terça-feira, 19 de novembro de 2013

Aprendendo a falar menos


Para um Doutrinador, falador nato, normalmente é mais difícil aprender a dominar a língua. Ao menos para mim, foi um processo lento este “amadurecimento verbal”.

Aprender a calar, refletir antes de falar, medir as conseqüências das palavras proferidas, é uma arte que normalmente só o tempo e suas decepções consegue ensinar.

Antes de falar é bom avaliar o momento, se é adequado e se o quê vamos dizer será bom e produtivo.

Somos conscientes de que quando falamos emitimos energia, e esta, assim como uma seta, uma vez lançada não poderá ser impedida de marcar seu destino.

A energia envolta pelo nosso ectoplasma, combinada com a força de nosso plexo iniciático, tem um poder imenso! Podemos desimpregnar a aura de um sofredor, ou destruir o padrão vibratório de um irmão... Este é o tamanho da responsabilidade! Tudo que desequilibramos, teremos que reequilibrar e acreditem: muitos têm que buscar a oportunidade de uma nova encarnação, somente para reequilibrar as palavras que causaram a dor a outras pessoas.

Kazagrande

Dicas:

Devemos ficar em silêncio se não tivermos nada de válido a dizer e também após termos dito educadamente o que pretendíamos.

Guardamos o silêncio até chegar à nossa hora de falar e nos calar quando nos  provocam.

Somente no silêncio podemos escutar a voz de  Deus, e também aplacar a fúria impensada que por vezes tenta nos dominar.

Devemos ficar em silêncio quando nos sentimos tentados a falar mal de alguém, calando perante a tentação que pode nos levar a ferir com palavras ou a criticar  negativamente.

Devemos ficar em silêncio o tempo suficiente para pensarmos, antes de  darmos uma resposta.

5 comentários:

O silêncio em muitas ocasiões torna-se a nossa prece. O nosso lema é: "Ver, ouvir, sentir e calar". Alerto, também, para não deixar o pensamento "falar" quando se trata de um julgamento e ou algo negativo.
Salve Deus! Adj. Sumaro

Mestre um tempo a atras sem mais nem menos uma pessoa sem nem conhecer começou a dizer coisas jogando indiretas e insutos ,mas mesmo assim fiquei calada levei meus pensamentos a Deus,porque tive muito vontade de parti para cima,mas ai me perguntei cade minha aulas todas de tolerancia e amor eu fui testada e conseguir por em pratica tudo que nossos mentores nos encina sou homana mas acima de tudo uma missionaria,mestres quendo forem agredidos nao cai no mesmo padrao daquele pessoa voce tem que ter amor foi o que fiz mesmo tremendo toda na hora sai .e era um missionario como eu mas DEus estar em todosos acredite voce pode controlar sua raiva.Salve Deus n.l

essa texto era tudo q eu precisava ler, antes de uma possível conversa difícil com alguém. não podemos usar das palavras pra ferir alguém q de certa forma, julgamos culpados por um sofrimento nosso.
sei q ainda guardo um pouco de mágoa(estou removendo do coração. ainda nao consegui remover tudo, mas estou removendo). não vale a pena tentar feri-la ou fazer se sentir culpada.
hj tô ciente de q se algum dia tiver a oportunidade de conversar com essa pessoa, farei de tudo pra agir de acordo com esse texto. nao vale a pena usar dessa arma para ferir, e sim pra construir

Só Deus na sua infinita miséricordia nos da a graça para driblarmos a furia que esta dentro de nós e nos faz refletir nas horas de domarmos este instrumento que pode servir para falarmos o que é bom e o que é ruim pra matar ou fazer viver.Jesus nos abençoe nessa horas infelize ou felizes de nossas vidas.
Ninfa sil ismênia templo mãe.

Texto maravilhoso! Obrigado por compartilhar.

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.