sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Assassinato



Hoje damos uma pausa nas aulas de “obsessão”, assunto que ainda terá mais 5 capítulos, culminando com o tema “desobsessão”. O tema de hoje é igualmente “pesado”, mas necessário pelo momento vivido por uma irmã bem próxima de nós.

É muito difícil para qualquer pessoa, com um mínimo de esclarecimento espiritual, aceitar ou tentar compreender um assassinato. Torna-se ainda mais difícil quando a vítima é parte de nossa família e o ato insano de um cobrador leva a tristeza e o desespero para pessoas que amamos.

Assistimos estarrecidos cenas cruéis, e de acordo com nosso entendimento, nenhum espírito vem com “missão de terminar a encarnação do outro. Os reajustes devem acontecer e a escolha entre o amor e a dor, é parte do livre arbítrio. Aquele que tira a vida de seu semelhante corta uma vida de expiação ou de missão, e aí está o mal. Deus é justo; julga mais a intenção de quem praticou o crime do que propriamente o ato.

No seio de qualquer civilização considerada avançada sempre existirão seres cruéis, exatamente como a árvore carregada de bons frutos dos quais alguns deles não amadureceram. São espíritos de ordem inferior, ainda arraigados na velha estrada do “dente por dente, olho por olho” e encarnam em meio a homens avançados na esperança de se tornarem pessoas melhores. Mas, sendo a prova escolhida muito pesada, a natureza primitiva poderá dominá-los.

O sentimento de crueldade, característico dos espíritos distantes da Lei Crística, está ligado ao instinto de destruição; é o quê há de pior. Isto é sempre o resultado de uma natureza má que se formou por ter priorizado seus instintos bárbaros e egoístas em sua conservação pessoal. Entendemos também a forte influencia de espíritos desencarnados ao redor, imbuídos em sugar a nefasta energia desprendida do crime e dos sentimentos despertados nos que ficam.

O espírito que sofre a interrupção da encarnação desta maneira abrupta, sofre duplamente com a frustração de não ter cumprido toda sua jornada e pelos sentimentos despertados nos amigos e familiares, que tendem a pensar em vingança ou medo.

Qualquer espírito ao desencarnar precisa desprender-se deste plano físico, precisa seguira nova jornada. O Plano Espiritual é diferente, impera a Lei da Razão e o padrão vibratório nos conduz exatamente para onde nosso pensamento nos direciona. Por isso é preciso orar por eles! É preciso desprender-se das culpas e trazer o verdadeiro perdão à mente. É preciso libertar o espírito de nossos sentimentos negativos e enviar a ele somente nossa energia de carinho e esperança. Do contrário acabaremos contribuindo para que acabe enredado nas tramas do etérico e leve muito tempo para seguir sua real jornada na nova vida em que despertou.

Hoje peço que lembrem em suas orações de José Rezende do Amaral, de 47 anos, pai de minha “filha adotiva” Samara. Ele desencarnou nestas condições.

Obrigado de coração,
Kazagrande

6 comentários:

Salve Deus!
Irmão Kazagrande,
Participo do pesar pelo fato tão nefasto que ceifou a vida de José Rezende do Amaral. Sabemos que todos os fatos que ocorrem se inserem numa lógica, muitas vezes dolorosa, em que recebemos os atos e fatos que nos auxiliarão no entendimento e no progresso. Que seja assim com nosso irmão que parte e com os amigos que ficam. Que todo aprendizado nos seja proveitoso.
Que este que parte possa receber nossas intenções de carinho e que ele possa receber a ajuda espiritual de que necessite.
Para Samara um grande abraço.

Que Jesus divino e amado mestre lhe tire dos olhos a venda da vingança.
E faça brilhar a luz do perdão do amor, Segue meu irmão tua caminha de sem olhar para trás, e seja feliz.

Não entendo bem essa seara, mas aceitei de pronto a importante explicação. Salve Deus!

Salve Deus Mestre Kazagrande,
Matar alguém em legítima defesa ou em defesa da população por exemplo, como fazem os policiais. Estes também sofrerão punição por este ato na hora do julgamento divino ?

Salve Deus, Rafael.

Mande a pergunta diretamente para meu email e irei desenvolver um texto específico, pois a questão é um tema bastante interessante e extenso demais para ser respondido apenas aqui nos comentários.

Um fraterno abraço,
Kazagrande

Salve Deus querido e estimado irmão Kasagrande. Fiz minhas orações em favor deste irmão. Que Deus Pai Todo Poderoso o receba com todo o seu amor e que a Samara tenha o conforto de Nosso Senhor Jesus Cristo. Luz para todos. Grande abraço! Adriana - BSB/DF

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.