terça-feira, 22 de março de 2011

Carta a uma Ninfa no Desenvolvimento


Tudo tem seu tempo! Você sente suas Entidades, emociona-se com a presença Divina, mas ainda lhe falta um pequeno detalhe: Segurança!

Somente isso!

Para chegar a este necessário fator, que abrirá definitivamente sua mediunidade, vai precisar seguir alguns simples passos.

Primeiramente desprenda-se de seu passado! Ele já passou, nada vai mudar se você se mantiver presa às amarras do que possa considerar erro. Afinal, erro é somente o que pesa em nossa consciência. Liberte-se de uma vez e tire de sua cabeça os pensamentos que “lhe assopram” dizendo que você “não seria digna de tal grandeza”, de ser um receptáculo de um espírito de Luz.

Nenhum de nós na verdade é totalmente digno! Todos temos nossas falhas, nossas faltas, mas nosso compromisso é semearmos o bem! Viemos com a mediunidade programada em nossa encarnação justamente para superarmos o passado, desta e de todas as outras encarnações.

Muitos dos primeiros médiuns que acompanharam Tia Neiva era pessoas totalmente desregradas e que na Doutrina encontraram a fortaleza da mudança que precisaram. Liberte-se do passado e lembre que quando estiver de uniforme não será mais você, espírito encarnado, mas sim a sua Individualidade! Um espírito com dezenas de outras encarnações e passagens por este plano. Veterana de grandes experiências e hábil para despertar o seu transcendente e semear o bem.

Jamais uma Entidade de Luz dirá que você deve “mudar a fita”! Salve Deus! Este é um dos primeiros sinais que existe um animismo ou mistificação. Nossos Pretos Velhos e Pretas Velhas se manifestam dando conselhos sem jamais interferir na jornada de cada um. Nunca dão uma decisão, ou se colocam como donos da verdade. Não dê ouvido a isso!

Voltando a sua necessidade de segurança... Veja bem, nossa incorporação é consciente. Você não vai simplesmente “apagar” e deixar a Entidade tomar conta de seu corpo. O que se passará, na verdade é uma projeção que no momento da incorporação será totalmente consciente. Você sentirá o desejo de mover seus braços e mãos, mas se não der o primeiro passo, isso não acontecerá.

Sentirá repetir-se em seus ouvidos a frase “Louvado seja Nossos Senhor Jesus Cristo”, mas se não der o primeiro passo para falar, nenhuma palavra sairá forçosamente de sua boca.

É preciso que você dê o primeiro passo! Que fale, que mova os braços e as mãos! É você que irá dar o primeiro passo! Depois de liberada esta “permissão” para Entidade, tudo irá se passando com mais naturalidade. Acontece de uma forma como se só você estive no “comando”, mas depois da incorporação irá perceber que “misteriosamente” as lembranças desaparecem... Se desvanecem, é o termo correto.

Nunca irá passar de você “apagar” e descobrir o quê passou quando forem lhe contar (isso é papo de gente vaidosa)! Você estará consciente de todas as palavras que disser, de todos os movimentos, de tudo que ouvir, tanto do paciente, quanto do seu Doutrinador. O processo é ao inverso, a inconsciência vem DEPOIS da incorporação! Vai se apagando tudo e só fica em sua mente o quê foi deixado para seu proveito.

Kazagrande

7 comentários:

Salve Deus, Mestre!
Como é maravilhoso, hj, termos em vc esse poço de tão belas e necessárias orientações.
Epero que cada irmã ninfa possa ter acesso a essas palavras. "O conhecimento nos liberta..." e é isso que vc está nos proporcionando: a libertação para o melhor exercício da mediunidade.
Muito obrigada por tudo que nos oferece com tanta firmeza.
Felicidades!!!

Que Jesus Divino e Amado Mestre lhe pague pela caridade.

Salve Deus, Mestre Kazagrande!
Tenho a um tempo acompanhado o Exílio do Jaguar, embora nunca tenha comentado suas postagens...
Sabemos que a internet é muito aberta, cada um pode escrever aquilo que bem entender, mas o Exílio do Jaguar é um espaço sério, de troca, que não tenho receio algum de indicar aos mestres e ninfas com quem tenho contato...
As informações que aqui encontro são, sem dúvidas, esclarecedoras e geram muitas reflexões... também são de grande valia no meu trabalho como instrutor.
Parabéns! Que Pai Seta Branca continue iluminando sempre!

Adj. Adávio - mestre Ricardo Fiuza,
do Templo Anoro do Amanhecer - Araguari - MG

SALVE DEUS que JESUS lhe ilumine

Salve Deus, amei esse esclarecimento, pois estou em desenvolvimento como apará e fico na duvida, as vezes me pergunto será q estou incorporada mesmo? Por que é tão simples e ao mesmo tempo complicado. Mais me ajudou muito essa postagem sua. Salve Deus. Adriana Alves

Salve Deus Mestre, suas palavras transparecem a sua imensa sabedoria e ilustra um pouquinho da sua dedicacao com esta linda missao que tens nas suas maos.

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.