sábado, 11 de junho de 2016

Tolerância de Preto Velho


Após umas três horas no atendimento de pacientes dos Tronos, sentei-me ao lado de Pai Zé Pedro das Águas para tomar sua bênção, na intenção de terminar o trabalho:

- Meu querido filho, você ainda pode atender mais um paciente?

- Claro meu Pai!

- Então levanta, que é hora de verificar se você vai poder levar os seus bônus deste trabalho que realizamos.

Levantei-me e um paciente, com cara de poucos amigos já estava a caminho de outro Trono, parou e resolveu ficar ali mesmo.

- Salve Deus! Meu irmão, este é Pai Zé Pedro das Águas, diga seu nome e sua idade por favor.

- Eu já sei o caminho Mestre!  - falou com certa arrogância, já estendendo as mãos.

Mudando por completo sua maneira empertigada falou com toda suavidade ao Preto Velho:

- Salve Deus, meu pai! Minha vida está um caos, por favor me ajude a sair desta situação que me encontro e que o senhor já sabe bem qual é. Só quero poder ter condições materiais de poder trabalhar espiritual sem me preocupar com o sustento.

- Salve Deus, meu filho querido. Todas nossas dificuldades, dores, provações, doenças, melancolias, podem ser curadas pelos remédios que tem em suas mãos. Você é um Filho de Pai Seta Branca e jamais vai passar qualquer problema só “por acaso”. Sempre existe uma razão, uma lição a ser aprendida.
- Mas eu já sofri o bastante, aprendi o quê precisava e não vou mais errar. Só quero é ter dinheiro para não me preocupar e poder dedicar-me integralmente a esta missão.

- E não é o quê todos dizem querer meu filho? E todos são iguais perante o Pai. O trabalho dignifica o homem e lhes dá as condições de encontrar seus verdadeiros pontos de desequilíbrio para serem reajustados com a lição aprendida...

- O senhor não está entendendo!!! – interrompeu já irritado – Eu quero sua ajuda para solucionar os problemas e poder trabalhar espiritual! Só isso!!! Estes outros aí querem se dar bem, eu só quero poder trabalhar espiritual!!!

- Entendi sim meu filho. Recorde que o julgamento é o pior desajuste e este nego véio está tendo a permissão de lhe dizer que é justamente esta a lição que lhe falta aprender.

- Doutrinador! Você não vê que aqui não tem Preto Velho! Eu sou um Rama 2000, e pedi ajuda a uma Entidade e quem está aqui não me diz nada!

No mesmo momento visualizei minha mão voando no ouvido do cidadão! Claro que isso não aconteceu, mas que eu senti vontade eu senti. Deixei que ele se levantasse e saísse meio tonto pela vibração recebida, parando em outro Trono que ele viu sem paciente e sentou sem ser convidado.

Trêmulo, sentei-me de novo ao lado de Pai Zé Pedro.

- E então zifio? Num deu para passar no teste, não foi?

Com lágrimas nos olhos admiti:

- Não meu pai, por mim mesmo eu teria plantado a mão no ouvido dele.

O Preto Velho sorriu:

- É meu filho, ainda falta! Mas você estava preparado para evitar o pior. Agora ele saiu daqui já sem a energia pesada que carregava e vai poder conversar com outro Preto Velho e ouvir a mesma verdade. Se ele fosse para outro Trono o resultado poderia ser bem pior. Esta passagem não vai ficar guardada na mente deste aparelho, e não conte a ele viu? Saia feliz e mantenha o equilíbrio.

Terminamos o trabalho e fui com o Ajanã tomar um café! Quando terminávamos o pão de queijo, entra o impensado mestre, sem dizer nada me abraça e pede perdão, depois vira para o Ajanã e diz:

- Me perdoe meu irmão, sua Entidade estava certa, por favor não guarde rancor.

O Ajanã, claramente confundido disse que estava tudo bem.

Depois perguntou:

- Que deu nesse aí?

E eu respondi:

- Sei lá! Acho que veio trazer nossos bônus!

Kazagrande

11 comentários:

kkk, cara, muito show, valeu mesmo

pois é todos só queremos ouvir as coisas boas, temos esse defeito!!!!!!!!! e a verdade doi mas tem que ser dita!!!!!!!, obrigado kasagrande por mostrar essas vedades para nos jaguares!!!!

Pior que isso acontece muitas vezes
alguem chega e agradece agente depois de um trabalho
e ficamos meio sem entender o porque daquele agradecimento
+ Sauve Deus se fosse ficar gravado tudo na mente do aparelho
agente ficava louco
ia ter doutrinador correndo atraz de Ajanã na rua.
Más graças a Deus a espiritualidade é perfeita
e nos dá a oportunidades de passar por certas intemperies
para testar nossa tolerãncia e amor incondicional em nossos
trabalhos espirituais e em nossa vida cármica.

Sauve Deus meu irmão Kazagrande que Jesus possa sempre iluminar sua mente e seu coração e tua jornada reunindo essa energia do conhecimento a vc e a todos que aqui chegam neste grandioso Blog atingindo uma imencidão de coraçoes amigos irmãos em Cristo Jesus.
FIQUE COM DEUS

Salve Deus!

Repetindo o alerta para postagem: Comente com amor! Contrua e nâo destrua! Críticas assim serâo sempre bem vindas.

Todos os demais questionamentos, que necessitem de respostas, por favor enviem diretamente para meu email: kazagrande@bolivia.com - pois nao serâo publicados neste espaço.

Infelizmente este espaço de comentários é pequeno para todas as respostas, mas respondo a todos os emails sempre.

Um fraterno abraço,
Kazagrande

Salve Deus meu mestre!!!!!!

Fico cada dia mais encantado com suas postagens, pois reflete um pouco de cada um de nós...

Esse texto relata coisas vivenciadas por muitos de nós ajanãs, muitas vezes mestres e pacientes vem ao nosso encontro depois da incorporação das entidades para nos agradecer minha resposta é sempre a mesma... SALVE DEUS, AGRADEÇA A PAI SETA BRANCA PELA OPORTUNIDADE DE TER SIDO ASSISTIDO POR UM ESPIRITO DE LUZ.
Sempre respondo dessa forma, pois jamais deixarei com que a vaidade entre dentro do meu coração até porque no momento de minha incorporação deixo meu mentor (Pai Joaquim de Aruanda), trabalha, pois sou um mero aparelho utilizado pela espiritualidade para levar o amor, a caridade, a humildade pra dentro dos Corações daqueles que precisam, tanto dos nossos irmãos encarnados quanto para nossos irmãos desencarnados.

Salve Deus Mestre Kasagrande, que Pai Seta Branca continue te iluminando.

Anderson Pessoa
- Jacoã do Amanhecer - Goiana -PE

Salve Deus meu querido irmão Kazagrande!
Realmente isso é verdade. Às vezes achamos que trabalhamos atendendo 03, 04, 05 pacientes e já está bom. Precisamos ter sabedoria de entender com amor que aquele espírito de luz que recebemos veio fazer a caridade segundo a vontade e permissão de nosso Senhor Jesus Cristo. Somos muito pequeninos na obra do Senhor. E que todos os dias seja assim. Que nós sejamos diminuídos para que o Senhor seja glorificado!

Salve Deus Mestre Kasagrande!Uma das minhas preocupações como mestre Apará, é lembrar de tudo o que o meu Preto velho passou na mensagem. Muitas vezes fico preocupado e peço a Pai Seta branca que não me permita que eu esteja enganando. Gostaria de ler comentário seu a respeito desse cómportamento.
O menor dos Jaguares, aagradece em cristo Jesus.
Gamurio do Amanhecer - Eusebio - Fortaleza-Ce.

Salve Deus irmão Kazagrande! Mais uma postagem que nos brinda com a luz divina em nossos caminhos de missionários. Semelhança incrível com o que aconteceu no Templo Aleso do Amanhecer em Aracaju/SE. Mestre em dificuldades materiais perguntando à Entidade de Luz, Pai João de Enoque das Cachoeiras, o que mais deveria fazer para obter emprego, já que se dedicava muito aos trabalhos espirituais dentro da Lei do Auxílio. Resposta também semelhante ao relatado. Lembro-me de algumas passagens, acreditando que meu mentor tenha me dado esta permissão para que eu pudesse também aplicar estas bênçãos vindas do céu a minha vida material.

Que a Glória do Nosso Senhor Jesus Cristo Caminheiro continue o inspirando e dando forças para ajudar a todos nós missionários cármicos de Pai Seta Branca.

Salve Deus mestre Kazagrande! Queria tirar uma duvida, foi algo que me aconteceu, sou Ajanã e uma certa vez um paciente, falava e falava, e perguntava muitas e muitas coisas, e meu preto velho (Pai João de Aruanda) respondia tudo, com muita paciência, o paciente perguntava coisas da espiritualidade como "preto velho como é ai nos planos espirituais, eu posso encarnar com outro sexo, preto velho tb tem esposa..." esse tipo de perguntas, e também perguntas pessoais, e isso perdurou segundo minha ninfa, cerca de 1 hora e meia... enfim, após alguns dias... fui advertido por um outro mestre que tem mais tempo de doutrina que eu, ele disse que meu preto velho deveria falar menos, que eu deveria controlar esse tipo de comunicação, pq as vezes o paciente pergunta coisas de mais e não é necessario deixar o preto velho responder tudo... eu aceitei a critica, porém na minha consciência eu não aceitei, pois acho que não devo interferir, "calando a boca do preto velho" fazendo o julgamento de quando ou quanto tempo o preto velho deve falar ou não... gostaria de sua opinião enquanto a isso... obrigado desde já. Salve Deus

Sou ainda um branquinho e certa dia uma mulher sentou no trono , fiz a limpeza e conversei com ela.
Mas eu estava confuso achando que tudo ali dito era obra da minha imaginação.
Quando dei a bênção a ela e que ela levantou eu senti uma energia muito grande seguida de uma luz lilás muito intensa e eu disse ao doutrinador, que luz tão linda é do povo de aruanda.
Terminei meu trabalho e sai do trono e ali meio sem graça, pra falar a verdade meio com vergonha pois achava que tudo que falei era coisa minha e não de um preto veio.
Já terminando os trabalhos da casa essa moça foi convidada a ir aos tronos, o que eu não sabia que ela era uma ajana e estava ausente da casa. Quando ela recebeu a entidade veio vovó Catarina de aruanda, nesta hora uma lágrima veio em minha face, e o doutrinador olhou pra mim é disse.
Ela é uma ninfa da casa e o que vc falou e sentiu foi nada mais que espirito e verdade.
Salve Deus.
Cada dia que passa eu me sinto mais realizado nesta doutrina.

Ser Apará!!!! Que missão grandiosa e séria!!!
Devemos nos entregar,contudo controlar.Contudo o tempo faz com que a simbiose com o Mentor seja tão grande que mts vzs somos surpreendidos com a espiritualidade maior!!
Já passei por problemas semelhantes nos tronos que se me contassem que iria acontecer antes do atendimento sequer sentaria neles.Todavia quando estou incorporada me sinto assistida e muito segura!
Desta forma deixo minha preta velha resolver problemas inusitados,atender gente nervosa,revoltada,incompreensíva. É nessas horas me sinto uma felizarda!!! Tds saem de lá melhores do que chegaram!! E vejo que não sou ninguém pq se fosse por mim, tb já teria plantado a mão em mts irmãos que chegam e cobram dos Pretos velhos soluções para vida deles, como se eles fossem obrigados a resolvê-las.Contudo mts vzs fico entorpecida e com o senso crítico tão alterado que não consigo julgar, sequer me irritar, sinto um certo cansaço na hora de pensar em o que responder e acho q as vzs até devo dormir...sei lá! Pois não consigo lembrar e discernir tds atendimentos com clareza..Mts vzs nem sei qnto tempo trabalhei ou qntos pessoas atendi!
Graças a Deus temos esses abnegados mensageiros que atendem os pacientes e nos deixa extremamente tranqüilos e completamente Zen...pois se assim não fosse sairíamos dali sentindo um peso enorme nas costas dos problemas que são levados até nós!
Ah..tb qndo me procuram..beijam minha mão ou dizem que estão melhor, sempre digo que não sou eu!! Digo para agrader a espiritualidade maior,o mentor,Pai Seta Branca e Cristo Jesus.
Salve Deus!

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.