Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2011

RECEBENDO DOAÇÕES

Textos de Anderson Augusto - Mestre Lua
“Mas o que a não soube, e fez coisas dignas de açoites, com poucos açoites será castigado. E, a qualquer que muito for dado, muito se lhe pedirá, e ao que muito se lhe confiou, muito mais se lhe pedirá.” (Lc 12:48)
Em outras épocas o missionário ao receber qualquer tipo de doação pelo serviço prestado, normalmente sofria algum problema físico mais simplório, como uma dor no estômago; era um aviso para um médium ainda despreparado que, eventualmente, deixava se perder em alguma astúcia de seu caráter e na vontade de ganhar.
Atualmente, há muito esclarecimento disponível e maior possibilidade de iluminar muitas dúvidas de conduta. Agir por egoísmo é apenas mais uma opção para os que já detêm a consciência dos ensinamentos do Divino Mestre Jesus. A humanidade desvencilhou-se da época da inocência, e muitas atitudes ardis tornam-se comuns. O verdadeiro Mestre não busca nem o agradecimento daquele a quem ajudou, pois mesmo assim estaria querendo receber…

A questão financeira - 2

Em um texto anterior falamos de proselitismo, ou seja, compreendemos que no Vale não há nenhum tipo de convite público, programa de rádio e tv, e formas de divulgação da doutrina, “chamando pacientes”. Os pacientes chegam por atração magnética, se um templo tem energia disponível, naturalmente atrai pacientes... As Entidades se encarregam de se movimentar para encaminhá-los.
Esta é a melhor maneira de avaliar a real necessidade de ampliar um templo.
Somente ampliamos para acomodar melhor os pacientes e médiuns. O corpo mediúnico cresceu, a quantidade de pacientes aumentou, então sim é hora de construir, de buscar um lugar maior.... Assim fazia Tia Neiva.
Nada de querer construir desnecessários grandiosos templos quando se quer tem um corpo mediúnico em condições de emanar o local!!! Templos enormes com corpo mediúnico pequeno é um sinal perigoso que deve ser criteriosamente avaliado. Algo aconteceu de errado nesta jornada!
Quando a realidade mostra a necessidade se investir no templo e …

A questão financeira - 1

Podemos receber doações para o Templo? - Podemos aceitar benefícios, que parecem ser necessários, para a ampliação da obra e conjunto doutrinário? - Como arrecadar fundos para manutenção e ampliação da missão? - Como agir quando é necessário realizar pagamentos de água, luz, pedreiros, equipamentos, adornos, etc.?
Um médium não pode receber nenhuma recompensa material por seu trabalho mediúnico, isso é patente desde nossas primeiras aulas, desde a palestra inicial antes do ingresso na Doutrina. Porém o tema sobre “dinheiro e doações” é bem mais profundo!
Vamos partir do princípio... Para tecer qualquer comentário sobre este delicado tema, nosso norte será sempre Tia Neiva. Sua jornada no início da missão. Creio que nenhum de nós poderá se considerar melhor que ela, para querer agir diferente, e ambicionar mais do que ela projetava, como clarividente recebendo orientações diretamente de Pai Seta Branca.
Como todos devem saber, sua jornada foi bem difícil. O início em total pobreza na Serr…

UM ANO DE EXÍLIO DO JAGUAR

Dia 14 de Fevereiro de 2010 – “Aniversário de Pai Seta Branca” (Retorno aos Planos Espirituais) – Neste dia comecei a preparar o primeiro layout do blog.
Dia 23 de Fevereiro de 2010 – O Exílio do Jaguar estava pronto e alimentado com os primeiros textos que enviava por email. Um coletânea de outros escritos.
Dia 1º de Março de 2010 – Pela primeira vez começo a divulgar o site, timidamente, apenas entre os poucos contatos que tinha e através do Site do Vale do Amanhecer.
Há um ano atrás, os primeiros textos do Exílio do Jaguar foram postados! Hoje apresento a vocês um breve histórico e um profundo agradecimento.
Foram quase 230.000 acessos e 500 artigos doutrinários postados, perfazendo um total mais de 1.300 páginas digitadas, centenas de arquivos para baixar, entre áudios, vídeos, livros e textos. O total global de acessos, contando as leituras de artigos passados, pelo mesmo acesso, já passa de 650.000.
O carinho e vibrações recebidas me incentivaram a cada dia perseverar nesta pequena j…

As dúvidas do Doutrinador "?"

A Entidade começa a falar com o paciente, e com o barulho do Templo ele não consegue ouvir. Bem, ele pensa: Sei que aí está uma Entidade de Luz, este apará é conhecido, então está tudo bem! Me proteja meu Pai! Certo? ERRADO!!!
Um Doutrinador não pode atender um paciente sem ouvir claramente a comunicação! Vou repetir: Não pode atender nenhum paciente sem saber exatamente o quê está sendo dito ali! É sua responsabilidade, tem que ouvir! Falo de minha experiência pessoal, quando não escuto, pode ser minha Ninfa, em quem tenho total confiança e pelos anos de trabalho sinto claramente qualquer alteração energética, se não escuto, abaixo a cabeça perto do ouvido do Apará e digo bem baixinho: “Salve Deus Vovó! Hoje o Templo está um pouco barulhento, a senhora poderia falar um pouquinho mais alto?” Qual Entidade de Luz vai ficar “chateada” com isso? A Entidade, jamais!
Outro ponto, às vezes sentimos claramente que a energia mudou, é possível que outra entidade tenha se aproximado para atender…

A Missão Básica da nossa Corrente

“Meus filhos, não basta apenas dar peixes às pessoas; é preciso ensiná-las a pescar”... Pai João de Enoch
A Corrente Indiana do Espaço, nome como é conhecida na Espiritualidade, foi formada para a preparação do Homem para o III Milênio, assim chamado porque será o 1º Milênio em que a Lei Crística estará implantada no Planeta, sem a necessidade da dor Cármica.
Essa implantação está sendo feita pela Escola do Caminho do Mestre Jesus. A parte do Sistema Crístico atual é essencialmente Doutrinária, e essa Escola nos ensina como transmitir uma Doutrina. Quem melhor colocou o problema foi Pai João de Enoch, que diz sempre:  “Meus filhos, não basta apenas dar peixes às pessoas; é preciso ensiná-las a pescar”...
A Doutrina do Amanhecer ensina a não ter medo do futuro e nos abre as esperanças de realização desde o momento em que entramos em contato com ela, qualquer que seja o tipo de relacionamento. Se uma pessoa chega ao Templo do Amanhecer e é curada, ela percebe claramente que foi pelo fenôme…

Pérolas do Trino Araken - IV

Meus irmãos, estamos nesta Doutrina para servir a Jesus! Se nós não estamos caminhando pelos Seus ensinamentos, estaremos caminhando pela Lei Negra! Não é fácil tirar a terra do coração, nós precisamos mudar muito, tirar muito orgulho...
Às vezes vemos pessoas que não saem de dentro do Templo, e reclamam: “Minha vida não vai pra frente, está tudo dando errado..."
Não é bem assim, não viemos para a Terra para sofrer, na maioria das vezes somos nós mesmos que buscamos o nosso sofrimento, por causa da incompreensão de nós mesmos, por não nos conhecermos.
Por quantas encarnações já passamos? Qual é o objetivo?
O objetivo principal é nos encontrarmos conosco mesmos, porque o dia que nós conseguirmos nos encontrar conosco, não precisaremos reencarnar mais, nós superamos todas as dificuldades, todas as mesquinharias da Terra.
Observem nossos Mentores, o Preto Velho, a Preta Velha, eles não fazem exceções, eles não se envolvem em nossas mesquinharias. Eles não escolhem a beleza dos Aparelhos …

Outras Atualizações

Coluna do Mestre Lua – Confiram o texto “A VONTADE DO VENTO” do Mestre Lua Anderson Augusto.
Página do Templo da Inglaterra – Com a graça de Nosso Amantíssimo Pai, o Exílio do Jaguar auxilia irmãos de diferentes nacionalidades a encontrarem-se na jornada missionária. Confiram o Mestre de Portugal que uniu-se a missão na Inglaterra.
Página do Templo dos Estados Unidos – Mais fotos dos trabalhos realizados com o precioso auxílio do Mestre Oliver junto ao Ministro Abazo.
·Devo as respostas sobre a “bolsinha de prisioneiro” e sobre a incorporação de Pai João de Enoque nos Tronos. Salve Deus! Durante a semana trarei estes assuntos novamente a baila neste blog.
Um fraterno abraço a todos! Kazagrande

A palhinha da Bênção

“Vejam meus filhos! Ainda tem luz aqui!”
Procurando uma caneta, em meio a bagunça organizada da mesa do seu Mário (Trino Tumuchy), Tia Neiva encontrou uma “palhinha” já seca e estorricada. Olhou para ela e não se contendo exclamou:
“Vejam meus filhos! Ainda tem luz aqui!”
A palhinha da Bênção de Pai Seta Branca é a representação material de uma célula de luz do Oráculo de Simiromba. Nos é presenteada, ao passarmos pelo ritual no primeiro domingo de cada mês no Templo Mãe.
Seu uso é pessoal. Com todo respeito, devemos guardar junto a algum objeto que levemos com freqüência (carteira, bolsa...) e tê-la como um símbolo da Bênção que recebemos, que nos protege e nos cura.
Quando eventualmente recebemos mais de uma palhinha, podemos presentear a um ente querido que compreenda a sua simbologia, ou ainda colocar em nosso Aledá.
A palhinha pode ser substituída a cada nova Bênção que passamos, afinal, não dá para sair colocando todas na carteira. Particularmente (não tomem isso como alguma Lei), e…

Troca de Adjunto

Ao ingressar em um Adjunto pela primeira vez, o quê oficialmente acontece na Consagração de Centúria com o registro de sua emissão, o médium entrega nas mãos do Ministro do Adjunto a sua jornada missionária!
Não uma simples formalidade burocrática onde escolhemos um “homem” para nos liderar, o quê efetivamente acontece é nossa entrega à regência de um Ministro, que tem sua representação por meio daquele Mestre.
A escolha do Adjunto deve ser realizada com critério. Durante o período em que estamos em desenvolvimento, ou ainda freqüentando as aulas de Iniciação, Elevação e Pré-Centúria, devemos procurar participar das reuniões mensais promovidas pelos Adjuntos de Povo e buscar a afinidade com o representante daquele Ministro e também com o seu povo. Afinal irá conviver mais proximamente com aqueles irmãos. Fora do Templo Mãe esta oportunidade de escolha praticamente não existe.
Seja qual for o motivo, “trocar de Adjunto” não é um processo fácil. No plano físico já é complicado, por envolve…

O que seria de mim sem vocês?

Texto do Mestre “Tim” – (ex-1º Mago) Salve Deus!
Hoje acordei e ao deparar- me com uma foto utilizando a indumentária de Mago, junto ao amigo e irmão Edvaldo de Vila Velha-ES, tive uma visão de tudo que vivi nesta maravilhosa Falange, onde pude ver de perto as dificuldades e todas as alegrias desse grupo de missionários.
Agradeço a Deus por onde pude ir levar os valores, e a importância desta Falange neste Amanhecer, nunca se esqueçam que ser Mago é ser diferente: nas vibrações, nas emanações...  É ter a essência de um perfume que se exala no vento, contagiando corações e dando oportunidades de acreditar que a vida pode ser melhor!
As oportunidades vividas servirão para montar e contar histórias vividas ao longo do tempo possibilitando assim transmitir aos jovens e adultos deste Amanhecer o quê vivi ao longo desses trinta anos, ombro a ombro com esta Falange!
As possibilidades e expectativas com o quê podemos fazer, e realizar juntos, em favor do bem, auxiliando contra os males, na perspe…