domingo, 13 de março de 2011

AS FILAS E A HIERARQUIA


Muitos acreditam que hierarquia é a classificação que lhe foi dada, e por isso correm desesperadamente atrás dela. Não vêem a hora de poder estar “na frente da fila”!

Aí eu pergunto: para quê?

A necessidade de estar na frente de uma fila é somente quando se exige a presença de determinado Adjunto, ou mesmo um Comandante que precisa se antecipar na preparação de seu setor de trabalho. Em outras ocasiões, todos são médiuns em busca de trabalho e possuem exatamente as mesmas condições de realizá-los.

“Eu tenho que passar na frente”... Para quê? Repito!

Hierarquia de verdade é uma conquista, e não uma imposição pelas medalhas do colete! Um Mestre, independente de sua classificação, que está presente nos trabalhos e verdadeiramente trabalha, é que tem a real preferência.

Os que conquistam sua hierarquia compreendem que não necessitam se impor pela força da classificação e sair “pedindo licença” para passar na frente. São naturalmente aceitos e respeitados, e todos nós devemos abrir o caminho para que passem sem sequer solicitar. Afinal, algo que devemos primeiro aprender é sobre humildade! Um Adjunto naturalmente se posiciona e é aceito pelo que representa: conquistou um prefixo! Não é sua classificação estampada no colete, e sim sua moral, sua presença, seu comportamento e seu trabalho que abrem o caminho com naturalidade.

Observemos nossos Adjuntos de Raiz, eles jamais saem pedindo “licença” para passar na frente. Conquistaram o respeito e naturalmente se posicionam, ou são imediatamente chamados pelo que representam.

Ao mesmo passo, observamos os que exigem suas posições para dar “duas voltinhas” na Mesa e depois sentarem-se comodamente, esperando o fim do trabalho, com a desculpa de “estar dando oportunidade para os novatos”. Salve Deus! Passar na frente para isso?

Ir para a Estrela formando desnecessárias filas paralelas? Para quê? O trabalho vai ser realizado seja no primeiro ou no último esquife! Como seguir para um trabalho espiritual se preocupando com a posição que vai assumir? Trabalhamos em nossa individualidade e nela não temos a menor idéia de como está nossa “real classificação”.

É hora de pensamos na Doutrina como uma realização espiritual, e não como uma forma de obter um “destaque social”, que não fomos capazes de obter na vida material. Estamos na Doutrina para servir... Só isso! O quê ganhamos não são honrarias físicas, nossos “rendimentos”, nossos bônus, são auferidos de acordo com nossa sintonia, conduta e merecimento em cada jornada. Assim, podemos afirmar que a preocupação com a posição não pode fazer parte de nossa necessária mediunização.

Devemos respeitar a todos de acordo com sua classificação, isso sim! É nosso dever ceder o espaço para quem de direito conquista uma gama maior de responsabilidades e de trabalhos, e precisa estar na frente, justamente para nos proporcionar mais segurança e orientação.

A reflexão vai para os fura-filas, que insensatamente acreditam que estarão em destaque. Na verdade, estarão semeando vibrações, nada positivas, pelo comportamento vaidoso e sem nexo perante um trabalho espiritual.

A todos nós cabe apenas deixar... Deixe que sigam seus caminhos, furem suas filas e se envaideçam sem antes conquistar. Temos a certeza de que todos, mais cedo ou mais tarde, irão evoluir e compreender que nossa doutrina é Cristã e os fundamentos do Evangelho são Amor, Humildade e Tolerância.

Kazagrande

3 comentários:

um jaguar e uma ninfa em verdadeira sintonia com Deus pai todo poderoso não precisa ficar no início da fila para grandes realizações, quanto maior a humildade melhor vc. não acha

Salve deus . numa certa vez na minha primeira escalada . o nosso vice-Presidente me deixou certa vez maguado eu naum sabia direito a fila e ele falou de um Jeito que me deixou Triste ( Voçe por acaso esta Na Regençia ) ele falow de um Jeito nada agradavel Fiz a escala Bastante Maguado com Isso . Mas deus Vai Mostra a ele que eu naum Gostei disso Vamos Ver a sintonia dele de desculpa !

Salve Deus mestres, o que é importante para nós é a busca do equilíbrio fisico e espiritual, so se consegue este equilibrio através do amor incondicional, a busca da armonia do nosso sol interior, esta armonia so é alcansada pelo esforço, vontade de estar em paz com o seu próximo e com Deus. Se queres viver em paz, esqueça o animismo, a vaidade a ganancia de querer ser o que não conquistastes para si mesmo e aprenda com as palavras de Jesus
Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vós encontrareis descanso, pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.