sábado, 2 de julho de 2011

Apolo Unificado em Cristo Jesus - 3


De Roma ao Templo Mãe

Muitos Jaguares tiveram também sua passagem como Romanos, na época de Jesus. Alguns vieram com a missão de proteger o Divino Mestre e seus seguidores, porém, vários desvirtuaram seus caminhos pelo poder que tinham nas mãos e a riqueza fácil, por fazer parte da elite dominante da época. Acabaram mesmo por perseguir os cristãos e tornar ainda mais difícil os primórdios da implantação da “Escola do Caminho”. Pai João e Pai Zé Pedro foram figuras de destaque nesta elite romana.

Durante quase três séculos a mensagem de Jesus expandiu-se como rama selvagem, e seus ensinamentos cativavam principalmente os mais humildes, ou seja, a grande maioria do povo. Em uma Roma corrompida, com os pobres sendo levados a “pão e circo”, a mensagem de Jesus tornava-se a esperança da redenção, de um futuro melhor.

O imperador Constantino, perspicaz na avaliação de que não havia mais como sufocar o movimento através da força e espetáculos no Coliseu, resolve unificar o seu poder ao poder da religião...

A festa em honra do deus Apolo demarcava oficialmente a entrada do solstício de inverno. Iniciava-se no dia 22 de dezembro (início oficial do inverno europeu) e estendia-se por três dias, o povo se unia em torno da figura do deus Apolo, que representava o sol.

No terceiro dia da festa do solstício, dia vinte e cinco de dezembro, se dava a grande procissão, com a imagem do deus Apolo, que rodeava o templo e, voltava ao seu altar, sob a ovação do povo excitado, feliz a seu modo, naquela festa notável do solstício.

Seguidor de Apolo, o imperador legaliza o cristianismo com algumas exigências. Entre elas, que a data de chegada do Cristo, fosse considerada a mesma das festividades do deus Apolo. Desde então, o mundo cristão passou a admitir que Jesus Cristo nasceu no dia vinte e cinco de dezembro.

Séculos se passaram desta a simbólica primeira união...

Chegamos ao Limiar do Terceiro Milênio, 1.959, a antiga Pytia de Delfos, encarnada agora como Tia Neiva, desperta sua Clarividência e sob o Manto do Evangelho do Divino Mestre Jesus, concebe o Doutrinador! O médium que, força do Sol, acompanha e traduz a Voz Direta da força da Lua!

Renascem as heranças de Delfos, e unifica-se a profetiza do deus Luz do Sol, com o Doutrinador em Cristo Jesus.

Os destinos entrelaçados da velha tribo mais uma vez se reúnem, agora sob a égide da Doutrina do Amanhecer. O Oráculo transmuta-se no Vale do Amanhecer, respondendo agora aos clamores do espírito. Apolo, unificado em Cristo Jesus, anuncia o farol a iluminar mais uma marcante passagem dos Jaguares neste planeta: O Doutrinador!

A Lua emana a Voz Direta, o Sol conduz Doutrinador!

Kazagrande

5 comentários:

Queridos filhos doutrinadores, que de vossos corações sejam emanados o mais puro e verdadeiro amor, a vós, fostes confiados, a sublime missão de serem os olhos, dos queridos aparas. Os mensageiros de Deus Pai Todo Poderoso, se entregam nas vossas mãos para terem a rica oportunidade de vir aqui, e fazer mais uma vez a caridade. Que o amor, que Deus Pai Todo poderoso, plantou nos vossos corações, possam ser multiplicados, para que possam elevar com amor, oferecendo a cada irmãozinho desencarnado a oportunidade de conhecer a luz de Deus Pai Todo Poderoso. Muitos jaguares de Pai Seta Branca vem até a mesa evangélica pedir por socorro, pedir por ajuda, pedir que vós, queridos doutrinadores lhes mostrem a luz de Deus Pai Todo Poderoso, dando lhes novamente a oportunidade, que por eles foram perdidas em suas encarnações. Salve Deus queridos filhos, só lhes peço que amem que aprendam a amar, com o amor incondicional. Onde existe amor, a batalha será ganha. Salve Deus, que Deus Pai Todo Poderoso, traga até cada um vós as bênçãos, e a proteção necessária, para que continue as vossas jornadas em Cristo Jesus.

Simplesmente um dos melhores textos que já vi aqui meu irmão! Graças a Deus que temos você como instrumento da espiritualidade! Maravilhosos esses três textos! Sinto-me feliz em ser jaguar ao ler suas postagens, mas essa me trouxe uma realização rara.

Realmente meu nobre irmão as histórias do vale do amanhecer se confundem e muito com lendas de roma,grecia e egito,até mesmo em algumas situações se confundem com linda historia dos Cavaleiros Templarios,pois a história de Reille e Duballe,muito se parece com a revelação tida por aqueleas antigos Cavaleiros de Cristo.
Josue de Souza.'.
Mestre Lua
Comp.'.Ma.'.

Segundo a mitologia grega, suas festas principais aconteciam no dia SETE,
bem como as consultas ao Oráculo de Delfos se faziam primitivamente apenas no dia sete do mês Bísio, aniversário do deus... Sua lira possuía sete cordas... Sua doutrina se resumia em sete máximas, atribuídas aos sete Sábios... Eis aí o motivo que o chamaram de Augusto Deus Sétimo, o Deus da sétima porta. Sete é, pois, o número de Apolo, o número sagrado. Conluíndo: Sete Planos, Sete dimensões, Sete portais...
Os SETE planos ao nosso regresso, criados por Jesus!

Sempre somando,
Mestre Lua 5º Yurê

A mitologia grega, quando cultuada nos Mistérios de Elêusis, pitagóricos, orfismo etc.. é a mesma religião que se professa ente nós..

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.