quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

O “irmãozinho” nos Tronos (rep)


Chegou o primeiro paciente. O atendimento começa, o Doutrinador(a), elegantemente postado, recebe o paciente, e o orienta como se posicionar, como colocar as mãos, identifica a Entidade para o paciente, e pede que ele diga seu nome e idade.

A Entidade dá um passe inicial, localiza as mãos do paciente e começa sua mensagem. Salve Deus! Hora da atenção total do Doutrinador(a). Pois aquela mensagem pode ser a que você precisa ouvir! Posso afirmar com segurança que, todas as vezes que nos dedicamos com nossa total sintonia a um trabalho de Tronos, vamos receber alguém que irá relatar uma situação parecida com a nossa, e ouvir a mensagem que precisamos sem nada ter perguntado.

Durante a mensagem o Apará sente a voz do Preto Velho ir ficando mais distante, e sabe que é hora de dar uma passagem, mesmo que ainda não sinta nenhuma forte vibração. Atento, o Doutrinador(a) identifica o momento, solicita ao paciente para afastar as mãos e realiza seu trabalho: Puxada, Doutrina e Elevação.

Mas para onde vai aquele espírito? Você recebeu um paciente, normalmente um desconhecido, com educação, elegância. A Entidade fala das coisas boas, que tudo pode melhorar, que o quê busca pode sim ser alcançado e, então, no meio da conversa, chega nosso paciente invisível. Aquele, que não conhecemos, não vemos, nada sabemos e provavelmente nunca saberemos nesta vida.

Nosso paciente espiritual chega, por vezes, muito pior que o paciente físico. O sofrimento no plano etérico é muito mais intenso do que no plano físico. As emoções são mais fortes e não se pode dissimular a sua própria verdade. O espírito fica onde merece, onde semeou durante sua vida física. Chega sofrido, com dores, com revolta, preso as teias que ele mesmo teceu, sujo, maltrapilho, com fome, com sede, sem carinho, sem amor. Recebe uma Doutrina feita com todo o amor do coração daquele doutrinador(a). Um Doutrinador(a) mediunizado, sente exatamente qual a classe que espírito que está ali, e sua doutrina flui de forma espontânea, sem formas fixas, apenas dentro de nosso padrão Crístico.

O espírito recebe aquela doutrina, ouve, mas acima de tudo, sente que aquele que está ali se preocupa com ele, quer que ele tenha uma oportunidade de ir para um lugar melhor. Pede por ele, reza por ele. Talvez seja sua única chance de perdoar... De se perdoar! A Doutrina com amor atinge ao mais embrutecido coração. Ele sentirá que deve ao menos tentar, ele vai acreditar e partir! Um facho de luz lhe dá a passagem.

Aquele espírito será bem recebido, esclarecido e se realmente estiver disposto a buscar reabilitar-se, terá a oportunidade. Depois de vagar, sabe-se lá por quanto tempo. Por passar por situações terríveis. É resgatado!

Sabe quando este espírito vai esquecer daqueles dois, Doutrinador e Apará, que o receberam naquele Trono? NUNCA!

Ele vai se curar, aprender, se reabilitar e trabalhar muito, para poder ter a oportunidade de recebê-los quando vocês chegarem lá! Vai querer muito poder dizer: “Obrigado! Você é responsável pelo meu resgate!”. Pare para pensar em quantos amigos como este você tem a oportunidade de encontrar. Com sincera gratidão, lhe esperando para mostrar que valeu a pena!

Depois de atender a todos os pacientes, terminado o trabalho, normalmente não há mais nada para falar. Estando em sintonia, com certeza teremos ouvido tudo que precisávamos e a mensagem da Entidade só irá confirmar aquilo que intimamente já sentimos.

Kazagrande

7 comentários:

Maravilha!!! Deus te abençoe mestre!!!

Salve deus Mestre,
Hoje tive o prazer de estar com o Mestre Aldemir aqui na inglaterra (Cambridge)aonde vou continuar o meu desenvolvimento.
Salve Deus gracas a Deus.

salve deus mestre nossa algo muito importante esse hem de algum dia qdo descencarnarmos pode sim ser recebidos por aqueles que hum dia foi atendido por nós nos tronos de grande valia essa orientação isso quer dizer mais responsabilidade que realmente devemos nos entregar a esse trabalho com muito amor e vigilancia salve deus sabe ao mesmo tempo de grande valia para nós essa grandeza de através de nós poder chegar até aqui aqueles que tanto precisao como encarnadaos e dessencarnados salve deus vamos realmente estar bem sintonizados com essa corrente do oriente maior de pai sete branca e mãe Yara salve deus para que possamos receber os efluvios necessários para a realização dos nossos trabalhos salve deus

Salve Deus Mestre!
Justamente ontem estive no desenvolvimento, e em sintonia com a espiritualidade,sentir necessidade de me expressar falando sobre a postura do Doutrinador, que por muitas vezes na sua dificuldade física e ate espiritual acaba querendo ser o primeiro paciente.
Salve Deus! Não é uma critica simplesmente temos que entender que a nossa dor é menor do que a do próximo.
Salve Deus!
Ninfa lua Iniciada!

Gostaria que o Sr. me tirasse uma duvida que esta acontecendo no templo que frequento e que em parte concordo e em parte não concordo, mas que prejudica, no meu modo de ver os Médiuns.
O Adjunto informando que por orientação de Brasilia, PROIBIU, que os Doutrinadores façam após o atendimento nos tronos e mesmo não havendo mais paciente qualquer tipo de consulto ou pedido de '' ajuda" mesmo que seja em beneficio do Medium apara incorporado, ou seja, se o médium seja ele Doutrinador ou Apará ele não deverá trabalhar e passar como paciente, sendo assim ele não poderá se ajudar.
Reconheço que só em ir ao Templo em Paz já existe uma melhora significativa na Aura dos Médiuns, mas ainda sendo como somos as vezes é necessario ouvir uma palavra de Fé maior de Nossos Mentores
Ressalto que reconheço que existem abusos de consultas desnecessárias, mas a maioria das vezes é uma consulta de Limpeza necessária.
Gostaria de seu auxilio neste caso e orientação

Flavio Farzat - Ajanã

Meu irmão!

Tudo é uma questão de bom senso.

Confesso a você que todas as vezes que “planejei” uma consulta com a Entidade, após o atendimento, é claro, passou algum paciente que recebeu a mensagem que eu precisava.

Nossas Entidades sabem de nossas necessidades, e assim não seria preciso pedir nada. Porém somos espíritos encarnados e por vezes a nossa necessidade é apenas palavra de nossos Mentores, seu carinho e sua emanação de Luz.

Lamento a “proibição”, Tia Neiva dizia que “era proibido proibir”, mas reconheço que os abusos permeiam entre os menos esclarecidos.
O Trino Araken teve que proibir a incorporação de Ciganos nos Tronos pelos mesmos abusos e falta de conduta.

Não sou ninguém para julgar ou emitir uma opinião sobre o assunto, creio que em nossa Doutrina tudo é possível de se resolver com bom senso e todas as disputas, divisões e problemas, provêm justamente da falta deste mesmo bom senso.
Pedindo ao Pai pela intuição de seus Comandantes e Dirigentes, deixo-lhe meu fraterno abraço,

Kazagrande

Lindas palavras.Muita sabedoria.Continue ajudando a todos c seus esclarecimentos.É muito proveitoso.
Salve Deus!
Adj.Deijano,mestre Henrique Liberal(Santana de Parnaiba,SP).

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.