sexta-feira, 19 de abril de 2013

Adjunto Yuricy


Uma homenagem do Mestre Gilmar   -  

O tempo, com sua ação silenciosa, por vezes nos consome, e faz cair no esquecimento pessoas e fatos  importantes em nossa vida. Sabemos que precisamos aceitar o progresso, mas também devemos considerar que somos o reflexo do que plantamos, de tudo e todos que fizeram parte desta nossa existência terrena.

Maria Edelves Couto dos Reis, Adjunto Yuricy! Marcou a vida das pessoas que tiveram a oportunidade de estar ao lado dela, mulher forte e de grande sensibilidade mediúnica, verdadeiramente preparada para fazer parte da formação da Doutrina do Amanhecer.

Recém chegada do então antigo Distrito Federal do Rio de Janeiro, nascida no estado do Piauí, veio transferida para a jovem capital Brasília. Ela assessorava altos funcionários públicos, onde sua condição enérgica e perfeccionista, aliada a sua curiosidade de conhecer o lado mediúnico e transcendental que sempre estivera presente em sua família biológica, levou-a a procurar a “Clarividente do Vale do Amanhecer”.

O primeiro encontro foi impactante! Era necessário, face sua personalidade forte e para quebrar os laços que ainda evitavam sua integração a família espiritual. Foi um encontro “marcado” ainda na Espiritualidade Maior.

Diante dos olhos marcantes e profundos de Tia Neiva há um imenso silencio quebrado por uma frase de Tia Neiva:

        - Minha filha! Dê-me este objeto que carrega em sua bolsa. Não mais é necessário que você o carregue! (Era uma espécie de amuleto, ou patuá que teriam oferecido a aquela Senhora viúva... Maria Edelves).

***

Ao remontar séculos, vamos encontrar na Península grega, no Oráculo de Delfos, uma Pitonisa que sentada em um tripé, imerso em vapores de eucaliptos: Pitya, a pitonisa que desafiaria o grande Leônidas, fazendo rufar os tambores. Ali estava também sua leal companheira, hoje Mestre Edelves.

Em Esparta junto com as Yuricys, Edelves saia com suas contemporâneas, acolhendo e levando os soldados para a serem curados das feridas causadas pelas batalhas sangrentas. Foi também uma rainha cigana poderosa.

No Vale do Amanhecer estava sob a tutela e guarda direta da Clarividente. Primeiramente foi classificada como Apará, até sua missão se delinear no momento então vivido, mas logo surgiu a Ninfa sol Edelves. Condiçao em que esteve ao lado do Mestre Sumanã, Michel Hanna,  na implantação e manutenção do Trabalho de Tura. No inicio da implantação da Doutrina no Vale do Amanhecer chegou a comandar trabalhos, ainda como Ninfa Sol.

A cada novo Ritual implantado, era chamada pela Clarividente para fazer a primeira invocação do mesmo.

Em 1978, com a formação dos Adjuntos e povos, é consagrada como Adjunto Yuricy Koatay 108 Herdeiro Triada Harpázios. É a única orixá feminina em meio a muitos homens.

Espartanos novamente juntos na missão simétrica do Simiromba de Deus, Seta Branca.

Nasce a falange de Yuricy e Edelves na força do Ministro que lhe dá o nome. Não é a Primeira da Falange, é sua Regente! Junto ao Primeiro Cavaleiro da Lança Faleiro Verde e da Guia Missionária Avalciara Verde compõe a força das Yuricys: A volta das Flores do Campo.

É designada por Tia Neiva aos grandes desenvolvimentos. Sob sua condição mediúnica as Ninfas são preparadas para receberem Pai Seta Branca, nos Rituais de sua Benção mensal.

Em 1985 é classificada como Arcano e Regente de Koatay 108. Coordena as Falanges de Yuricys e Príncipes Maias

O Adjunto Yuricy, Mestre Edelves, em 1985 em uma homenagem no aniversário de Tia Neiva, no dia 30 de outubro, é abraçada pela Clarividente que lhe diz: “Esta minha filha! Eu a amo de um modo especial”...

Quinze dias depois, Mestre Edelves choraria o desencarne de sua amiga e Mãe Mentora.

Mestre Edelves fica com a responsabilidade espiritual de conduzir as Yuricys, Príncipes Mayas e preparar as Ninfas para serem Jandas. Detentora de uma disciplina extremamente rígida é admirada por todos os médiuns. De ação enérgica, nunca se omitiu diante de situações “anti-doutrinárias”.

Com transito livre entre os Trinos Presidentes, mesmo no alto de seus oitenta anos, não deixava de cumprir sua missão espiritual.

A cada Primeiro de Maio, à frente de Príncipes Maias e Yuricys, emitia a Emanação de uma Grande Rainha. Os Médiuns perfilados no Solar da Estrela Candente aguardavam que sua Emissão e Canto que pareciam emocionar também os céus. Ficará em nossas mentes e coração a abertura de sua emissão: “Jesus quem te fala sou eu, a menor de tuas servas, que pede e implora sua força sob todo poder. Eu, Jaguar, primeira Ninfa Sol da Falange de Sublimação, Adjunto Yuricy Koatay 108, Herdeiro Triada Harpázios Sétimo Adjuração Arcanos Rama 2000, Mestre Edelves”.

Ficará em nós sua força, honestidade doutrinária, e como no Primeiro de Maio uma parte de seu canto: “... Que será para sempre o canto da Yuricy...”

Gilmar

9 comentários:

estava na fila para a consagração de adjuntos, madrugadinha ainda. veio vindo uma força, uma presença, uma energia, fiquei tonto. ao passar por mim perguntei a um amigo quem era aquela senhora (era minha primeira vez no Templo Mãe), ele respondeu baixinho: Edelves! calei-me feliz por tamanha herança transcendental ali, diante de mim!

Com todo amor, me emocionei com este relato. Sou Yuricy Sol de td meu coração! Tive a honra de conhecer e aprender com Mestre Edelves nas reuniões das Yuricys aos domingos. Sou apaixonada pelo Canto da Yuricy, e tb pelo Cavaleiro da Lança Reino Central! Um grande abraço aos filhos de Pai Seta Branca!

Deve ser realmente emocionante, para quem teve o privilégio de conviver com as pessoas que trouxeram suas heranças transcendentais e suas forças para que a doutrina do amanhecer se formasse. Nós que começamos hoje, e já achamos tudo edificado, e temos que simplesmente colocar nossas armas para trabalhar ficamos nos lamentando, achando dificuldade em tudo. Muitos reclamam que estão insatisfeito com o presidente, outros com um mestre ou com uma ninfa, e por ai vai a choramingança, para justificar a preguiça e a falta de compromisso com o juramento feito no dia da iniciação . É muito bom mestre estas postagens onde o mestre nos mostra a determinação de pessoas fortes e marcantes que fizeram toda a diferença, assim temos a oportunidade de nos espelhar nelas e tentar somar ao invés de querer dividir. Que nosso Querido Pai Seta Branca fortaleça a todos nós jaguares, para que possamos ser dignos de dar continuidade a tão perfeita e linda doutrina.
Salve Deus.

Linda homenagem! Sou grata ao Pai e à Tia por ter estado ao lado de Mestre Edelves e receber suas orientações como Yuricy Lua.
Tempos muito bons aqueles Mestre Gilmar! Continuaremos a ser na Doutrina o que plantamos na vibração do Adjunto Yuricy, caro companheiro de jornada.
Mestre Edelves foi a disciplina e perseverança do Jaguar e hj, o modelo de uma verdadeira filha de Seta Branca.
Muito me honro por continuar o meu caminho como Yuricy.
Salve Deus!!

trabalhei com mestre Reinaldo tb foi consagrado no vale.Hoje so falo com ele por telefone .
mas nao esqueço dos trablhos e quando li esse começo de emissao me arrepiei inteiro, so quem conhece as força desses tipos de trabalho nao esquece

beijos

Jefferson

BOA TARDE CASAGRANDE,EU ESTOU COM UMAS DUVIDAS,E QUERO QUE VOCÊ ME ESCLARESA SOBRE O VALOR DO RETIRO NO VALE.
SALVE DEUS.
CLEOMARA ROSA

Muito Lindo.. Mestre eu queria ver a emissao da Edelves completa...
Se vc conseguir manda para meu e-mail.
lucas_gtba_rbd@hotmail.com
obrigado

Meu Mestre

Tive a honra de participar de uma Estrela Candente comandada pelo sr no Olinda, que Deus lhe cubra sempre com essa paz e que nossa mãe esteja sempre presente em sua caminhada.
Por vontade da espiritualidade minha mediunidade mudou, o Sr tem algum acervo deixado pela tia que explique esse fato. Pois no primiero domingo representei Pytia e sentir que estava me despedindo. Agora vou desenvolver como doutrinadora.
Anunciada Leão ( anunciada.leao@gmail.com

Salve Deus irmãos yuricys,6

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.