quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Dúvidas no Trabalho de Prisioneiros (Rep. a pedido)


Infelizmente existem mitos que circulam como verdades em nossa Doutrina, oriundos da má interpretação ou das construções pessoais dos que não sabem a resposta, e a inventam para os mais novos.

Posso lavar a Indumentária de prisioneira no período do trabalho?

SIM! Não só pode, como deve! Imagina só... Sete dias, ou mesmo quinze nos Templos do Amanhecer, suando e trabalhando em uma mesma roupa! Nem o irmãozinho vai agüentar o cheiro. As recomendações são simples: Não devemos misturar a indumentária de prisioneira com as outras roupas, somente isso. Enquanto está em uso é importante que seja lavada separadamente, de preferência a cada dia de trabalho realizado. Quando não está em uso, também não deve ser guardada junto com as outras roupas comuns. Aos Jaguares, imaginem uma camisa preta, sol a sol, Abatás, Estrelas, Mesa, Tronos... Salve Deus! No terceiro dia já está dura de pó e suor. Tem que lavar sim!!! Nossa Mãe fazia questão que todos estivessem limpos e bem vestidos, foi isso que aprendemos. Prisioneiro não tem regalias em seu colete e nem nos trabalhos, mas deve sim apresentar-se limpo na simplicidade da sua roupagem.

Disseram que não posso entrar em casa com a roupa de prisioneiro, é verdade?

Salve Deus! O correto é que a roupa fique em sua bolsa ou vá direto para o tanque de lavar, não deve ficar transitando com ela dentro de sua casa.

Quando passamos pela libertação devemos deixar a indumentária sete dias do lado de fora de casa?

Meus irmãos e irmãs, é claro que ocorre um impregnação energética naquela roupa, mas depois que você se liberta, aquela energia é liberada. Havia sim a recomendação de Tia Neiva que a deixasse do lado de fora da casa após a libertação, mas somente naquela noite! No dia seguinte, lavar, passar e guardar! Imagine no caso de um jaguar que só tem uma camisa preta... Vai ter que ficar sete dias sem trabalhar logo depois de ser libertado? Claro que não!

O quê é aquela estrela de Doutrinador ou Apará que vejo alguns prisioneiros usando?

Aquela estrela é para a identificação da mediunidade do Jaguar. Deve ser colocada para facilitar sua identificação nos setores de trabalho. Principalmente o Jaguar, pois a Ninfa ainda pode ser observada pela correntinha. Já entre um Doutrinador e um Ajanã, a identificação é mais difícil. Esta estrela não serve para colocar nos coletes!!! Você não vai ficar com cara de autoridade usando uma estela indevida no seu colete, que claramente já identifica sua mediunidade. Portanto nada de alimentar uma falsa vaidade de xerife.

Devo queimar imediatamente os cadernos de bônus após o trabalho?

Não! Deve guardá-lo com todo carinho e respeito! Uma caixa apropriada, abaixo do seu Aledá, é uma sugestão. Queimar? Ali está o registro de um valoroso trabalho dedicado a um irmãozinho e além do mais, podem utilizar estes cadernos em seu próprio benefício, seguindo as orientações de nossa Mãe a respeito deste assunto (publico estas orientações em um outro texto).

Posso ter sexo durante o período de prisão?

Salve Deus! Respondo com uma pergunta para simples meditação: E se seu companheiro(a) não for da Doutrina? O quê vai pensar de você 7 ou 15 dias de abstinência saindo quase todos os dias e voltando tarde? Creio que está respondido, não é? Pode sim! Seu comportamento deve ser o mais natural possível para que seja avaliado pela realidade de sua atual encarnação, e não mascarar a situação para “libertar-se” de um cobrador.

Posso fumar e pedir bônus?

Considero uma falta de respeito. Se você fuma, retire-se por um momento para praticar o seu vício. Não posso responder sobre qualquer proibição a respeito disso, mas posso afirmar que jamais pediria bônus a um Mestre, ou Ninfa, que estivesse fumando, afinal aquele é um momento da personalidade dele, e um trabalho espiritual é realizado em sua Individualidade. Não são compatíveis as duas situações.

Kazagrande

20 comentários:

"Libertadores" esclarecimentos.

Salve Deus! =)

Muito bom mestre! E ainda tem muitos mitos com relação a este trabalho! Um abração!!!

Salve Deus mestre,há uns desoito anos atrás,quando assumi a minha primeira prisão :diga-se de passagem ,que nunca houve a tal libertação: Assin imagino;Fui questionado três vezes ,devido a minha postura,não sabia se ficava com as mâos cruzadas para traz,cruzadas à frente ou soltas enquanto se pedia bônus.resumindo ,nâo completei o trabalho,quase saí da doutrina e ainda fiquei com as duvidas.Agradeço se tiveres algun esclarecimento à respeito.

Salve Deus irmãos queridos, sou Mestre Aganaro do Olinda do Amanhecer e estive observando os comentários, digo esplicações a respeita do trabalho com prisioneiros (as) da espiritualidade maior.
gostaria de acrescentar que este tipo de dúvidas sempre surgi por parate dos Mestre quando assumem suas prisões, e por isso é que vejo uma grande necessidade de que os prisioneiros sejam esclarecidos sempre. Dúvidas sempre vamos ter por mais que sejamos esclarecidos!. Até porque todos os dias sempre teremos novas revelações da espiritualidade maior.
espero que este grupo de esclarecimentos continuem sempre assim firmes e esclarecedor do que ´significa o trabalho com prisioneiros em nossa Doutrina. Salve Deus
Adj. IPURÊ MESTRE ENOQUE

Achei otimo este assunto tira muita duvida das pessoas.

Salve Deus, Mestre!
E sempre de grande preciosidade seus ensinamentos, tinha muitas dúvidas quanto ao trabalho de prisioneiro agora já me sinto devidamente segura no caso de assumir o mesmo.

Grata.

Salve Deus! meus irmãos, pertam mais uma vez poder falara do assunto trabalho com prisioneios (as).

Este inicio de semana surgiu um dúvida por parte de um prisioneiro. Ou sejo o Mestre prioneiro foi a preso no sábado e no domingo de manhão foi ao templo assumiu sua prisão com forma serta, abriu sua coleta de pedido de bônus, e logo Depos encerrou foi para casa, e final da tarde do mesmo dia (digo) domingo, voltou ao templo abriu o pedido de coleta de bonus e foi pedir bônus ao mestre que já tinha lhe consedido bônus no horário da manhã, o mestre solicitado não quis dar bônus ao prisioneiro porque jáo tinha consedido bônus.
Razão entendeu que erra errado, dar bônus ao mesmo prisioneiro duas vezes no mesmo dia!...
Eu pergunto o que meus irmão acham? serto ou errado?

Meu ponto de vista.
para mi na condição de Mestre Aganaro que sou o prisioneiro esta sedrto em pedir bônus ao mesmo mestre que já tinha lhe consedido os bônus no primeiro horário.
Explico meu rasciocinio: Primeiro o prisioneiro abriu a coleta de bônus, pegou alguns bônus, encerrou e foi para casa e voltou ao templo no fianl da tarde abriu novamente os seus trabalhos de coleta de bônus e foi coletar seu bônus para sua libertação.
como eu vejo pela lógica, ou seja, comparo a divião de um dia para o outro.

Gostaria de saber o parecer dos meus irmão, Salve Deus.
Adj. IPURÊ Mestre Enoque, Olinda do Amanhecer.

Salve DEUS!
As minhas duvidas sobre o trabalho de Prisão foram todas respondidas.
Que o Mestre Jesus te ilumine a cada dia na sua jornada!!!!

Salve Deus!

Sempre tive muito receio diante deste trabalho, é um trabalho como tantos outros de uma sériedade ímpar, quando estamos com a roupagem de prisioneiro somos detectados pelo nosso cobrador que aguarda de nós o que existe de melhor em tudo exercemos neste período.

Um mestre um dia relatou-me sua experiência diante de um trabalho de prisioneiro:" Sempre brincalhão , circulava pelo Templo, solicitando bônus, e reunindo-se em grupinhos através das brincadeiras e piadinhas muitas vezes enadequadas ao trabalho realizados. Inúmeros momentos os mestres veteranos passava e, advertia-o que sorrindo infantilmente permanecia nos bate-papos comprometedor a situação. No dia seguinte fui resolver diante de uma agência bancária a resolução de um empréstimo que o levaria a outro estado quitando um débito familiar que muito lhe atormentava .Quando saía da agência três motoqueiros o cercaram, levaram o dinheiro e, ainda lhe acertaram com uma coronhada e um chute na boca do estômago".

Fico me perguntando, SERÁ QUE FOI O RESULTADO DE UM TRABALHO SÉRIO REALIZADO EM TOM DE BRINCADEIRA?

Gostaria de saber quando estou prisioneiro pedindo bônus, se outro mestre chegar e pedir bônus também, posso conceder ou aguardar os bonus colhidos para depois da.

Kasagrande, Salve Deus, gostaria que voce enviasse para o meu email (paulinookazaki@gmail.com) o "livro minha vida meus amores" em PDF, pois não consegui encontrar em seu blog o mesmo.
Fique com Deus
Abraço
Paulino (da lojinha do jaguar do templo Gamurio do amanhecer)

Salve Deus ! pesquisei com o adjunto Atumarê mestre Nélio(atual representante do ministro Umaytã) sobre o trabalho que se faz com cadernos de prisioneiros usados em prisões anteriores , creio que é importante saber. O m. Nélio como creio que todos sabem foi o 1º mestre que implantou o trabalho de libertação(julgamento e aramê) e o 1º responsável do turno aganaros e recebeu direto de tia Neiva os ensinamentos a seguir: segundo m. Nélio primeiro vc prepara uma mesa com um pano branco(limpo , não precisa ser virgem , mas limpo), monta um ponto de força(vela+copo c/ agua+pires), abre-se os cadernos em cima da mesa(no máximo cinco 5), faz a sua emissão e a seguir oferece aos mentores responsáveis por este trabalho que destinem as energias daqueles trabalhos(cadernos das prisões)em benefício do que lhe convier ,por exemplo: hospitais , presídios , manicômios , pode pedir pra si próprio ou terceiros ,para cura , fins materiais , espirituais etc... , feito este registro da finalidade do pedido vc faz a prece simiromba que irá fechar o trabalho. em seguida deverá queimar os cadernos e jogar as cinzas em agua corrente , o ponto de força também após a queima da vela deve descarregar em agua corrente. Se forem muitos cadernos tipo 20 , 30 , 50 .... deverá fazer por etapas a cada cinco cadernos em dias distintos até encerrar ou como desejar .....obs: segundo Nélio a energia nestes cadernos pode persistir por 30 anos ou mais , o que não pode é jogar fora ou queimar os cadernos de Bônus que serviram para suas libertações passadas sem o devido trabalho. Bom segundo Nélio esse foi o ensinamento recebido direto de Tia Neiva e que ele ensina até hoje , um abraço a todos.
espero que a informação tenha sido útil a quem precisar dela.
atenciosamente adj Neubos m. João Spósito - Brasília/DF - templo mãe jlsposito@hotmail.com

salve Dios maestro le agradesco de todo corazon por tan buen material que puso refente a este lindo trabajo ,la verdad que nadie nace sabiendo y se le agradece mucho por esta preciada informacion.

e bom sempre orientar sobre isso,em templo patário recebemos essas orientações do mestre tavares ..muito bom

Salve Deus!

Como saber se apos o trabalho de arame houve a libertação ou não?

Salve Deus!

Como saber após o trabalho de arame se houve a libertação?

como se deve fazer o encerramento do trabalho de arame no dia do ritual,ja que entregamos a ataca salve D EUS

QUERIA SABER SE O PRISIONEIRO NA CONTAGEM NO FINAL DOS TRABALHOS NO TEMPLO TEM BONUS

PRISIONEIRO TEM BONUS NO TRABALHO DE CONTAGEM O ADJUNTO AQUI FALOU QUE NAO TEM WUAL ESTA CERTO ME AJUDEM SALVE DEUS

pode um adjunto presidente prender todo um turno??

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.