ÚLTIMOS TEXTOS

terça-feira, 26 de julho de 2011

Emails Atrasados

terça-feira, 26 de julho de 2011 - 4 Comments


Meus estimados irmãos e irmãs,   

Salve Deus!   

Minha esposa e Ninfa companheira de jornadas passou por uma cirurgia. Nada grave, mas isso sempre implica em uma série de preparações e cuidados, principalmente quando se tem filhos menores e ainda mais, estando em outro país, tão longe de qualquer outro membro da família.

E como sempre, tudo vem ao mesmo tempo: período de maior trabalho na Universidade (nas férias é quando mais trabalho) e vésperas do lançamento do livro “O Centurião” quem logo deverá ser disponibilizado para todos.

Com tudo isso, minhas respostas aos emails andam demorando um pouco mais que o normal. Peço-lhes perdão, mas deixo a certeza que nunca deixo de responder qualquer email! Todos serão respondidos e vários já trouxeram a inspiração para novos textos.

Perguntas como: as diferenças entre Mestre LUZ e Mestre SOL; os casais depois do desencarne; traição; esclarecimento de termos doutrinários; Jesus e os Essênios; passando como paciente; Trono Milenar; Alta Magia; Sessão Branca; as Chaves para identificar a Entidade de Luz; etc.; além de novos textos enviados pelo nosso “Padrinho Virtual”... Tudo isso será devidamente revisado para as postagens em alguns dias.

As postagens diárias continuam sempre! Só as respostas dos emails que estão um pouquinho atrasadas, mas que espero colocar em dia no próximo fim de semana.

Agradecendo o carinho e compreensão, pedindo que lembrem de minha esposa em suas orações, registro meu fraterno abraço e profunda gratidão pela presença de vocês nesta pequena jornada.

Kazagrande

sábado, 23 de julho de 2011

Reflexão – Instrutores - 04

sábado, 23 de julho de 2011 - 0 Comments


Um das cobranças mais sofridas é a epilepsia, que também é de origem espiritual. Porém seus danos físicos podem ser irreversíveis, mesmo após o tratamento mediúnico. A maioria dos médiuns que possui epilepsia acaba controlando totalmente a doença, ao realizar um desenvolvimento bem conduzido, com o aprendizado de técnicas perfeitas e seguras, e informações claras e objetivas.

O “vidente” é outro caso que deve ser tratado com muito cuidado! Incentivar qualquer tipo de visão, maravilhar-se com sonhos e “sentir” a todo instante “algo se passando” (uma espaçonave, um espírito, uma Entidade) é o caminho certo para o fanatismo! Em nossa Doutrina não pode haver fanáticos, os que existem formam formados pela ausência de um Instrutor equilibrado para evitar seu desregramento.

Claro que não podemos sair desacreditando imediatamente o Aspirante e rompendo seus “sonhos”. Tudo tem que ser levado com tato, com “psicologia” (como dizia a Tia). Explicar que uma “visão” só provém da Luz quando tem uma utilidade real, isso é fundamental!

Seu Mentor não vai lhe trazer sonhos e visões para você sair por aí contando. Se algo chegou aos seus olhos é seu! E basta questionar se “aquilo” tem alguma real utilidade para saber sua origem: Se é da Luz, tem um objetivo claro! Se não tem objetivo claro é do próprio médium, ou de alguma entidade “inluz”. Salve Deus!

O mesmo se dá em relação às revelações! Relatos de encarnações passadas, profecias... Será que seu Mentor não tem nada mais importante para fazer do que contar historinha de vidas passadas, que não terão nenhuma utilidade agora?

Salve Deus! Uma passagem, que esteja tendo um reflexo em seu presente, e que tenha uma real necessidade de compreensão, isso sim pode ser contado! Tem um motivo e a Entidade de Luz revela para sua compreensão e evolução. Mas sair por aí, falando que fulano é seu irmão, sicrano seu pai de outras vidas... Qual a utilidade? Não posso crer que uma Entidade de Luz se vá prestar a contar estas coisas, sem ter um motivo muito forte, e com vários níveis de autorização superior.

Imagem... Tanto trabalho para apagar da memória as lembranças, para que nos cheguem de volta de uma forma fútil e sem aplicação? Isso não pode vir da luz!

Isso tudo deve ser esclarecido para os Aspirantes com muito Amor, com Tolerância e sem chocá-los. É tudo o quê escrevi, mas de uma forma mais suave para ser dita a quem ainda dá seus primeiros passos, e se maravilha com tudo ao seu redor, muitas vezes provocando situações para poder sentir-se integrado e valorizado.

Mostre ao Aspirante que não precisa ser vidente, ou profeta, para ser seu irmão de verdade!

Kazagrande

Para os Instrutores - 04


Ocorre, ainda, o médium epiléptico. É uma das cobranças mais sofridas, em determinadas fases da Lua. Na Lua Nova, por exemplo, o portador fica vulnerável e a passagem é segura. Não há Doutrina. Porém, as energias de suas heranças transcendentais o curam.

Há, também, meu filho, o perigo dos videntes, que muito nos fascinam. Cuidado, porque, no médium em decadência, a deformação da mente é total. Em conseqüência, por este desequilíbrio, se apresentam projeções, vozes, etc.
No caminho desta nova jornada, por momentos, podemos sentir o absurdo e o contraditório em nossas condições humana e social. Porém, tão logo haja uma disciplina doutrinária ao alcance deste mundo, veremos juntos o Céu e a Terra. Teremos que sofrer para vencer as superstições das religiões mal acabadas, religiões que perderam a confiança pela falta de doutrina, religiões que pararam no tempo e no espaço!

Falamos nos fanáticos: São fáceis de curar, caso a sua família não lhe aborreça e comece a amá-lo. Estes médiuns carregam consigo enorme falange de sofredores religiosos. Não podemos comentar, abertamente, na presença de parentes ou dos enfermos psíquicos. Temos que trabalhar sem comentários na Lei do Auxílio.

O médium em desenvolvimento se manifesta pela projeção luminosa e nunca pela projeção de espíritos sofredores, isto é, nunca pelas trevas. Somente os luminosos Iniciados podem, com seus instrumentos, fazer uma projeção em fonia e manifestar-se em um aparelho. É algo tão puro que eu tenho ordens de Jesus para dizer: Está incorporado! Posso, também, deixar de dizer ou de revelar um quadro, com medo da repercussão. As grandes questões que se apresentam às mentes e como são aplicadas ficam gravadas. Podemos dizer, também, que as vibrações simples ou individuais podem juntar-se em harmonia e formar, coletivamente, um círculo maior. 

Quanto maior o número de vibrações positivas, maior o poder de resistir à ação das forças contrárias. A força, seja qual for o modo de aplicar, é o poder de todas as coisas. Destaca-se que, quanto maior for o círculo das forças espirituais que rodeiam o Homem, maior será sua proteção das forças contrárias. As forças harmoniosas se atraem e as contrárias se repelem.

Meu filho, a mais grandiosa tarefa que temos é a conquista silenciosa desta Doutrina, cultivando a conduta doutrinária. Vamos dar prosseguimento à exposição relativa aos fluídos, chegando-se sempre na sua atuação no seio da individualidade. Estamos na matéria densa e na análise de suas doutrinas tenham toda a consideração e psicologia possíveis.

O narrador conta a sua história com amor para transmitir o máximo de seu encanto.

O Doutrinador não é simplesmente um Doutrinador, porque o coração do Homem é um santuário de Deus vivo. O certo é que todas as vidas individuais são centros de consciência na vida única. A sensibilidade afetiva se encontra em todas as formas de vida, pois em tudo existe a essência divina e, por conseguinte, aí proliferam o amor e a sabedoria.

Meu filho, nossa obra chegou, agora, a um plano superior de desenvolvimento espiritual, superior aos ensinamentos elementares e às simples manifestações. É chegada a hora dos Grandes Iniciados.

Veremos, num futuro próximo, grandes acontecimentos que se desencadearão aos nossos pés, fenômenos que vão nos ligar deste mundo a outro.

Salve Deus, meu mestre Instrutor! Tenha esta cartinha para a sua individualidade.
Tia Neiva, em 13 de setembro de 1984

Para os Instrutores - 03


Vem, então, o caso dos esquizofrênicos. A esquizofrenia é o mal mais comum em nossos dias. É um caso perigoso de ser diagnosticado, pois são supersticiosos. É difícil, porém, com carinho e força, tudo evolui. Deve ser analisada sem qualquer comentário ao alcance do paciente.

Existe a esquizofrenia por uma pena passiva; a esquizofrenia ativa e a esquizofrenia hereditária - a mais perigosa, porque envolve toda a família. É um elítrio em cobrança, anulando a personalidade e se reajustando. Nobres entre nobres, espíritos de reais tiranos!

E, por último, a esquizofrenia de Horus: O portador é todo diferente, é o mais complicado de todos os médiuns, criando um porte altaneiro, procurando discutir suas teses e, muitas vezes, nos deixa incapacitados de um raciocínio normal. Chegamos até a pensar que suas explicações são convincentes. É preciso, então, uma psicologia toda especial: Fazer-se humilde, fingindo gostar de seus esclarecimentos, mas, sem perder tempo, instruí-lo sobre a Doutrina, explicando-lhe a elevação cabalística e fazendo-a em seu favor. Esta eu identifico muito bem, porque Horus foi o mais pretensioso rei egípcio.

Falamos em animismo. Para nós não existe animismo, isto é, comunicação do próprio aparelho. O aparelho, quando está fora de sintonia espiritual ou anímico, os espíritos sem luz têm mais acesso sobre ele, de maneira que o seu padrão fica obsidiado ou obsedado. O obsidiado tem a possessão, ou melhor, algum espírito perseguindo ou protegendo, chamando-o à responsabilidade.

Vem, então, a história de um médium obsedado. É bem parecido com o esquizofrênico, de maneira que ele vai se desenvolvendo e vai melhorando. O obsedado por elítrio tem sua cura feita pela manipulação de forças mântricas desobsessivas, passes e, também, por medicamentos. Agora, vem a história do obsedado que se diz às portas da morte e, inclusive, leva os médicos a crerem e a encharcá-lo com psicotrópicos, choques, etc. A este, pouco podemos fazer.

Vem o psíquico que se sente infeliz, desprezado, mal amado: Este é fácil - desenvolve, e tudo bem... Logo que chegamos aqui no Vale, um casal muito lindo. Ela, granfiníssima, universitária, veio desenvolver com convicções kadercistas. Estes pacientes, cujos pais já tinham feito de tudo parta ajudar, disseram para a gente: Nós não conhecemos isso, pois somos católicos. Contudo, a moça desenvolveu, fez a sua cobrança, e saiu bem melhor. Saiu porque os pais estavam envergonhados com sua filha num ambiente que diziam umbandista. Por último, ela se apaixonou por outro e deu um grande dissabor aos pais. Estes que eu falo acima, dificilmente continuam na Corrente. Sim, dificilmente se afirmam.

Falando melhor no obsidiado, um espírito de Luz pode obsidiar um médium. Um Caboclo, da Falange Pena Branca, que tem as suas técnicas, pode permitir que um cobrador se infiltre no seu tutelado e levá-lo à obsessão, caso ele esteja caminhando para a sua própria destruição. Este médium, cuja obsessão foi permitida pelo seu próprio Mentor, entra sempre carregado pelos seus familiares, que o acham muito mal. A falta de religião dos seus pais o fez assim. Sua cura pode ser bem difícil, ou bem fácil, desde que ele, o portador, se conscientize.
Tia Neiva, em 13 de setembro de 1984

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Reflexão – Instrutores - 02

quinta-feira, 21 de julho de 2011 - 5 Comments


Dialogar com os Aspirantes não é especular sobre sua vida! Temos a premissa de não perguntarmos nada, nem o quê faz, de onde vêm, etc.

Muitas vezes recebemos marginais que iniciam seu desenvolvimento na esperança de poder mudar toda a sua vida, ou mesmo em busca de proteção para o momento social que atravessam. Salve Deus! O mesmo carinho, o mesmo respeito, devem ser ofertados a estes que, perseverando na jornada, poderão verdadeiramente salvar suas encarnações.

Sei que muitos ficariam estarrecidos se conhecem o passado de alguns que hoje são (ou foram) baluartes de nossa Doutrina. Homens que em um caminho constante de “erros”, recuperaram sua oportunidade encarnatória e se transformaram em missionários de Pai Seta Branca, por vezes muito mais dedicados que aqueles que já nascem no berço da Doutrina.

Outro alerta desta parte é sobre as Ninfas Aspirantes! Hum... Este é um tema muito delicado também!

Um Instrutor, com seu uniforme, suas palavras de conhecimentos e orientação, além da segurança que naturalmente uma mulher procura, também emite Luz! A Luz de suas armas, de seus Mentores! Assim, é natural que as Aspirantes fiquem confusas com seus sentimentos e acabem se apegando ao Instrutor como um porto seguro para suas vidas.

Como Instrutor, sua obrigação é uma missão! E como missionário, jamais pode incentivar estes sentimentos. Ceder aos desejos, aos impulsos, é como Tia nos diz: Se não houver respeito ou se desrespeitar uma ninfa, é como desrespeitar toda a guarda de Pai João, é tê-lo no seu calcanhar, o que não é bom, porque eles não nos castigam, porém nos deixam à mercê de nossos carmas!

Compreendo que muitos podem estar se “reencontrando neste momento”, mas Salve Deus! O período de Desenvolvimento deve ser respeitado integralmente! Persistindo depois, a mesma ligação, e se a condição afetiva de cada envolvido permitir, não havendo pessoas a serem magoadas pela ligação... Aí será uma nova história.

A intolerância por parte de alguns Aspirantes, que insistem com seus questionamentos ainda inoportunos, deve ser tratada com psicologia. O Mestre Instrutor tem a sua disposição todo o acervo de seus Mentores nesta hora. Estando sintonizado, mediunizado para esta missão, com certeza terá a intuição de como agir dentro do Amor, da Humildade e da Tolerância.

Nesta parte da Carta Tia novamente alerta que: O Doutrinador está se preparando para não ter dúvidas!

E fala sobre os enfermos que também sentem a projeção negativa e obnsessiva, com os quais devemos buscar a mesma a intuição de como agir dentro do Amor, da Humildade e da Tolerância.

Kazagrande 

Para os Instrutores - 02


Filho, procure dialogar com o Aspirante, sem intrometer-se em sua vida particular, ensinando-o a respeitar a família - não o documento de casamento.
Seja humano acima de tudo, pois a religião consiste em respeito moral. Respeite uma mulher.

Se não houver respeito ou se desrespeitar uma ninfa, é como desrespeitar toda a guarda de Pai João, é tê-lo no seu calcanhar, o que não é bom, porque eles não nos castigam, porém nos deixam à mercê de nossos carmas!

Certa vez uma mulher, de uns vinte anos de idade, que odiava o marido, sem poder extravasar seus sentimentos, pois ele jurou matá-la se ela o abandonasse, chegou aqui para desenvolver. Seu mestre Instrutor lhe fez uma proposta, ou avançou o sinal da Doutrina, e a mulher começou a gritar... Levantou-se o problema como fenômeno, porém, o caso era outro... E somente agora, com a Prisão, o Instrutor se libertou de sua tão grande falha.

O médium, quando está aflorando a sua mediunidade, fica perigoso. Seja homem ou mulher. A maioria dos casais se desentendem nesta triste fase, sem observar que neste período é que mais recebem vibrações e podem, inclusive, ser atraídos para terreiros, dependendo de suas mentalidades.

O Instrutor, o mestre que se destina, na Lei do Auxílio, a esta espécie de trabalho, realiza o mais difícil, e sua lei passa a ser Humildade, Tolerância e Amor, e tem que usar um pouco mais de Psicologia.

O médium sempre tem razão, sob seus aspectos, e fica intolerante por isso. Os mestres Instrutores nada têm a ver com a situação dos médiuns. Porém, sim, em se tratando de um obsidiado.

O Doutrinador está se preparando para não ter dúvidas - essa a minha insistência!

Nos enfermos, pela atuação de uma projeção negativa, obsessiva, a tendência é confundir o ambiente para que não se obtenha um diagnóstico preciso para levar a vítima ao seu objetivo. Não é muito fácil distinguir a situação precisa do caso. É verdade que a razão não se afasta de Deus. Deus é absolutamente Fé e absolutamente Razão!
Tia Neiva, em 13 de setembro de 1984 - (Segunda parte)

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Reflexão – Instrutores - 01

quarta-feira, 20 de julho de 2011 - 1 Comment


Considerando a primeira parte da carta de Tia Neiva, postada com o título de “Para os Instrutores – 01” podemos ver claramente que nossa Mãe Clarividente desejava um esclarecimento de amplo aspecto em relação à recepção dos Aspirantes.

O lugar que ocupam é previamente preparado pela Espiritualidade, a palestra inicial, que muitos podem considerar repetitiva, já faz parte deste preparo inicial, da harmonização do futuro médium da Doutrina do Amanhecer, visando entrar em contato com sua Individualidade. Com este preparo inicial os problemas são deixados do “lado de fora do Templo” e somente os assuntos doutrinários devem povoar a mente do Aspirante.

Assim, a palestra, além de obrigatória e recomendada para todos os Aspirantes em qualquer uma das etapas (aulas) do Desenvolvimento, já faz parte desta Contagem e não pode ser dispensada, tendo o responsável a necessária busca de elementos que não a tornem repetitiva e desanimadora. Deve agregar sempre algo que o Aspirante possa “descobrir” como novidade!

Consideramos que quem foi recomendado a desenvolver pela Espiritualidade está com o plexo “encharcado” de energia, e esta energia, atraindo obsessores, está “atravancando” a sua vida. Desse modo, a harmonização e o entusiasmo devem ser premissas do palestrante, e dos instrutores, é claro.

Fala ainda dos riscos de um teste mediúnico mal conduzido... A importância do preparo de quem realiza o teste é fundamental, e deverá ser tema de uma abordagem futura.

Um Doutrinador sendo direcionado para o Desenvolvimento de Aparás é um risco para todos! Sua consciência expandida durante o processo de mediunização amplia seus sentidos na hora da incorporação e uma interferência do próprio aparelho torna-se um mal freqüente. Sim! O Doutrinador pode até incorporar, dependendo do seu nível de excesso energético. O mentor não o vai abandonar e fará o possível para manipular aquela energia de uma forma benéfica. Porém, após as primeiras incorporações, sua verdadeira mediunidade se revela, aumentando sua consciência e gerando fortes dúvidas sobre a incorporação.

Muitas vezes um Doutrinador, sendo desenvolvido como Apará, acreditando que está fazendo o correto, passa a controlar a incorporação com a mente, produzindo diálogos semelhantes a incorporação de um espírito de luz. Daí o grande risco e o alerta de Tia Neiva. O cuidado com o teste e a atenção dos instrutores é fundamental para evitar a formação de um médium fora de sua real característica mediúnica.

Já quando o Apará ficar como Doutrinador o prejuízo diminui, mas não deixa de ser prejudicial. Algumas vezes, devido a faixa cármica que o Aspirante atravessa, com cobradores ferozes que poderiam por a perder seu desenvolvimento, seus Mentores concedem que ele inicie como Doutrinador, porém, após o encaminhamento destas cobranças, a mediunidade de incorporação aflora com força e segurança ainda maior.

Encerrando esta primeira parte, Tia Neiva reforça a necessidade de que o Desenvolvimento seja realizado dentro do Templo! Veja que no inicio ela já dizia que o lugar dele está preparado. Também reforça que deve receber as explicações sobre o fenômeno (a palestra) antes de iniciar os trabalhos técnicos.

Salve Deus!
Kazagrande

Para os Instrutores - 01


Vão entrando os ASPIRANTES! Aspirante é um médium que, segundo a espiritualidade, está prestes a se desenvolver. Vão se sentando em lugar previamente preparado.

Após receberem a prática do 1º Mestre Tumuchy, os Instrutores, contados por falanges, os vão conduzindo e colocando a palavra em seus corações.

O médium, em geral, tem a mediunidade na mente, e é hora de tirar os seus reflexos negativos pelos positivos, com muito cuidado, sem apavorá-los. Tudo é Deus, tudo é bom, desde que não se insista em andar errado. Dizemos que a mediunidade é um fator biológico, que se altera no plexo mil vezes, do seu infeliz condutor, daqueles a quem chamamos de grandes médiuns!

Sim, esta mediunidade, alterada por qualquer desequilíbrio psíquico, começa a encharcar o fígado, o baço, enfim, se fazendo cada vez mais infeliz.

Ser um Doutrinador... Ser um Apará... Estão na mesma situação! Não há distinção de mediunidade, porque os plexos são idênticos. Não há diferença, absolutamente, a ponto de levar longe suas manifestações.

Agora, por exemplo: o Apará ficar como Doutrinador? Sim!

Enquanto Doutrinador, com manifestações de um Apará, são irradiações de um médium passista e, justamente, os perigos: não recebe diretamente do Preto Velho e fica com manifestações alteradas, fato que não se passa aqui na Doutrina. As consagrações lhe modificam, seja qual for o caso.

Quanto ao Apará insistir em ser Doutrina, tudo bem. A perda é bem menor, porque está livre de uma interferência. A interferência é proveniente do aparelho com preocupações, sem conhecimento ou vaidoso. Qualquer espírito penetra, e faz sua maldade. Vejam quantas infelicidades poderá fazer!... E de seu plexo nada poderá oferecer. Geralmente, se descrêem da Doutrina, a ponto de deixá-la.

O Doutrinador é responsável pelo que faz o Apará. A interferência de um espírito cobrador em um Trono, como inúmeros casos que eu conheço, por displicência do Doutrinador, pode arrasar a vida de um Homem. Sim, o Doutrinador é a única testemunha defesa.

A mediunidade deverá ser desenvolvida somente no Templo, com os Instrutores. Os médiuns Aspirantes devem, em primeiro lugar, receber as explicações sobre o Desenvolvimento do seu fenômeno mediúnico. Por exemplo, como era feito antes e está sendo feito atualmente: Primeiro, o sermão ou aula de prática; depois a técnica, sob os olhos e ao alcance dos Instrutores, quando e sempre lhes explicando o fenômeno do extrasensorial, que o Apará não vai ver sua incorporação, e que tudo vem de Deus, e só de Deus.
Tia Neiva, em 13 de setembro de 1984 - (Primeira parte)

domingo, 17 de julho de 2011

O Mestre Jaguar – Curso de Sétimo de 1997

domingo, 17 de julho de 2011 - 1 Comment




Mais um blog une-se ao ideal de semear o què possa ser bom e produtivo para todos nossos irmãos:


Reproduzo aqui uma das postagens iniciais que podemos encontrar por lá.

Um fraterno abraço ao meus irmãos Nonato Pajé e Norberto Junior.

Kazagrande


Curso de Sétimo realizado em 1997

O vídeo é parte de uma das Aulas do Curso de Sétimo Raio,  de 1997, onde o Primeiro Mestre Jaguar, Nestor, inicia falando sobre conduta doutrinária e missão.

Suas explicações são fundamentadas na consciência, nos ensinamentos e mensagens de Pai Seta Branca, com a mesma convicção e a mesma verdade de sempre.    http://omestrejaguar.blogspot.com/

sábado, 16 de julho de 2011

Os mais baixados de 2010

sábado, 16 de julho de 2011 - 1 Comment


Salve Deus!

Meus irmãos e irmãs, no decorrer do ano passado postei diversos livros, áudios-book, áudios doutrinários do Vale do Amanhecer, filmes espíritas, apresentações em PowerPoint do Vale. Arquivos que hoje se aproximam de 1.500 títulos e que em breve irão compor nossa Biblioteca Virtual, a ser criada aqui dentro do Exílio do Jaguar.

Abaixo posto novamente alguns dos títulos que foram os mais procurados.

Conforme sempre esclareço, alguns não são títulos de nossa Doutrina, mas nos auxiliam, e muito, em nosso aculturamento e compreensão do mundo espiritual.

Bons estudos e um fraterno abraço a todos,

Kazagrande

Aulas de Tia Neiva mais baixadas (total de 1.200 downloads de áudio):

·         O Canal Vermelho
·         Infusao de Tia Neiva
·         Aula de TiaNeiva com Mensagem de Pai Seta Branca

Aulas do Trino Tumuchy mais baixadas  (total de 1.200 downloads de áudio):

·         Assuntos Diversos
·         A Trajetória do Espírito
·         Episódio da Vida

Livros Espíritas mais baixados: (4.200 DOWNLOADS NO TOTAL)

·         A VERDADE DE CADA UM – ZÍBIA GASPARETO
·         OS EXILADOS DE CAPELA – EDGAR ARMOND
·         FAÇA DAR CERTO – ZÍBIA GASPARETO
·         O FIO DO DESTINO – ZÍBIA GASPARETO
·         O MORRO DAS ILUSOES – ZÍBIA GASPARETO
·         ELES CONTINUAM ENTRE NÓS – ZÍBIA GASPARETO
·         NADA É ETERNO – ZÍBIA GASPARETO
·         SEXO ALÉM DA VIDA – ANDRÉ LUIZ
·         ESCRAVO BERNARDO
·         SEXO E DESTINO
·         MEMÓRIAS DE UM SUICIDA
Filmes Espíritas mais baixados:

·         Nosso Lar (934 downloads)
·         Chico Xavier – O Filme (1.201 downloads)
Infelizmente o link para este filme já não está mais funcionando.

terça-feira, 12 de julho de 2011

A DOUTRINA DO AMANHECER NOS DIAS ATUAIS

terça-feira, 12 de julho de 2011 - 10 Comments


Por Edson Rodrigues   

Estamos vivendo momentos críticos e decisivos para esta humanidade. Todas as pessoas do mundo estão sofrendo de uma forma ou de outra, as inevitáveis transformações da Terra para uma Nova Era. Estamos em um período de transição planetária que está abalando as estruturas da rotineira e significativa vida humana na Terra. Todas as instituições estão sendo testadas em suas bases filosóficas para um iminente aperfeiçoamento e a Doutrina do Amanhecer não está fora deste contexto.

O tempo urge, as cobranças se apressam, e hoje vemos a fé de muitos Médiuns sendo abalada, pois, muitos não estão sendo capazes de compreender e analisar a Lei do Carma com os ensinamentos do Evangelho. Quando se fala em Evangelho, tem-se a tendência de se exigir a perfeição de tudo, sem levar em conta as cobranças transcendentais que ora se evidenciam em nosso meio. Levar a Doutrina em frente com toda essa influência do carma é uma verdadeira arte e isso muitos estão fazendo.

Enquanto muitos fraquejam, deixam a Doutrina, outros a mantêm intacta, sem sair do rumo. Se analisarmos calma e racionalmente os fatos, veremos que tudo o que acontece com a Doutrina hoje faz parte de um minucioso planejamento e para entendê-lo temos que deixar de enxergar somente uma árvore para enxergarmos a floresta inteira, caso contrário ficaremos murmurando de mal grado sem saber o que fazer.

Somos um grupo de Iniciados e, uma das propostas do Iniciado é de superar sua faixa cármica, então, porque não superarmos tudo isso com a dignidade de um verdadeiro Koatay 108? 

Cabe a nós no momento, trabalharmos muito sem as loucuras do personalismo que ainda ronda a vida de muitos. Necessário se torna praticarmos mais os ensinamentos de Tia Neiva e decodificados pelo Trino Tumuchy Mestre Mário Sassi - aplicarmos a nossa Individualidade para que nossos Espíritos assumam as rédeas da Doutrina. Isso também consta em um pequeno trecho do Canto da Individualidade do saudoso Trino Araken Mestre Nestor Sabatovicz: ..."PORÉM, JESUS, O ESPÍRITO É MAIS FORTE; O ESPÍRITO TRANSCENDENTAL DA PAZ, DA CONQUISTA E DO PODER"...

Já estamos vivendo a era do Espírito e as coisas relacionadas ao mundo da personalidade já estão sendo ultrapassadas. Precisamos abrir as portas para a chegada da segunda TURMA DE ARAKEN. Quando as Entidades nos falam que não temos mais tempo, é porque realmente não temos mais tempo. O Espírito Transcendental precisa tomar as rédeas, caso contrário, cairemos no padrão das demais instituições que vivem apenas na essência do psiquismo das personalidades; como diz Pai Seta Branca, "...renunciando às conquistas e permanecendo em suas crenças, perdendo-se na busca real do caminho, e se distanciando de suas origens e de seus mundos colonizados.".

Edson Rodrigues

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Globo Repórter

quinta-feira, 7 de julho de 2011 - 8 Comments


Não sou a favor de divulgar reportagens que ainda desconheço o teor, porém o Vale do Amanhecer deverá ser citado na reportagem de amanhã (hoje), sexta-feira 8 de julho no Globo Repórter.

A chamada para o programa é, como sempre, sensacionalista, mas creio que devemos conferir qual o enfoque que darão à nossa Doutrina, em um tema que gera tantas crendices.

Segue abaixo a chamadinha do programa.


Globo Repórter investiga se é possível prever o futuro

Nesta sexta (8), o Globo Repórter investiga se é possível prever o futuro,  um assunto que mexe com a cabeça das pessoas. Qual  é a diferença entre previsão e adivinhação? Será que a astrologia pode mesmo explicar como o movimento dos astros determina nossos destinos? É verdade que a combinação de letras e números pode influir na vida de uma criança? E quais são os segredos da cabala?

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Festa Cigana – Templo Agavã do Amanhecer

segunda-feira, 4 de julho de 2011 - 5 Comments


Mais uma oportunidade de manipular nossa herança cigana com alegria e possibilitar uma confraternização entre os médiuns.

Dia 23 de julho, a partir das 8 da noite, no Templo Agavã do Amanhecer, de Jataí, Goiás, encontraremos, músicas, danças, comida típica , fogueira e muita diversão!

O traje típico é opcional, mas é importante ressaltar a oportunidade de usar a criatividade!

Existe um custo de ingresso, mas nele está incluída uma “refeição típica cigana” e um copo de “ponche cigano”. O valor é 10 Reais para adultos e 5 Reais para crianças menores de 10 anos. (Incluindo a refeição? Parece justo!)

O endereço é : Av. F, nº 1108 – Vila Sofia – Jataí-GO

Contatos com o Marcelo celular 9607-8857 ou Erivelto celular 9987-5781 (o DDD para quem ligar de fora é 64)

Pedido de publicação realizado pela Ninfa Lua Fabiana Tiraboschi Carvalho

sábado, 2 de julho de 2011

Apolo Unificado em Cristo Jesus - 1

sábado, 2 de julho de 2011 - 3 Comments


Pytia – Uma das encarnações de Tia Neiva

Meus irmãos, em palavras simples procuro esclarecer a importância de nossa herança espartana e porque ela é revivida em nossa Doutrina nos dias de hoje.
Primeiramente é necessário saber que “Pytia” não foi um único personagem. Pytia era a denominação das Sacerdotisas do Oráculo de Delfos.

Oráculo de Delfos – Oráculo é como chamamos o lugar onde se distribui a sabedoria dos profetas e profetisas. O Oráculo de Delfos ficava em um grande complexo templário dedicado ao Deus Apolo.

Apolo, o Deus Sol – Um dos deuses gregos, reconhecido por matar a grande serpente Pyton, que atormentara sua mãe. Sobre o corpo de Pyton, foi erguido seu templo. Daí o nome “Pytia”, dado às sacerdotisa deste templo.

Revivemos nossas heranças daquele mundo grego, vividas em uma encarnação coletiva dos Jaguares em Esparta. Houve um tempo em que Esparta, com todo seu poderio militar, julgava-se acima das crendices e se negava aos cultos dos deuses. Traduzindo, não era “espiritualizada”.

A espiritualização dos espartanos se deu através de um episódio que revivemos dentro do Turigano, por isso sua fundamental importância e a necessidade de revivê-lo: éramos brutos que passamos a ter fé!

Tia Neiva, então na roupagem de profetisa de Delfos, Pytia, procurou o Rei de Esparta, Leônidas (Nestor – Trino Araken), pedindo auxílio para resgatar a “Rainha Exilada”. Ironizando o oráculo, Leônidas disse que atenderia seu pedido quando os tambores de suas tropas rufassem sem que ninguém tocasse neles. Ao ouvir os tambores rufando, maravilhado com o poder que presenciava, conclamou suas tropas para seguir em busca da “Rainha Exilada”. Era tarde demais! Os inimigos já haviam avançado e não se sabe o quê aconteceu com a Rainha.

Temendo o poder da profetisa, Leônidas foi explicar-se. Porém compreendeu que Pytia estava muito além de seus temores! O verdadeiro objetivo era despertar a fé daquele povo. Todos seus soldados voltaram sem nada sofrer e o rei passou a respeitar o deus Apolo e espiritualizou aquela tribo, a nossa tribo.

A aguerrida Esparta passou a ter a proteção do deus Apolo. Mais do que isso: passaram a ter fé, ter em quê acreditar e respeitar! A disciplina, principal característica dos espartanos, passou a contar com a luz do deus sol. Sendo Pytia (Tia Neiva), naquela era distante, a responsável por espiritualizar aquele povo.

Kazagrande

Eis porque Pai Seta Branca afirmou entre nós o Turigano. Cada vez que um Mestre Adjunto representante do Reino Central abre o seu plexo no Turigano e busca o caminho verde da regência do Cavaleiro Especial, haverá o fenômeno físico do ouro e da prata. Eis porque o Pai Seta Branca deseja que, todos os domingos, seja realizado este trabalho, para que os seus filhos partam, todos tendo toda a proteção deste Amanhecer.” Tia Neiva em 21 de outubro de 1984

Na seqüência: Apolo Unificado em Cristo Jesus2 - De Esparta à Roma

RECEBA POR EMAIL

Inscreva seu e-mail e receba todas as publicações do EXÍLIO DO JAGUAR !!!

© 2013 O Exílio do Jaguar. All rights reserved.
Designed by SpicyTricks