domingo, 30 de janeiro de 2011

2º Editorial de Janeiro de 2011


“Ensinado demais” – “O Mestre Ilha” – “Os Sete Passos do Passe Magnético”

Meus irmãos e irmãs, Salve Deus!

Conta-se, que certa vez, um erudito pesquisador, ao desencarnar, foi arrastado para junto de um grupo de espíritos que vibrava em terrível sintonia.

Revoltado ele gritava que estavam enganados! Que ele não merecia estar naquele lugar junto com espíritos tão desprezíveis.

Ele era um estudioso! Um pesquisador que detinha o conhecimento dos mundos espirituais e da ciência física, no entanto, estava classificado junto aos que sofreriam por sua avareza e egoísmo.

Nos planos espirituais, seu padrão vibratório é sua sentença! Caem as máscaras e você estará onde deve estar e não onde quer estar. Ficará ao lado dos seus semelhantes que estão em sua mesma faixa vibratória.

Sabedor destas leis, ele afirmava que jamais havia enriquecido e nunca praticara a avareza e mesquinharia, por sequer ter tido posses materiais para tanto. Vivera e morrera pobre. Fora humilde dentro de suas pesquisas e sua vida toda fora dedicada ao estudo.

Aproximou-se dele então, um Mentor de Luz e ouviu suas queixas:

- Graças a Deus você chegou! Trouxeram-me aqui por engano! Nunca fui rico e não poderia ser comparado a estes mesquinhos que nunca distribuíram suas posses enquanto outros passavam fome ao seu lado. Eu nunca tive qualquer abastança na Terra.

- Meu irmão – disse o Mentor – No entanto repare que sua aura está da mesma cor destes que estão ao seu lado.

- Só pode ser um erro! – argumentava o estudioso – Como disse, eu nunca tive o que compartilhar para ser comparado a estes desprezíveis egoístas.

- Aqui não há máscaras – redargüiu o Mentor – O quê fizeste com todo o conhecimento que adquiriu? Por acaso o distribuíste? Escreveste livros? Instruíste aos teus irmãos menos esclarecidos? Compartilhastes com os sedentos de luz os frutos de seu conhecimento? Não! Foste tão mesquinho quanto qualquer destes infelizes milionários! Tua riqueza de saber foi egoisticamente guardada como os tesouros destes ao teu lado. A riqueza que eles guardaram ainda será distribuída agora que desencarnaram, mas e o teu conhecimento meu irmão? Para quem ficou?

Salve Deus!

Tia Neiva ao terminar uma carta queria que ela fosse imediatamente distribuída ao corpo mediúnico.

Mario Sassi, nosso Trino Tumuchy, ao editar seus livros, mesmo os de conhecimentos avançados como o “2000 Conjunção de Dois Planos” ou o “No Limiar do Terceiro Milênio” (insuperável pela descrição de técnicas superiores ao que encontramos hoje em muitos de nossos cursos internos e oficiais), enviou para diversas Bibliotecas Públicas de todo o Brasil!!! Eu pessoalmente encontrei seus livros publicamente expostos e com sua assinatura em algumas delas e descobri que foram remetidos por ele mesmo!

O Exílio do Jaguar compartilha nossas experiências e vivências doutrinárias. Aqui escrevo de coisas simples de nossa maravilhosa Doutrina e compartilho também minhas próprias experiências, sem nenhuma pretensão, apenas mantendo-me junto aos meus irmãos de jornada.

Respeito tudo o quê me foi pedido, e quando sinto a intuição, vou postando os assuntos, a maioria proposta por médiuns que diariamente me escrevem.

O “Mestre Ilha” (em referencia a isolar-se e não a alguém particularmente), que sabe, ou “acha que sabe”, os fundamentos de nossa Doutrina, e guarda para si todo o conhecimento ou ainda considera que “Tia não aprovaria essa divulgação”... Salve Deus! Não posso responder sobre isso! Tenho absoluta convicção que, se nosso Trino Tumuchy vivesse nos tempos atuais, estaria o dia inteiro se dedicando a escrever na Internet sobre os conhecimentos que tinha, respondendo incansavelmente os emails que lhe chegariam aos milhares.

Ao contrário dos “Ilhas”, que não concordam em distribuir conhecimento, tem os cobraram-me a explicação dos passos do “Passe Magnético”... Encontrei uma forma simples de explicar sem gerar a polêmica que o Trino Araken queria evitar, creio que assim não irei ferir sua recomendação e ele não vai “torcer meu pescoço”. Durante a semana prometo postar.

Resta ainda agradecer a chuva de emails que recebi devido ao texto de ontem “Não posso parar” e afirmar que o título é a expressão da verdade: Eu sei que não posso parar! Obrigado por todo carinho e energia que recebo de vocês e me faz sentir “pertinho de casa” novamente.

Um fraterno abraço,
Kazagrande

1 comentários:

Salve Deus !
Meu estimado irmão , é com muito carinho que leio todas suas postagens aqui
é sempre um ensinamento , e ainda mais para mim que estou a iniciar minha jornada na casa de pai seta branca , espero ter sempre o que ler por aqui , ainda não li 10 % de todo seu conteudo , mas felizes aqueles que distribuem seus conhecimentos , pois esses jamais são esquecidos e sempre vão ser passados uns para os outros , um fraterno abraço .
Salve Deus !

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.