileiras, em dezembro e janeiro, retornei à Bolívia com o compromisso de iniciar uma nova casa do Pai. Cheguei no domingo dia 03 de fevereiro e na semana seguinte parti para cidade de Cochabamba, há 450 km de distância, para o primeiro encontro com alguns médiuns que ali residem. Realizamos nossa primeira reunião e, perante a carência daqueles que ali se encontravam, entendi que o Templo deveria ser aberto imediatamente. Comprometi-me, mesmo diante da incredulidade daqueles que há muito esperavam esta oportunidade, que na próxima semana retornaria já para determinarmos o lugar do Templo.

Durante a semana, todos, a sua maneira, procuraram alguma opção, mas nenhuma possibilidade real foi encontrada.

No sábado voltei a Cochabamba determinado a cumprir a promessa. Cheguei bem cedo e “andei igual cachorro que caiu do caminhão de mudança”... nada! Porém não desanimei, disse a todos que em algum lugar daquela cidade o Pai já havia escolhido o local e só precisávamos entrar em sintonia para encontra-lo.

Domingo despertei, olhei para o templo nublado, fiz minhas orações e falei a Tiãozinho: “Camarada, você não vai me deixar na mão! Esse povo precisa ver para crer”. Senti claramente a presença deste amigo espiritual e sua vibração alegre, um dia conto a relação de profunda amizade que nutrimos. Naquela hora também senti que, se o Pai havia me confiado esta missão, eu não estaria sozinho.

Tomei café, li o jornal e parti em busca. A primeira visita já era uma opção a ser considerada, mas não senti o “click” de confirmação (além de estar um pouco acima de meu orçamento inicial) e, embora tentado a resolver de uma vez a questão, parti para uma segunda visita. Ao chegar na casa, uma senhora de uns 60 anos me recebeu avisando que a casa acabava de ser alugada. Sentindo a receptividade dela, pedi para olhar mesmo assim.

A casa era o quê eu procurava! Enquanto olhava, comecei conversar com ela, explicando que procurava um lugar para implantar uma Doutrina Espiritualista Cristã, que realizávamos a caridade, curas espirituais, que não cobrávamos nada, etc. Vi os olhos da “senhorinha” brilharem:

- Oh meu filho, eu nem falei nada para ninguém, mas era algo assim que eu gostaria de ver nesta casa. Moro em La Paz e venho pouco por aqui, queria gente assim como você aqui. Sabe de uma coisa, a pessoa que pediu a casa nem me pagou, ficou de voltar ao meio-dia. Quem sabe ela não aparece e posso passar para você, deixe seu número e eu telefono. – disse ela.

Senti que deveria esperar ali mesmo, e ela consentiu. Durante este tempo de espera, falei da Doutrina, de nossos planos, perguntei se podia pintar, consertar, ajeitar isso e aquilo, como se tudo o contrato já estivesse fechado.

11hs45 ela foi buscar o recibo e disse já estar decidida, independente dos outros aparecerem ou não. Confesso que não fiquei cômodo, pensando em estar frustrando a expectativa de uma outra pessoa, que já havia reservado a casa, mas eu realmente queria. Ao meio dia em ponto, assinamos o contrato. Por desencargo de consciência fiquei até quase uma da tarde esperando que o outro aparecesse, e nada! Era para ser a Casa do Pai mesmo.

Comecei falando da presença da Espiritualidade e resta contar a última confirmação dada pela senhora do aluguel:

- Sabe meu filho, eu vim de La Paz na quinta-feira só para alugar esta casa, coloquei o anúncio e não apareceu ninguém, nem quinta, nem sexta e nem sábado. Descobri que o telefone estava escrito errado! Só hoje é que saiu direito, acho que esta casa era para a sua missão mesmo.

Alguma dúvida? “...disse a todos que em algum lugar daquela cidade o Pai já havia escolhido o local e só precisávamos entrar em sintonia para encontra-lo”...

Valeu Tiãozinho!

Próxima semana começam os trabalhos! Tenho certeza!

Obs.: Em tempo, em Cochabamba há uma grande escassez de aluguéis e é muito difícil encontrar um imóvel da maneira específica que precisava e mais difícil ainda que alguém desistisse dele. Salve Deus!

Kazagrande

9 comentários:

Salve Deus, a verdade meu querido mestre , é que , nosso amado pai Seta Branca, Jesus Divino e amado mestre , Deus pai todo poderoso , assim como toda a espiritualidade , na hora certa SEMPRE SE FAZEM PRESENTES. O Pai, NUNCA abandona os seus filhos , e os nossos queridos e amados mentores que tudo fazem por nós sempre estão lá . É o merecimentos de nossos queridos irmãos receberem mais uma casinha de nosso Amado Pai. ,Gostava muito de um dia vê-lo em Portugal e poder "saborear" o seu conhecimento. Abraço fraterno meu querido mestre , e que a paz , o amor , e a sua simplicidade sempre o acompanhe .

Salve Deus Mestre!
Com tantas experiências riquíssimas que nos provam como a espiritualidade está perto de nós, só nos resta estarmos sempre sempre prontos para servir!

Ninfa Lua Márcia.

SALVE DEUS MEU MESTRE JA ALGUM TEMPO QUE NAO VIA O PORTAL MAS HOJE JA TENHO ESSA CONDIÇAO E GOSTARIA ,DE PODER TROCAR CONSIGO ALGUMAS DUVIDAS E TAMBEM EXPRIENCIAS QUE SE TENHEM, PASSADO .TUDO QUE LI NESTA SUA PASSAGEM TEM SE DADO EM MIM POIS TUDO O QUE PESSO AO PAI O PAI ME DA . NEM SEI DONDE VEM TANTO MERECIMENTO ,MAS ESSA E´ A VERDADE . SALVE DEUS LINO MOREIRA KOATAY 108 ADJUNTO GANOR

A confiança é tudo! Salve Deus!

Salve Deus Mestre! Que Tiãozinho ilumine sua nova empreitada. Grande abraço

Uau mestre Kazagrande!
É muito bom e um verdadeiro consolo e uma linda prendinha os nossos mentores darem-nos provas de que existem e que nos estão a encaminhar pela nossa vida fora. A melhor das sortes para o novo templo!

Salve Deus Mestre Kazagrande!

A espiritualidade é assim mesmo! uma parceria do lado de lá como o lado de cá, coisa bonita e emocionante de se ver! Alem da sintonia é claro, é importante estarmos atentos às leis dos homens, sei que o mestre é gabaritado e não serei eu a ensinar padre a rezar missa, ou melhor, doutrinador a fazer Obatalá! rs.rs.rs mas não deixe de avaliar muito atentamente os tramites legais desta empreitada, prazos, condições de reajuste, etc. por que Pai João gosta de tudo muito certinho.

Mas enfim, daqui eu pareço sentir como o senhor deve estar radiante, confesso que o texto é emocionante de marejar os olhos, e ja posso imaginar todo carinho e alegria que o senhor vai dedicar a esta nova casa do Pai, tenho certeza que tudo vai dar certo e que em breve teremos fotos da 1a mesa evangélica, 1o batizado, 1a turma de branquinho, 1a turma de centuria, 1a viagem de escalada do adjunto com o povo, e por ai vai...

Um abraço freternal e que Deus Pai todo poderoso, Nosso Senhor Jesus Cristo e a Virgem Santíssima, Pai Seta Branca e Mãe Iara, a corrente Indiana do Espaço, As correntes brancas do Oriente Maior e os mentores responsáveis por esta nova casa ilumine a tua consciência nesta nova jornada para que você possa partir com -0-0-X-X-// em Cristo Jesus
Salve Deus!

Walton
Adj. Aranto

Salve Deus!!
Mestre Kazagrande, essa é a diferença entre acreditar e ir adiante, e acreditar e ficar esperando.
Que Jesus e o nosso Pai Seta Branca possa abençoar esses missionários em continuidade de suas missões.
Cochabamba do Amanhecer!!
Graças a Deus!!

Salve Deus! Ao ler esse relato, confesso que me emocionei bastante, brotaram lágrimas em meus olhos de emoção pois já tive várias provas de que a espiritualidade estão sempre presente em minha vida, são inúmeras provações por isso a emoção de ler o seu relato
Salve Deus!

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.