Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2012

Prece “A Paz”

Por Tia Neiva
Salve Deus! Meus irmãos e meus Filhos!
Vamos dedicar neste instante à Paz! Que essa busca incessantemente seja por Deus ouvida e bem aproveitada.
Nesse instante, em nome de minha Clarividência, dessa luz que haverás me fez Sacerdotisa, que é a continuação suprema deste Universo, me envolveu em Cristo, meus irmãos e meus filhos.
Quero também dedicar todos os meus dias, minhas horas, e sempre ouvir dizer por essa Clarividência iluminada por Jesus, quero ouvir dizer: Salve Deus!
Meus irmãos, aqui tens a cura do Espírito, aqui tens a cura da tua Alma, a Evolução, a Evolução, a busca do homem da era do século vinte.
Meus irmãos e meus filhos!
Estamos no limiar do Terceiro Milênio e o homem, em sua grandeza, em sua cultura, em sua humildade, em suas dificuldades mesmo de entendimento, não pode se negar a este fenômeno, que é o fenômeno que o Terceiro Milênio nos trará.
A inovação, a evolução, a busca de um Cristo Único, de Jesus Nosso Senhor. Meus Filhos Doutrinadores, se aproximam os…

O caminho do Amanhecer

Pelo Adjunto Oganã, Mestre Farlley Lessa
No passado, por não sabermos amar, matamos, destruímos, e levamos ao acrizolamento, diversos espíritos, que igualmente buscavam o reajuste e o reequilíbrio. Os conduzimos ao caminho da escuridão, das trevas... Tudo pelo nosso desamor, egoísmo, prepotência e abuso de poder! Muitos ainda hoje se encontram em profundas cavernas do submundo etérico. Roma... Antes da vinda do Cristo, do Messias, de Jesus de Nazaré!
Mas Sua vinda não bastou para que todos nós entendêssemos Seus ensinamentos. Em sucessivas encarnações nos negamos seguir o verdadeiro Caminho da Vida, não compreendendo a essência do Sistema Crístico!
Nossa incompreensão não bastou para que o Divino Mestre desistisse de nos. Mesmo considerando outras oportunidades que desprezamos pela dureza de nosso coração guerreiro.
Hoje chegamos à última oportunidade! Chegamos como Missionários do Terceiro Milênio, com o compromisso de realizar a verdadeira caridade, a caridade ao desconhecido, encarnad…

Atraindo Luz

Quando vibramos positivamente tudo em nossa vida efetivamente muda, e para melhor!
Existem, em nossa Doutrina, dois ensinamentos fundamentais deixados por Tia Neiva, que parecem sintetizar todo o necessário roteiro de nossa passagem por este plano:
Primeiramente, a conduta doutrinária. Através de nosso comportamento, face ao conhecimento que adquirimos e nosso compromisso como “encaminhadores de espíritos”, encarnados e desencarnados, angariamos condições de manter nossa moral e nos tornarmos verdadeiras luzes, perante uma sociedade carente de exemplos práticos de conduta.
Por vezes torna-se muito distante de nossa realidade pensar em ser como grandes personagens de nossa história, que semearam o bem e foram um exemplo para toda a humanidade, como São Francisco de Assis, por exemplo. Mas torna-se simples pensar que temos o exemplo de um Adjunto, um homem “comum”, com uma vida tão parecida com a de qualquer pessoa “normal”, com os mesmos problemas e sonhos, mas que se conduz de maneira a …

Atraindo boas pessoas

Semelhante atrai semelhante! Este é um dito popular repleto de uma inata sabedoria.
Já pararam para perceber que quando estamos mal e começamos a reclamar da vida, sempre aparecem outras pessoas reclamando também? Desfiando suas mágoas, frustrações e tristezas... Colocando você ainda mais “para baixo”?
Ao mesmo passo, quando estamos bem e falamos de nossas alegrias e compartilhamos nossas esperanças e projetos, outras pessoas também se aproximam falando de seus sonhos e do quanto desejam também obter coisas boas na vida?
Bem... Parece que voltamos outra vez à tão repetida frase de nossa Mãe Clarividente: Seu padrão vibratório é a sua sentença!
Salve Deus! Meus irmãos e irmãs, tudo em nossas vidas pode ser simplificado por esta pequena frase! Descobrir que todos nossos ensinamentos podem ser traduzidos de forma prática pela realidade de nossa sintonia é algo fantástico e palpável.
Observemos nossos Rituais... Toda a ritualística existente dentro de nossos Trabalhos Espirituais tem como prin…

Interferências

A manipulação de mensagens por parte de um sofredor, ou mesmo por conta de um médium mal formado, pode acarretar em uma dívida cármica de difícil resgate. Influenciar na vida de uma pessoa, em especial, de um paciente, que já chega totalmente fragilizado para o atendimento, implica em tornar-se parte de um processo, que por vezes nós teríamos a missão de sanar e o acabamos agravando.
Este é um assunto muito delicado, pois os médiuns de conduta ilibada podem sentir-se ofendidos. Mas Tia mesmo nos alertava que quanto maior a classificação, maior o risco de uma interferência.
Às vezes as interferências, por parte de um sofredor, podem acontecer sem qualquer sinal perceptível para o médium de incorporação, cabendo exclusivamente ao Doutrinador a responsabilidade de identificar, e com toda gentileza sanar a situação: “Salve Deus Vovó, em Cristo Jesus, podemos dar uma passagem?” Vejam... é simples. Não precisa, e não deve, chocar o Apará. Que, por vezes, sequer sabe do quê se trata. Um Doutri…

Festa Cigana - HOJE 21/09

Existe o impossível?

No decorrer de nossa jornada missionária nos deparamos com soluções que aos olhos comuns seriam ditas como impossíveis. Já testemunhei curas de câncer e outras graves enfermidades, tidas como irreversíveis e inclusive com prazo de vida estipulado; já presenciei reencontros de familiares perdidos há décadas; já vi paralítico andar e cego recuperar a visão.
Mesmo assim, quando o calo que dói está no nosso pé, ficamos preocupados com o “impossível”. Com o quê parece não ter solução, e às vezes, física e materialmente, esta solução não existe mesmo. Mas espiritualmente tudo é possível!
Ontem foi um dia de grandes decisões na minha vida no exílio. Deveria participar de uma reunião com uma pessoa de personalidade muito difícil e que não aceitaria a realidade. Em todas as conversas anteriores a tônica era muito baixa e os olhos da ganância se sobrepunham a qualquer possibilidade de acordo, por mais justo que fosse, ou por mais vantagens que fossem concedidas.
Passei quase dois meses me preparan…

Pedido de Ajuda – 0 –

Meus Irmãos e Irmãs, Salve Deus!
Neste fim de semana não pude colocar em dia os e-mails e revisar os textos que devo postar. Perdão!!!
Em nossa vida enfrentamos ciclos kármicos que, vez por outra, exigem um foco maior de atenção, e nada mais sensato que redistribuir nosso tempo com a meta de apresentar rapidamente a solução natural exigida.
Porém, nem sempre o Caminho Natural, que se apresenta é simples, pois pode envolver outras pessoas e nossas decisões interferem diretamente na vida delas. A única certeza é que, atendendo aos clamores do espírito e seguindo com naturalidade o rumo traçado, tudo sempre se finaliza da melhor maneira e o reajuste, o reequilíbrio, é inevitavelmente atingido.
Pelo amor ou pela dor... Desta máxima aprendi que sempre é melhor pelo Amor e mesmo que não seja o quê a personalidade deseja, espiritualmente estará tudo certo. Lembremos sempre: “o preço mais barato que se pode pagar por uma cobrança é com dinheiro”.
Assim, venho humildemente pedir a vocês que lembrem…

Saudades Aluxã

Certa vez escrevi sobre as pessoas que “passam” em nossa vida. Também já falei de efemeridade da grande maioria dos relacionamentos físicos. Hoje, porém, recordemos um pouco dos laços espirituais que nos unem.
Estes dias de grandes batalhas e também de grandes conquistas, em todos os campos de nossa tríplice natureza, recordei com muita saudade de meu Adjunto: Aluxã!
Confesso que escrever “Adjunto” para mim é entrar na acepção correta da palavra. O Adjunto é um pai, amigo, irmão mais velho, guru, exemplo, confidente, e outros adjetivos que estreitam o relacionamento e procuram humanamente definir uma ligação espiritual.
Mário Kioshi, Adjunto Aluxã, era tudo isso para mim! Um Adjunto na verdadeira acepção da palavra!
Sinto a falta de seu riso e brincadeiras, e também de seu comprometimento com a missão e seriedade nos trabalhos. Recordo os momentos das duras confissões e da total segurança na fidelidade. Lembro-me dos momentos em que também pude ser o confidente e ombro amigo.
Não, não esto…

1.000.000 de Visitas - Apostila para Comandantes Janatã

Estrela Candente e Indução
Salve Deus! Meus irmãos e irmãs!
Esta pequena jornada no Exílio hoje registra um marco: 1.000.000 de visitas oficiais! É muito para um pequeno trabalho doutrinário dirigido aos médiuns da Doutrina do Amanhecer.
Na verdade, os acessos múltiplos passam de 3.000.000, considerando 4.800 cadastrados que recebem quase diariamente estes humildes escritos, sem a necessidade sequer de acessar ao site.
Foram dois anos de jornada, onde a cada dia peço ao Pai, poder continuar digno da missão que por ora me é confiada.
Em comemoração a este marco, durante esta semana estarei com algumas postagens especiais e totalmente inéditas. Creio que é uma maneira de registar o agradecimento pela vibração de carinho e respeito que recebo a cada dia, nos incontáveis e-mails e dos milhares de seguidores do Facebook, Orkut, Twiter, etc..
Tenho total consciência que qualquer mérito cabe somente aos nossos Mentores, que nos inspiram e emanam estes pequenos escritos. Sem eles nada faria, nada se…

O Senhor tem o seu Templo em meu íntimo!

Nossa “convivência tribal” sem dúvida é difícil, e tornar-se ainda mais difícil para os questionadores que ainda não compreendem a essência do elã espiritual que nos une.
Tudo tem um verdadeiro sentido e ninguém chega â Iniciação sem um verdadeiro objetivo espiritual.
São compromissos que assumimos quando nos predispusemos a mais esta jornada neste planeta escola. Tudo foi traçado previamente, com metas claras a serem cumpridas e objetivos determinados por nós mesmos.
O aprendizado para dominarmos nosso orgulho, para compreendermos que sempre existe algo a ser aprendido com qualquer irmão, por mais humilde e sem cultura que possa parecer.
Não posso crer que um verdadeiro missionário seja conduzido para comunidades iluminadas onde todos se respeitam e são felizes! Creio sim, que os verdadeiros missionários estão onde são necessários. Onde precisam ensinar aos menos esclarecidos ou principalmente remover de nosso espírito a chama da vaidade do “tudo saber e nada compreender”. Ninguém é tão …

Pérola de Pai João (sem data)

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!(3x)
Filhos queridos do meu coração! Salve Deus!
Sempre que este nêgo véio se faz presente já se espera palavras sobre a Conduta Doutrinária, mas hoje vamos falar de algo igualmente grave: A banalização de nossa Doutrina!
Sim, meus filhos, existem atitudes que extrapolam as normas de conduta que tanto cobro de vocês, chegam ao ponto de banalizar tudo que existe em vossas mãos.
A falta de comprometimento com a grandeza que lhes foi confiada, desmerecendo as armas que carregam e pelas quais vossa Mãe tanto lutou em recuperar. Vocês não são espíritos sem procedências! São Jaguares! Espíritos milenares que, em sua maioria, têm o conhecimento adormecido na individualidade sobre tudo que passa neste e nos outros planos!
Como podem vir ao Templo como se fosse uma obrigação a ser cumprida? Como podem esquecerem-se de nossa presença, de seus Mentores ao lado vocês? As conversas da personalidade estão dominando as áreas do Templo, onde somente a Individualidade…

O Terço de Pai João

O terço fica em frente ao local onde Tia Neiva realizava seus atendimentos, representando também um alerta de Pai João de Enoque, dado à Clarividente em 1958, momento em que se processa a formação de seus fenômenos mediúnicos.
Nesta passagem Pai João deu a ela uma dura “lição de Conduta Doutrinária”. Sua colocação no Templo, e seu enorme tamanho foram para que ela jamais esquecesse a lição recebida. (Chico Xavier conta que certa vez recebeu uma “surra de Bíblia”, Tia Neiva recebeu uma “surra de Terço”).
Tia Neiva contava que Pai João trazia um Terço e não um Rosário, quem levava o Rosário era outra entidade, Pai Nagô.
O “rosário” (Terço de Pai João) também representa uma corrente, com pedras unidas, em que cada uma das contas representa um elemento, formando a Corrente dos Abnegados Pretos Velhos.
Kazagrande

Furando filas

Uma das piores atitudes de desrespeito doutrinário é “furar fila”.
Infelizmente os médiuns que manifestam esta atitude parecem que realmente não compreendem o quê estão fazendo dentro do Templo.
Um trabalho espiritual é realizado na Individualidade. Sempre repito que somente com uma mediunização perfeita é que encontramos nosso verdadeiro “eu”, nosso espírito, e nos tornamos aptos a desempenhar a caridade construtiva. Construtiva porque vai beneficiar a todos, inclusive ao praticante, que com ela semeia a ruptura de seus próprios círculos kármicos.
Quem tem responsabilidades no Templo, nas escalas, nos comandos, tem a obrigação de chegar primeiro e por isso não existe real necessidade de “furar fila”. Ao saber de seu compromisso, deve entrar chegar com antecedência e posicionar-se de acordo com sua realidade.
Existem situações excepcionais, mas são excepcionais! Não podem virar justificativas permanentes para preguiça ou irresponsabilidades.
Um Adjunto de Povo, deve dar o exemplo e chegar …

O Padrinho e a Madrinha

Para ser um Adjunto completo, dispor de todas as suas forças, o Doutrinador, além de sua Escrava, deve ter um Padrinho e uma Madrinha.
Não falo de Adjuntos de Povo, ou Presidentes. Falo do Doutrinador “comum”, do Jaguar Mestre Sol, ou Mestre Luz, que tenha recebido seu Ministro. Só estará verdadeiramente na Contagem de Adjunto, quando estiver “completo”, seguindo tudo que foi deixado por nossa Mãe Clarividente.
A Madrinha e o Padrinho não são meras figuras decorativas, tem uma função espiritual de verdadeiros conselheiros do Doutrinador. Dessa forma o Mestre tem condições de conhecer profundamente, como um verdadeiro cientista, todas as Mediunidades de nossa Doutrina.
Tanto a Madrinha como o Padrinho, devem ser do mesmo Adjunto de origem, compartilhar da mesma força decrescente do Doutrinador afilhado. O correto seria que estivessem em uma Contagem perfeita dentro do turno de trabalho e completando os Turnos de Cavaleiro e Guia Missionária também.
Aconselhar, estar presente participando a…