sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

É POSSÍVEL!.


RECORDANDO 2012.

Que o gume desta espada, apontada para o meu peito, fira-me, se meu pensamento se afastar de Ti, meu Pai, ou se eu me envaidecer novamente!

Inicio assim, nosso texto de hoje, porque não posso deixar de compartilhar toda a alegria vivida e um pouco das vitórias desde pequeno Jaguar Exilado.

Meus irmãos, e irmãs, é possível! Sim é possível!

Há pouco mais de um ano, eu não tinha nada! Nem esperanças palpáveis, nem perspectivas e meus sonhos se restringiam a um possível “milagre” que mudaria tudo.

Neste momento de total “desespero”, onde não tinha nada além da minha fé para me apegar, eu me encontrei comigo mesmo. Com uma linda família que em mim confiava, eu saia pelas ruas, meio sem rumo e totalmente sem foco, andava por horas, em um país desconhecido, com idioma que eu não dominava e aceitava o trabalho que aparecesse, quando aparecesse...

Neste momento, de maior dificuldade, onde sentia claramente Pai João querendo me ensinar uma nova lição, compreendi a encarnação passada por muitos de nossos Pretos Velhos, onde o espírito endurecido, somente poderia ser abrandado se nada mais tivesse além de sua fé.

Rendi-me ao que me restava: A fé em nossa Doutrina, nos ensinamentos recebidos, nas vivencias e compreendi que tudo estava como deveria estar. Que havia algo a aprender e somente me disciplinando nesta hora é que poderia evitar que fosse “mais uma maré de dificuldades”, como tantas anteriormente enfrentadas e que passaram... e que voltaram...

Olhei para o pequeno Aledá, composto de uma mesinha encontrada no quintal, cuidadosamente lavada, coberta com um paninho branco e umas poucas fotos recém impressas em papel comum, e comecei a rezar o mantra de minha vida: “O Senhor tem o Seu Templo em meu íntimo, nenhum poder é demasiado ao poder dinâmico de meu espírito, o Amor e a Chama Branca da Vida, residem em mim”.

Sim, nosso Mantra da Iniciação, tantas vezes esquecido. Apeguei-me a esta singela frase e seus horários, que devem unificar a todos nossos irmãos, e ao sentar junto ao computador, nasceu o Exílio do Jaguar.

Como uma rama selvagem esta pequena jornada espalhou-se pelas centenas de Templos do Amanhecer. Irmãos e irmãs de todos as regiões e de diversos países passaram a me escrever. Nunca poderia imaginar que tudo fosse tão rápido. Parece que esta missão já estava traçada há muito tempo... há muito tempo!

Paralelamente, sem esperar e sem muito procurar, a vida material começou a caminhar também. As coisas surgiram naturalmente. Um mestre, que não conhecia, que nunca havia trocado uma única palavra, sentiu que deveria me procurar, e sem qualquer possibilidade de ter algum interesse, me encaminhou os primeiros trabalhos.

Depois do dia em que literalmente gastei minha última moeda (um dia conto esta história), nada mais me faltou! Tudo que parece impossível acontecer em um prazo de tempo curto e na maioria das vezes mesmo com muito mais prazo, aconteceu! Do mesmo modo que tudo que poderia dar errado, quando pisei nesta terra bendita que Pai Seta Branca encarnado pisou, deu errado; passou a dar tudo certo: é... verdade mesmo! Seu padrão vibratório é sua sentença! Repito e escrevo sempre porque EU VIVI E VIVO ISSO!

Em menos de um ano, espiritualmente fui renovado e tudo que materialmente parecia impossível, também foi conquistado. Eu sonhava em ganhar na loteria... Acreditava que seria a única maneira de tudo se resolver, mas Pai João soprava em meus ouvidos: “Hi, fio, vai ser com trabalho”. E eu pensava: Vixi... Serão muitos anos de trabalho para poder dar algum conforto para a família de novo.

Estou bem! Conquistei bem mais do que se tivesse ganhado na loteria boliviana e a família tem todo o conforto que precisa e merece... Em apenas um ano... E com trabalho??? Sim!!! É possível!!!

No meio do percurso, um assalto, uma mordida de cachorro inexplicável (outra história para contar) e outros pequenos testes, que já não mais afetam meu padrão vibratório. Eu estava imune a qualquer contratempo diário. A dor recentemente manipulada gerou anticorpos contra desânimo, mal-humor e outros sentimentos negativos.

Hoje vim compartilhar um pouco da minha imensa alegria em saber que os livros, que tive a condição de editar e doar, estão chegando aos seus destinos. Quero agradecer a todos vocês, pois tenho total consciência de que a vibração de vocês teve uma participação fundamental em todas estas realizações. Sei que sim, aprendi como funciona.

Queria escrever muito mais sobre este assunto, pois sei que muitos vivem momentos de angústia como os que eu vivi, mas por agora, vacinado contra qualquer orgulho, só posso afirmar, com todas as letras: É POSSÍVEL!

Kazagrande

2 comentários:

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.