sexta-feira, 22 de junho de 2012

Trinta Moedas


Texto do Adjunto Adelano   

Então um dos doze discípulos, chamado Judas Iscariotes, foi falar com os chefes dos sacerdotes. Ele disse: - Quanto vocês me pagam para eu lhes entregar Jesus? E eles lhe pagaram trinta moedas de prata.  E daí em diante Judas ficou procurando uma oportunidade para entregar Jesus. (Evangelho segundo Mateus)

Por trinta moedas de prata Judas entregou Jesus aos chefes dos sacerdotes. Visto sob o ponto de vista literal é realmente algo muito triste. Mas, espiritualmente, Judas pode ter sido o instrumento para o cumprimento e complementação da missão de Nosso senhor Jesus Cristo.

Tia Neiva no trilhar da sua missão para a implantação e edificação da Doutrina do Amanhecer também foi “vendida” várias vezes por seus seguidores. Para quantos, e quantas vezes, ela estendeu a mão,  preparou, colocou o homem a caminho de Deus, e no entanto foi traída?

Quantas vezes, nós outros que nos intitulamos seus seguidores traímos, acima de tudo nosso compromisso, aquele que não nos obrigaram a fazer, mas, no entanto, sem razões que justifiquem, ou quebramos, e por muito menos que trinta moedas de pratas, o traímos.

Em nossa Doutrina o médium faz poucos juramentos, em alguns deles, faz a si mesmo, mas, mesmo assim, no meio de sua caminhada, abandona seu compromisso espiritual, volta-se contra aquele que deu tudo para que ele tornasse um Mestre, vira as costas, e parte para outros caminhos.

Trinta moedas... Hoje, por muito menos os valores espirituais estão sendo substituídos por posições hierárquicas que, na verdade, podem até valer diante dos homens, mas que no mundo espiritual não existem.

Nossas Consagrações têm valor espiritual, são heranças transcendentais! Quando um médium é classificado por direito de conquista, ele brilha como um farol na noite escura.

Tia Neiva abdicou de sua vida para a criação da Doutrina do Amanhecer, escolheu viver em um barraco de tábua até os últimos dias de sua existência. Deixou todo um sistema técnico espiritual baseado em Leis e Rituais que movimentam forças, e estas formam a Cabala de Nosso Senhor Jesus Cristo. Um poder de forças que só consegue movimentá-lo aquele é fiel aos desígnios dessa Doutrina.

Em trinta de outubro de mil novecentos e oitenta e cinco, quando foram lhe entregar flores, data de seu aniversário Tia Neiva disse: “De que me valem essas flores? Meus filhos, eu quero vê-los em harmonia!”.

Hoje querem estabelecer e dizer que há dois reinos, e não pode haver de forma alguma. Certa vez também ela disse: "Eu não divido meus filhos”. E as trintas moedas continuam ainda presentes em nosso sacerdócio, principalmente quando há Consagrações que são feitas sem nenhuma preocupação com o Princípio Divino, com a hierarquia que a Clarividente deixou. Somente um iniciado pode conduzir outro a uma Iniciação, nos disse o Primeiro Mestre Sol Trino Tumuchy. Um Trino Presidente que enverga todos os poderes conferidos pela Clarividente e tem poderes para tal... Por que então, grandes mestres,  tomam para si poderes que não lhe foram confiados? ... Trinta moedas...

E Jesus disse: Pai perdoai-os, porque não sabem o que fazem! Mas em nossa Doutrina existem homens que tem o pleno conhecimento do bem e do mal, se outorgam Mestres de um sacerdócio cujos poderes vão além de nossa compreensão... Nós sabemos o quê fazemos! Como pedir perdão?

Trinta moedas... E depois, o quê fazer delas? De que vale uma Consagração que  não pode ser ouvida nos Planos Espirituais?

Trinta moedas hoje representam o não cumprimento de um juramento realizado na Pira com o gume de uma espada apontado para o próprio peito.

Lembrando Tia Neiva:

Eu me ajoelhei todos os anos, e pedi a Jesus que arrancasse os meus olhos no dia em que eu deixasse de amar... Que Jesus arrancasse os meus olhos no dia em que eu dissesse alguma coisa que não fosse verdadeira, por vaidade ou por qualquer pretensão..

Decepcionar os outros é o mesmo que assassinar, matar as ilusões, os sentimentos dos que acreditam em nós!

Quando chego no Templo ou nas horas de trabalho, esqueço de Neiva e passo a viver somente Tia Neiva.

Só conhecemos que estamos evoluídos quando não estamos nos preocupando com os erros dos nossos vizinhos!

A mente enferma produz o constante desequilíbrio.

Vamos equilibrar os três reinos de nossa natureza e pagar com amor o que destruímos por não saber amar.

É preciso pensar! Refletir... Trinta moedas valem a pena? – Gilmar, Adjunto Adelano

13 comentários:

Salve Deus!
Que texto abençoado Mestre Gilmar!
Que chamamento para uma profunda reflexão.
Obrigada.
Que o Nosso Senhor Jesus Cristo te abençoe hoje e sempre.
Ninfa Grega Lua

Olha, eu ainda enfatizo mais o texto do nosso querido mestre Ad. Adelano...
Todos os Trinos consagrados pela nossa Mãe receberam DELA o poder de consagrar outros, inclusive todos falam isso em suas emissões...
Os próprios Devas deixados por ela, também dispõe da força decrescente, tal qual ERAM responsáveis por consagrações com total autonomia dos Trinos na execução de suas atividades mediúnicas (consagrações/classificações/reclassificações...).
Vamos raciocinar!
Isso significa que somente esses MESTRES poderiam consagrar novos mestres que receberiam em seus plexos, os mesmo poderes a ELES confiados, pela Clarividente. Ora, se "Somente um iniciado pode conduzir outro a uma Iniciação..." por obséquio: Pensamos!!!
Somente assim a força de perpetuaria.
A forma como ocorre hoje, principalmente no templo mãe, é uma desdita total para com os ensinamentos do Pai Seta Branca. É incrível ver que os Homens não percebem que estamos lidando com espiritismo, por conseguinte, todas as nossas ações vão ser questionadas no momento chegado, isto é, estão no assistindo silenciosamente...
O Pai João disse uma vez no Julgamento: "Acordem, antes de durmir!".

Sempre somando,
Mestre Lua, 5º Yurê.

Aproveito pqara inserir esta história do Apurê:
UM SAMURAI
Salve Deus!
Como a vida é indiferente aos reencontros das origens, sim, porque ninguém sabe exatamente quando começou sua migração planetária e nem aonde irá terminar.
Eu subi esta noite, após um trabalho milenar especial realizado no templo, eu consegui desatar com ajuda dos mestres um nó que estava preso na garganta. Por mais que tenhamos conhecimento ele ainda é pouco comparado aos mistérios da evolução de um encarnado. Coração é uma coisa tão pequena, mas que cabe a história de um ciclo regenerativo de dezenove reencarnações.
Cheguei e a história se revelou. Este Samurai era muito valente e tinha uma grande destreza com sua espada, todos que o enfrentassem caiam sos seus pés, a morte o seguia ombro a ombro, ma suas dividas também aumentavam a cada golpe certeiro que a vida lhe oferecia no combate de sua caminhada.
Olha, tem muita gente, como eu, que tem pavor de ver sangue, que chega até a desmaiar. Isso é o trauma que lhe foi imposto na sua reeducação espiritual, só assim o espírito iria se afastar das mortes contraídas no seu destino e passaria a ter uma vida mais pacata e iluminada. Eu só tenho a agradecer por ter tido esta oportunidade de reaver meus compromissos espirituais sem derramar mais nenhuma gota de sangue. Chega de tanta ignorância cármica. Chega de tentar ser o melhor, o mais forte, o mais estúpido ser da terra.
Desculpem, mas eu estou me doutrinando com minhas próprias palavras.
Quando cheguei neste mundo eu deparei com o poder de Koatay 108, ela estava abrindo esta história para meu reconhecimento. Como todos sabem, Neiva tem uma nova missão e está sendo preparada com amor para novamente quando chegar seu dia de assumir o comando desta jornada. Ela está reorganizando seu aledá e com ordem superior restabelecer a unificação doutrinária que se quebrou por interferência dos vales negros. Ninguém ainda parou para perceber que era isso que eles queriam, desestabilizar nossa nave e colocar em xeque o sacerdócio.
Nossa vida tem a marca de dezenove reencarnações, então mestres, nós já fomos de tudo um pouco. Vivemos o nosso mundo sem a preocupação do futuro, mas tendo em nosso calcanhar as dores de um mundo animalizado e sofrido. Por isso fomos preparados a mais de dois mil e quinhentos anos passados, porque só assim seriam resgatados os compromissos abandonados num mundo invisível.
Eu me vi como o Samurai. Meu Deus! As mãos sujas de sangue, minha espada pintada de vermelha. Olhando para trás um rastro vermelho impregnado no chão e as muitas vítimas espalhadas pelos lugares por onde havia passado.
Vou dizer que cada um tem aquilo que merece, então eu tenho o que eu mereci neste mundo. Mas vejam bem, antes de criar um mundo ao seu redor, um mundo poder ser de amor ou de dor, então cada um irá criar a sua base de sustentação que irá lhe levar ao seu destino. Se você criar uma base de violência sempre ela ira te acompanhar pela vida afora, mas se for ao contrário ela ira te satisfazer na sua evolução. Nós mesmos criamos os nossos destinos, nós que temos tudo para mudar, só não mudamos por falta de compreensão.
Veja. Se você vive uma vida religiosa e caridosa você mesmo diante das intempéries do destino ainda consegue ter forças para seguir, mesmo chorando as dores, mas vai em frente. Não se deixa cair em tentação. Agora os que têm tendência ao mal, sempre serão convidados a viver este mal. Eles podem ser pobres ou ricos, pretos ou brancos, mas sempre serão palcos das tragédias do destino frio e sombrio.
Eu revivi a história deste grande guerreiro samurai, e por Deus, como foi triste esta vida isolada por não ter amigos, mas somente outros homens valentes como enfrentamento de sua força. Por isso eu digo novamente, cada um faz o seu destino. Não queira ser este samurai, não faça como ele criando uma falsa imagem que nunca irá se apagar no seu destino.
Somos cavaleiros especiais e nada irá mudar o destino de nossa espada que hoje é a espada da evolução, do amor e da compreensão.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
24.06.2012

Salve Deus Mestres!
A dor que todos sentem em relação ao que eu chamo de "divisão de administração doutrinária" que por ora tem se estabelecido em nossa corrente muitas vezes trás em nosso interior um sentimento de revolta, de traição, de desordem. Entretanto devemos conhecer melhor a nós mesmos e buscar compreender e ter fé que a espiritualidade maior está agindo em nosso favor desde que não estejamos com areia no nosso coração. Vamos tentar evitar disseminar tais sentimentos e idéias negativas, parar de procurar por culpados, por que estamos sob o risco de criarmos uma imensa corrente negativa alimentada por plexos iniciáticos que vai dar mais combustível à desordem e a desunião como tia dizia mestres apontando para sí suas proprias armas.

Diante das supostas arbitrariedades amplamente fofocadas em detrimento de um ou de outro "lado" ou de difamação de um dos Três trinos (sumanã, beto e raul) ouve-se falar de "negociadas de consagrações" do tipo se você me apoia hoje amanhã você é um arcano. Chegamos a ouvir verdadeiras aberrações e se formos acreditar em tudo que na mão de fofoqueiros tende sempre a aumentar, ou vibrar em conjunto, melhor seria abandonar nossas armas. Salve Deus! Pois se concordamos e disseminamos as fofocas, no fundo é como se acreditássemos que a doutrina fosse uma politicagem, já que não se trata de dinheiro "ainda" e sabemos intimamente que uma posiçao Hierarquica certamente agrada o ego espartano deste povo, é uma das falhas mais exploradas no jaguar pelos vales negro, sem esquecer também que é dificil dobrar um jaguar, então essa é a moeda que estamos falando, o pagamento citado no texto que estamos usando para trair a nos mesmos, ou seja, posições hierarquicas, aparecer diante dos outros é a nossa bobagem e talvez nossa maior infantilidade perante os planos luminosos.

Mestres! acordem! o processo que nossa doutrina passa é totalmente natural, e não estou falando da famosa "peneira de pai joão" e que os "Culpados pagarão Caro" aliás frase como "custará um preço alto, fulano vai pagar caro é frase tipica de espiritos cobradores", Então nós agora estamos nos tornando aquilo que viemos curar? vamos nos tornar cobradores uns dos outros? ou vamos doutrinar e emanar? estou dizendo que precisamos modificar nosso comportamento, nossa força e nossa emanação em favor da doutrina!
Cuidado por que vibrar contra esse ou aquele é buscar ferir a sí próprio dentro da lei de retorno.

Nossa corrente passa hoje por um processo de deturpação promovido pelos vales negros com a ajuda da sintonia dos mestres,ou seja, nossa própria culpa e de mais ninguém, somos ainda crianças que pensam e agem imaginando serem donos da verdade, assim como o espiritismo vem padecendo com a atitude da chamada "Pureza Doutrinária", O vale vem padecendo diante da vaidade de quem quer ser melhor que o outro.

Infelizmente isto é uma forma de paralisar as pessoas responsáveis por tomar atitudes em prol da evolução da doutrina. Tudo na natureza evolui, porém o ser humano tem verdadeiro pavor da mudança. Temos o costume de nos acomodar. É obvio que mesmo com dor, alguma evolução, algum aprendizado vamos tirar destas situações, não estou dizendo que devemos ser cordeirinhos tímidos a aceitar tudo que vem goela a baixo, mas também nao precisamos sair atirando para todo lado. Devemos agir com nossas armas (humildade, tolerancia e amor incondicional), buscando trabalhar em harmonia e dentro das leis que aprendemos evitando disseminar, ou até mesmo dar ouvidos às fofocas.
continua...

Continuando .....
Fofoca, esse é que é o veneno perigoso!

Nossa doutrina é una em Pai Seta Branca e Jesus, nada pode separar ou dividir este comando que vem do alto, se o Pai permite coisas que a nosso ver é inaceitável é por que ele em seu imenso amor vê lá no futuro uma solução. Mas não pensem que só por que tem este imenso amor e por que não seria caridoso de nosso pai fazer distinção entre seus filhos que ele não vai tomar atitudes que sejam para o bem maior pois a tendência é o equilíbrio e não o caos como pensam alguns que imaginam que vão derrubar esta doutrina. Mas mesmos esses vão ter oportunidade de se corrigir, se no seu livre arbítrio preferirem andar erraticidade, certamente serão erradicados para ambiente próprio e condizente com suas atitudes, nada mais e nada menos, nem castigos, nem glorias apenas a justiça divina.

Creio que está em nossas mãos, a carta do mestre Gilmar é um grito, um desabafo, uma vontade de fazer diferença, contém elementos negativos, sim, contém elementos que eu não concordo? com certeza! Mas o que conta é a atitude, a vontade de fazer com que esta doutrina seja unificada novamente, disso ninguém pode discordar.

Eu só fico pensando é quem entre as pessoas dos templos externos e veteranos do templo mãe poderia juntar as forças e de forma pacífica, lógica e ordeira propor aos trinos uma re-unificação. Pois creio que não se trata apenas da vontade dos trinos, mas da capacidade de aceitar certas mudanças que não tem mais volta. Seria necessário um apoio de cada vertente da doutrina sabendo aceitar as mudanças que foram impostas, passar uma borracha, ceder naquilo que se tornou um impasse e buscar tratar e apoiar todos os trinos, buscando a harmonia ao invés da disputa.

Tenho certeza que cada um deles internamente vibra para que a doutrina seja reunificada, acredito que o que falta é apoio e coragem para que todos assumam o papel para o qual foram preparados por nossa tia sob o aval de nosso pai.

Que todos reflitam que somos humanos, sujeitos a falhas, traímos nossas próprias convicções por teimosia achando estar fazendo certo e muitas vezes nos deixamos levar pelo impulso, mas devemos sempre buscar compreender o próximo e lutar pelo equilíbrio de todos, sendo que o primeiro a ser doutrinado somos nós mesmos.

Seja construtivo! e não dissemine as fofocas, busque compreender os motivos e se for da sua capacidade aja junto daquelas pessoas que são veteranos no sentido de unir e apoiar, nunca separar, comparar ou apontar erros dos seus irmãos.

Salve Deus

fazei as pazes enquanto é tempo ,assim é o evangelho

Salve Deus!


Os valores do céu são autênticos, sem falsidades.. então porque é triste, o que às vezes expresso?


Aqui na Terra, fizemos uma lei e nos complicamos muito. Por ela tentamos afirmar aos olhos dos outros o que na realidade não sentimos. A sociedade nos ensina tudo que é bom e honesto, porém, a maioria não entende a mensagem, e começa a pesar na “balança” o Ouro e a Prata deste mundo, e vão abandonando os seus fornecedores que são o Sol e a Lua, com as forças energéticas que nos anodizam, proporcionando a condição para bem assumir os nossos destinos cármicos, desenvolvendo o poder que está oculto em nós mesmos.


Sim, filho: Existe um Sol Interior em nós mesmos que nos anodiza, colorindo os nossos pensamentos. Meu filho jaguar, a Lua que falo representa a Prata, e o Sol que falo representa o Ouro. Em desarmonia, as impregnações cármicas se aninham formando as doenças e mesmo as obsessões e, quando harmonizados, na constância dos Trabalhos, na conduta doutrinária; a Lua busca no Nêutron estas impregnações e de conformidade com o seu Sol Interior, vai separando na força centrífuga para o seu bem.


Quantas vezes vejo uma “perda” em um filho e à noite, nas minhas madrugadas, vejo os Grandes Cavaleiros e Guias Missionárias assumindo aquelas dívidas pelo compromisso missionário, livrando aquele filho de enfermidades incuráveis.


Pela manhã, vem o vento trazendo o Prana manipulado do Sol e da Lua em seu ventre, com a mesma harmonia.. e aquele filho ao se levantar, continua lamentando a perda do seu Ouro pesado. Quantas vezes, quantas vezes presencio o vento levar em seu seio um triste fardo de um filho, e ele a reclamar. Eis porque, às vezes, a minha expressão é triste.


Salve Deus!


Tia Neiva, 03 de julho de 1978.


Editada em 1º de Maio de 1988.

Querido filho,

Salve Deus!



Meu filho, você é um espírito espartano, que traz consigo o dinamismo e o preparo necessário para a Nova Era. Conheço muito bem os caminhos que você esta percorrendo. Anime-se, pois, as coisas vão mudar muito e você alcançará a realização pessoal.


Os dias de hoje estão exigindo muito de cada um de nós, tudo está acontecendo muito depressa, no mundo e em nossas vidas cármicas. Passada esta faze difícil e conturbada, tudo será tranqüilidade e paz. É necessário muito equilíbrio e manter harmonizado o Centro Coronário, para que o seu Sol Interior brilhe mais, e você, mesmo em meio às dificuldades, possa irradiar sua força e seu amor no auxílio e na caridade.


Filho; Não temos tempo de nos deter em nossos problemas, e sim, olhar mais além, porque há tantos com dificuldades e sofrimentos ainda maiores. Você é filho de Pai Seta Branca, é um Mestre, e isso implica total entrega de si, para ajudar ao próximo, não esquecendo de suas responsabilidades matérias.


Filho; Vamos coordenar todas as nossas energias para nos sentirmos úteis e inteiramente realizados.


Eu estou com você partilhando de todas as suas ansiedades e com muito amor, tenho pedido por você em meus trabalhos. Confie e ame muito os nossos Mentores que sua paz estará sempre garantida.


Com amor da Mãe em Cristo,


Tia Neiva


Vale do Amanhecer, Dez/77.

O QUE É REENCARNAÇÃO
Salve Deus!
A Lei é para todos, então nenhum iniciado a desrespeita.
Fui convidado para uma grande festa, mas ela só seria completa se Koatay 108 estivesse presente, então eu fui busca-la em sua individualidade.
Mestres, muitas coisas estão sob o manto da prudência e os mentores não podem revelar porque estariam se precipitando na divulgação dos fatos que somente o espírito poderá decifrar os seus próprios enigmas e seus encantos, mas prevendo muitas situações embaraçosas tenho como missão estabelecer a ordem cronológica da caminhada que rege o meu sacerdócio.
Vejam todos, a festa era uma recepção a grande missionária que se chamou na terra com o nome de Neiva. Ela teve a revelação da força decrescente e formou o poder que hoje é representado por todos nós como Adjunto Koatay 108, um governo que rege a vida de milhares de espíritos encarnados e desencarnados. Daqui a exatamente dezessete anos, na sua maior idade os poderes serão revelados de forma a estabelecer a evolução doutrinária da nova era. Por enquanto ela não será vista e nem ouvida, sua missão talvez seja outra, porque todos sabem que este espírito de alta hierarquia é soberano em sua opinião, ele não é vendido em leilões e nem em praça publica, é o espírito da verdade.
Então meus irmãos, muito cuidado com tudo que ouvem e vêem, pois podem estar sendo enganados por outras manifestações que não é de nossa Mãe. Neiva ficou no registro da história humanitária, mas ela não será novamente Neiva, poderá vir com outro nome registrado na terra, só o poder que se chama Koatay 108 que nunca irá mudar.
Cheguei nesta festa e logo fui buscar a verdade. Entrando na formação eu vi as ninfas todas cantando e saudando nossa missão com fé, mas ainda estava vago o coração e todos queriam respostas da líder que por cinco anos estava ausente, então todas estavam pedindo para serem ouvidas e o clamor de suas manifestações estava atingindo o espírito consolador. Mestres, no mundo das razões não existe meio termo, se nós buscarmos o caminho certo teremos respostas para todas as nossas necessidades, então é preciso ter consciência de si mesmo para não perder o fiozinho que liga um mundo ao outro.
Quando ela chegou teve que vestir de sua roupagem antiga para que pudesse ser reconhecida, mas que na realidade sua nova formação é bem diferente, então como poderá ser aceita se todos ainda pensam na velha estrada. O espírito quando reencarna assume uma nova roupagem física, ele não vem trazendo uma identificação visual da outra, mas trás dentro de si a força de sua individualidade. Neiva sempre foi de opinião e isso ninguém e nem Pai Seta Branca a mudou, então esta será uma marca que poderá ser reconhecida na sua nova apresentação. Como dizem, gênio forte e totalmente individualista, não aceita nada que não seja o que quer.
Quando ela chegou nesta festa ficou parada mais acima, no pé do morro, e de lá ela sem sorrir, séria e sintonizada, olhava para tudo e todos. Estava muito preocupada com algo que não demonstrou de imediato. Seus olhos viam e registravam tudo que ela havia construído, principalmente o amor no coração dos jaguares, seus filhos neste amanhecer.
Os mestres festejavam esta passagem, mas ela não, ela estava apreensiva. Vestida com uma bata dourada que refletia os raios do sol simétrico não arredou os pés de onde estava, somente em silencio permaneceu, mas todos nem se importavam com seu silêncio, estavam desnorteados com a festa, estavam totalmente sem sintonia.
Logo ela foi levada de volta, saiu sem dizer nada, foi embora levando a preocupação do que vira e sentira nesta passagem. Eu fiquei ao longe, eu estava atento a qualquer evento fora do comum, porque não podemos perder de vista a força que rege este sacerdócio. Não podemos pensar só em festa e cair no padrão do esquecimento. Nós podemos esquecer até de nós mesmos, mas nunca se desligar da nossa percepção espiritual.

Mestres filhos de Seta Branca, meus irmãos de missão. Salve Deus! Somos a trindade imaculada que esta sacerdotisa formou dentro do seu coração, e por Deus, o preço dela foi muito alto para te consagrar Adjunto Koatay 108, então vamos ser honestos em nossa triada para que sejamos dignos de ser filhos do sol e da lua. Não fique desatento de sua vida, de sua família, dos seus amores. Prestem atenção aos mínimos detalhes que os mentores lhe favorecem nesta escola iniciática de Mayanty, porque ao entrar por aquela porta estreita você recebe sete mantras que irão se perpetuar pela encarnação afora e pelos eventos marcados fora dos tramites terrestres. O seu plexo iniciático o levará para além fronteiras da vida e da morte, mas nunca perderá o seu juramento que te liga ao mundo das realizações da individualidade, mesmo não tendo a memória ativada, mesmo desacreditando em tudo, ainda assim é um viajante do espaço. Acredite em você e na sua necessidade de estar ligado ao seu astral, porque a força não se divide, ela se multiplica na consciência atômica do espírito. Ser razão não é ser emoção, mas ser emoção muitas vezes trás a desilusão perdida na vasta dimensão acrisolada na personalidade.
Somos a balança que equilibra a necessidade de dividirmos nossa vida, sim mestres, porque hoje somos diferentes, nós temos duas missões que é terra e espiritual. Temos que nos ligar nas duas dimensões e manter a sintonia afiada para restabelecer a ordem e a lei.
Então prestem atenção ao seu redor e divulguem o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, porque ninguém até hoje mudou o que ele disse. “Eu sou o caminho, a verdade e a vida”. A Lei espiritual é para todos e somente ele poderá desfazer o que registrou.
A festa continuou sem a presença dela. Ela foi embora na sua nova roupagem espiritual, levando a imagem do que viu e sentiu. Eu voltei para mim mesmo, senti os efeitos desta transição e confesso a todos que fiquei muito preocupado com esta passagem.
Koatay 108 em Cristo Jesus!
Salve Deus!
Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo!
Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo!
Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo!
Irmãos de toda terra, amai-vos uns aos outros!
Salve Deus!
Adjunto Apurê
27.06.2012

Mais uma história do apurê como referência:

TRISTE
Salve Deus!
As jogadas de mestre. Cartas são colocadas num tabuleiro onde elas são jogadas para cima, como se fosse um sorteio e depois se pega uma por uma pelo qual se paga valores determinados.
Eu estava vendo esta cena neste outro lado da vida. Uma cena esquisita, porque via uma negociação absurda feita no segredo da calada da noite, por onde era vendido o valor da moral e da decência. Eu fiquei observando ao longe e via a festa que faziam, tudo porque precisavam dos denários para efetivar e corromper os demais que estavam abaixo de suas idolatrias.
A forma que estava sendo feita esta absurda negociação é que me chamou a tenção, pois muitos deles estavam na roupagem de suas origens mais tristes, quando o Mestre veio para terra para trazer novos ensinamentos e assim libertar a tirania da força pelo amor incondicional. Engraçado que muitos destes romanos estão reencarnados hoje neste ciclo atual da terra, mas eles retornaram as suas antigas roupagens para reviver seus lucros em torno de suas imoralidades.
A marca romana se estendeu por muito tempo com a conquista de outras terras e assim perpetuou o cárma através dos séculos.
Vendo esta cena eu vi que muita coisa deste mundo ainda está gerenciando a reencarnação de muitas pessoas neste planeta, porque para eles tudo só é dinheiro e mais nada.
De repente uma briga, alguém tentou ser mais esperto e acabou levando a pior, porque até entre eles não há entendimento, mas desconfiança, porque eles sabem que tudo que estão fazendo é errado, então as suas consciências são de não se deixar enganar.
O homem foi morto ali mesmo, enfiaram uma faca em sua barriga e retorceram até ele cair sem chance de revidar. A maldição do ouro e da prata causa estas indiferenças de amor a vida, sim, porque ainda neste novo milênio as pessoas se matam por um punhado de moedas, fazem tudo para ter dinheiro, só pelo prazer de ter.
Eu sei que o dinheiro é essencial a vida, mas nem toda vida ele consegue salvar. Aquele que tem sempre está com medo de ser roubado, e o que não tem sempre está alucinado para ter, são vidas colocadas neste grande tabuleiro que jogado para cima refletem a necessidade de cada um.
O equilíbrio das forças se dá na nossa maturidade espiritual. Reorganizando a nossa capacidade de entender os mistérios que compõem a nossa vida começamos a separar o real do irreal, começamos a ver que podemos ter o que necessitamos dentro de uma convicção compreensiva. Nem tudo nós podemos ter também, porque se tudo tivéssemos nós seriamos os mesmos de ontem, seriamos como estes que estão aqui brigando.
A terra ofereceu aos seus habitantes toda sorte do mundo, o homem criou valores materiais retirando do seio do planeta a essência, transformou um metal em preciosidade e dele fez a sua moeda de troca. Mas vejam que tudo gira em torno da terra, mas e quando este metal deixar de ser importante e nada mais comprar com seu valor momentâneo, pois nem todo ouro e nem toda prata poderão comprar o que irá faltar.
O que nós podemos fazer neste momento, não sei, podemos esperar e aguardar os ciclos regenerativos se transformarem e assim liberarem milhares de aprisionados no materialismo se desprenderem da terra dando espaço aos espiritualistas que chegarão para compor a nova dimensão.
Vamos cumprir nossa missão e depois vamos nos resignar diante de nossa luta para um mundo melhor. Os homens continuaram a enganar uns aos outros. Voltei com esta imagem triste, porque muitos de nós ainda somos os prisioneiros de ontem que lutam para saciar sua cede de conquista.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
29.06.2012

EU MER PERGUTO DIANTER OS TEMPO MARIO SASSI ESPATANO POFESSOR DAS FORCA INICIATICA GRANDER MESTRE. TB NEIVA QUATAI 108 TB TUDO QUE VEM ACOTECEU DIANTE OS TEMPOS E ATER O APALOS DO CORPO MEDIUNICOS TB TRINIO ENTRE TRINOS TUDO PASSA EU ACHO QUE TAMBEM EMTRE NOIS QUE NEIVA JA SE ENCOMTRA TERRA COM OUTRA ROPAGEM ASIM COMO JOHSOM E UM ADIMIRADO QUE EU ADIMIRO QUE POSSA JA ESTA PREPARADO PARA VOLTA CHICO CHAVIR ISSO E MUITO PERCPITIVO MUITA BESSOA VER PRRA COMPRI MISSAO NA TERRA ASUMER AS SUA MISSAO E DEPOIS VOLTA COM UM MERECIMENTO PARA VIVER UMA ROUPAGEM ANPLA PORE TEM ESPITO 400 ANOS ATE 10000 ANOS ENTRE GRAUS VAMOS TEMOS QUE TER CUIDADAO SAO EVOLUICAO PESAMOS QUE SABEMO TUDO ENCANA ESTAMOS EGADIADO BOM BOA SORTE PARA TODOS SAVE DEUS

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.