segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

O Pastor e Pai João de Enoque (Rep.)


Atendendo aos pedidos dos que não localizam o texto no blog, faço esta republicação. (Baseado em fatos reais)

O Pastor Otávio naquele dia estava inspirado. Falando com eloqüência para um grupo de fiéis:

- Sim! Hoje veremos o triunfo de Jesus sobre todas as forças do mal. Vamos àquela casa de macumbeiros e os colocaremos frente às provas de Deus. Ousam falar no nome de Jesus, mas com certeza não conhecem a Sua Palavra! Hoje conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará! Todos aqueles pobres enganados voltarão para Deus e nós o acolheremos com o perdão divino.

Otávio era um homem culto, estudioso da Bíblia e sua igreja uma das mais respeitadas da cidade. Não era uma seita evangélica, era uma igreja que exigia de seus pastores toda uma formação e um sério comprometimento com sua missão.

Sim! Ele era um missionário! De fé fervorosa, respeitado e entusiasta da evangelização. Sabia como tratar seus seguidores com respeito, e cativá-los na crença de um Deus de amor e soberano, que jamais poderia ser confundido com as trevas.

O desafio estava lançado, há tempos prometia uma visita ao Vale do Amanhecer para poder falar do que testemunharia pessoalmente. Já ouvira várias histórias, sobre curas até de membros de sua igreja. Mas sua preocupação não era em perder fieis e sim, em saber que pessoas estivessem deixando a Palavra de Deus para seguir um “demônio” qualquer, para serem extorquidas do pouco que possuíam.

Reuniu naquele fim de tarde um grupo para que testemunhassem o momento em que faria cair a máscara dos tais “pretos velhos”... Seriam eles anjos ou demônios?

Os fieis que o acompanhariam, aguardavam ansiosos na porta da igreja, mas ele sentiu que deveria orar:

- Senhor! Não permita que eu cometa nenhuma injustiça, que magoe qualquer inocente. Quero agir em Teu Santo Nome para resgatar os filhos perdidos e iludidos pelas artimanhas de Satanás. Que eu possa ser justo como é justo Teu Amor. Dai-me forças para não sucumbir nesta jornada!

E acrescentou ao final:

- Tua Santa Palavra será o meu guia. Nenhum demônio será capaz de proferir e conhecer a Tua Santa Vontade expressa em Tua Palavra!

Respirou fundo, abraçou sua Bíblia e foi ao encontro dos que lhe aguardavam.
Enquanto isso no Templo do Amanhecer, aproveitando a visita de um grupo proveniente do Templo Mãe, Marcos, o presidente do Templo estava trabalhando nos Tronos com Pai João de Enoque. Já haviam terminado de atender os pacientes e ele já pensava na refeição que estava sendo preparada pela sua ninfa, para confraternizar com todos.

- Salve Deus Pai João, já podemos encerrar os trabalhos?

- Não meu filho, ainda aguardamos mais um doutrinador que vem nos visitar!

Naquele momento cruzava as portas do templo o Pastor Otávio e seus seguidores...

Marcos ao ver o Pastor, gelou! Temia por um confronto ou um escândalo dentro do Templo, pensou em encerrar o trabalho imediatamente. Mas Pai João lhe deu toda fé que precisava naquele instante:

- Chegou nosso esperado visitante! – Afirmou Pai João de Enoque.

Um dos oito seguidores do Pastor entrou avisando a recepcionista que não iriam pagar nada, que o Pastor estava ali é justamente para libertá-los da tristeza e exploração.

- Aqui ninguém cobra nada meu irmão, de ninguém! – Respondeu com doçura a surpreendida recepcionista.

O fiel, afetado pelo impacto da docilidade, frente a sua disposição para qualquer enfrentamento, sentiu abrandar seu coração. Aquele lugar também era lindo... Parecia haver um suave perfume no ar, combinado com uma melodiosa música de fundo. Seria real?

O Pastor Otávio, educadamente perguntou quem era o responsável por aquele lugar, e lhe foi indicado o presidente, nos Tronos com Pai João.

Já preparado, Marcos fez sinal para que se aproximasse.

- Eu sou o Pastor Otávio, e venho em nome do Senhor meu Deus para verificar se aqui vocês atendem em nome Dele ou das trevas.

Estranhamente o ambiente não parecia tenso. Lado a lado, fiéis da Igreja do Pastor Otávio e Jaguares do Amanhecer olhavam com curiosidade e total segurança o desenrolar da história.

- Salve Deus, seja bem vindo Pastor Otávio! Aqui, incorporado neste médium, está Pai João de Enoque, o executivo de nossa humilde doutrina cristã. Caso deseje, pode conversar com ele.

Empertigado perante seu povo, mas um tanto constrangido com tanta receptividade, se identificou para o preto velho:

- Senhor Pai João. Sou um Pastor e gostaria que o senhor me respondesse três perguntas usando somente a Bíblia, a Palavra de Deus. Só assim eu saberei se um Preto Velho é um anjo ou um demônio.

- Pastor, não sou anjo, nem demônio, sou apenas um Pai João de Enoque.

- Pode fazer suas perguntas Pastor. - Acrescentou Marcos, com total fé e segurança.

- Eu pergunto: Isso é impossível?

Pai João respondeu:

- Tudo é possível. Evangelho de Lucas, capítulo 8 versículo 27.

- Eu pergunto: Eu já estou cansado?

Pai João respondeu:

- Eu te darei repouso. Evangelho de Mateus, capítulo 11 versículos 28-30.

Já aturdido pela precisão das duas primeiras respostas, o Pastor Otávio recordou dos seus ensinamentos onde lhe ensinaram que um espírito das trevas jamais poderia resistir às palavras de Jesus e não era permitido que as repetissem por três vezes.

- Eu pergunto: Ninguém me ama de verdade?

Pai João respondeu:

- Eu te amo. Evangelho de João, capítulo 3 versículo16.

- Glória a Deus! Pai João de Enoque agora sei que o senhor é um anjo.

Pai João ainda respondeu:

- E você meu filho, é um doutrinador retardatário, que o Pai vos espera há milênios! Dentro de vossa Igreja cumpre fielmente a missão que vos é confiada.

Os fiéis da Igreja, que assistiam a tudo em pé, em frente aos Tronos, não resistindo à emanação de verdade presente no momento, começaram a aplaudir. Em seguida os jaguares presentes os acompanharam. O Pastor e o Presidente do Templo se cumprimentaram e se abraçaram diante de todos.

Este fato é recente e demonstra claramente como a Espiritualidade continua presente independente de qualquer situação. Somos os únicos responsáveis pela nossa sintonia com o Divino Mestre. Tudo á possível por nossa fé, sintonia e padrão vibratório!

Imaginem tudo que envolveu esta manipulação!!! A projeção perfeita de Pai João naquele médium e tudo que envolveu espiritualmente a construção deste grandioso momento!

Sim! Este é um fato verídico. Relatado em forma de crônica e com os nomes (exceto de Pai João de Enoque) trocados para proteção da origem.

Kazagrande

3 comentários:

Faça aqui minhas homenagens aos Aparás!
Observe a cachoeira, ela perderia sua canção se tirasse as pedras do seu caminho. Nenhum obstáculo por mais resistente que seja, impede que suas águas prossigam escorregando lentamente pelo leito do rio. Nada é mais suave e mais forte do que a água, sabedora quem tem o mesmo destino do Médium! “O de seguir em frente”. Assim também é o Apará. Os obstáculos existem para fazê-lo caminhar cada vez mais firme e mais forte em suas incorporações convictas, permitindo que seu preto velho faça o que tem que ser feito. Isto se chama de sabedoria Divina. Diante de qualquer problema ou obstáculo que pareça não ter solução, tome uma atitude inteligente e iníciatica; (incorpore seu preto velho) e deixa-o tomar as providencias que você necessita. Quando lhe ofender, perdoa, e não guarde magoas. Pois guardar Magoa é o mesmo que tomar veneno e querer que outra pessoa morra.

Prezado mestre, linda estoria, mais fiquei com uma duvida, Pai joão de Enoque, como Executivop da Doutrina trabalha nos tronos? atendendo a pacientes como foi relatado no texto ? gostaria se possivel sua opinião,
e esclarecimento dos Fato.

Adj. Tomario
Mestre Adalberto Freitas
Fortaleza-Ceara.

Meu Estimado Irmão Adalberto,
Salve Deus!
Embora sejam raras exceções, reconhecemos que existem aparelhos que foram emplacados diretamente com Pai João, por Tia Neiva. Nada impede, que em uma situação tão especial, como a relatada acima, sua presença venha e seja decisiva.
Um fraterno abraço,
Kazagrande

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.