sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

O SOCORRO FINAL - 3


Por fim, na mensagem de 1979, Pai Seta Branca deixa clara a conjunção de dois planos já acontecendo, a junção do físico com o etérico antes de sua total extinção (a passagem de Capela culminará com a extinção do plano etérico, não permitindo mais a existência de um plano paralelo negativo na aura da Terra com a chegada do “Eldorado”):

“Filhos, nesta Terra, brevemente, vereis pássaros com faces humanas, voando nas proximidades, à vista do olhar físico, que atravessarão os leitos dos adormecidos.

Sim, quando chegar a hora, vereis, do outro lado do caminho, tribos realizando cerimônias e oferecendo sacrifícios nos ricos altares, diante das imagens também pesadas da ostentação, da tradição e do medo, e, prosseguindo mais um pouco na viagem, vereis que, sem fechar a porta do seu templo, serão arrastados para o oceano!

Então, filhos Jaguares, o Homem ainda verá seus grandes tesouros, suas tradições, seus velhos papiros, suas leis e escrituras religiosas, tudo, filho, levado pela água ou devorado pelo fogo, numa espécie de luto e temor!...

É um país? Não, filho, é um poder escravizado, na sua fase de libertação!

Sim, filho, caminhastes ao Quinto Ciclo sem o contato de Capela!

Resististes dos Equitumans ao Jaguar!

Fostes e serei sujeitos às reações das leis porque as vossas mãos e os vossos pés estão ligados às forças dos vossos destinos cármicos, até que chegue o Eldorado, ao rigor das quatro forças que dominarão, com a Ciência, os Quatro Cavaleiros do Apocalipse!”

Em “Sob os Olhos da Clarividente”, Tia Neiva nos deixa com clareza como tudo ira terminar:

Na Espiritualidade se diz que as siglas para o Terceiro Milênio serão: Deus, Paz e Fraternidade.

Observe essas três palavras, e veja como elas são coerentes, como complementação, etapa seguinte das atuais.

A Humildade nos leva à sabedoria, ao conhecimento, a sentir Deus. Teremos, então, não um Deus abstrato e antropomórfico, mas um Deus real, visível, mais palpável.

O Amor nos leva à tônica da Paz, da tranqüilidade ativa.

E a Tolerância nos leva à Fraternidade, a viver bem com nossos irmãos. Creio que isso dá para entender o futuro.

Essa civilização se exaure pelo término de uma tarefa Crística.

Os espíritos que alcançarão a próxima etapa evolutiva vão viver de acordo com ela.

Os que não conseguirem, serão atraídos, por afinidade, para as etapas onde ainda permanecem.

Cada um terá a oportunidade, de acordo com seu padrão vibratório. Salve Deus!

Kazagrande

0 comentários:

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.