terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Ainda sobre o "Ritmo"


Uma das minhas maiores batalhas internas foi contra o extremismo.

Encontrar o equilíbrio usando bom senso e a tolerância contra os que divergem de nossas opiniões e ações, colocando-se no lugar do outro, independente de ele “estar errado”, ou não.

Falo deste tema hoje visando o equilíbrio entre “estar no Templo” e “viver a Doutrina”.

O Templo, os Trabalhos, têm vida própria. Independem de sua específica presença física para terem continuidade. Porém, podemos avaliar que quem está mais presente, está no “ritmo” dos trabalhos, não percebe claramente quando estão mais “acelerados ou mais devagar”.

Temos um compromisso mínimo, ao realizarmos nossa Iniciação, de participarmos de um Retiro por mês e temos a Sessão Branca. Ao realizar a Elevação de Espadas, passamos a dispor do Angical, Prisão e firmamos o compromisso de uma Estrela por mês (ou por ano nos Templos mais distantes).

Ao Consagrar Centúria, como médiuns completos, nosso compromisso aumenta. Passamos a ter responsabilidades com escalas de Trabalho e Falanges Missionárias.

Ser Rama 2000 (ou escrava/madrinha de Rama 2000) implicar assumir que tem condições REAIS de poder estar presente em todos os Trabalhos Oficiais possíveis. Por isso não se deve “correr atrás” desta classificação, é uma responsabilidade muito grande! Nem sempre estamos em condições materiais para poder assumir tal compromisso e arcar com suas responsabilidades.

Bem, falava que quem está no “ritmo” correto de seus trabalhos dentro do Templo vive a Doutrina com tranqüilidade sem se fixar nas movimentações e alterações energéticas.

Quando se “afasta” por um tempo, sai do ritmo, e, ao voltar, se sente deslocado. Se aborrece com facilidade, não entende como as “coisas” estão acontecendo, acho que tudo está errado, que mexeram onde não devia, que tem mudanças, que “era de outro jeito”...

Muitas vezes acaba encontrando com outro, também fora da sintonia dos trabalhos... Seus padrões se atraem e juntos passam a criticar e reclamar, gerando uma força esparsa que irá alimentar os “irmãozinhos” que trouxeram em suas auras.

Esta falta de constância nos trabalhos, muitas vezes ainda leva o médium a seu afastamento completo da corrente, para tristeza dos mentores e festa dos seus cobradores.

Com um pouco de paciência e insistência, porém, tudo acaba se ajeitando, pega-se o ritmo, e - quem diria - caminha-se e trabalha-se muito bem nos diversos setores.

Kazagrande

(baseado em texto do Adjunto Otalevo e Aula do Trino Araken)

5 comentários:

Mestre essa foi formidável!
Salve Deus!

Muito bom. Preciso. Parabéns, mestre. Salve Deus!

Há um ditado antigo, que por vezes saem das vossas bocas,ele diz:Um ser que é doente(conturbado) não cura a si próprio, nem a ninguém.
Acho,que isso têm a ver,com que vosmecê lembra a todos.
Esses,são os ditames da matriarca, Neiva Chaves Zélia.
Com clareza e discernimento, vossa turma vai longe...
Nada que venha a afrontar ou amedrontar, irá
conseguir uma vitória, por parte do jaguar.
São sereno, o ver... do médium; nada que os façam lembrar das suas amarguras, daqui para a frente, fará jus, hà libertação do caminho dessa tribo.
Só percorrendo o caminho, as vezes atormentado(acorrentando a consciência)é que serão livres de suas amarguras?
Prisão por prisão, seria melhor que não tivessem nascido.
A causa de mais embate (dualidade, bem e mal)é que está todo o "Adormecimento
desse povo.
Parados no tempo, quando não há mais, e
nunca ouve tempo; isso, tempo linear, é só
neste plano de dimensão terceira (dessa)
Sair da densidade, das "CORRENTES", são a ação; kharma,nao significa dor ou castigo, e sim, AÇÃO!
Esse é significado em sânscrito.
O jaguar, deveria percorrer agora, esse caminho, em busca da sua força interior, seu
verdadeiro ser, sua chama divina, o seu EU em particular, no centro do seu coração.
Assim disse a vós do cacique...
Todas as criaturas evoluíram, tudo evoluiu,
Somente o jaguar...
Mudar as doutrinas(falacão) é essencial.
"Kharma(Ação) é à essência(Átomo deus)
MOVIMENTO*CHAVES*ELEVAÇÃO!
Tronos vermelhos, mesa evangélica e
QUADRANTE! !!
As amaces aguardam sobre vocês!
"KHARMA" jaguar!!
Essa, é à MATÉRIA (difusão de sitonias...)da nova fusão do Mestre.
Salve deus (o deus que habita e mim, saúda
A vossa divindade.
Alquimia, transmutação, sublimação.

SALVE DEUS! DOUTRINA ( FALAÇÃO ) OU EXECUÇÃO DE RITUAIS...FAZ PARTE DA TECNICA DE MANIPULAÇÃO DE ENERGIA...O QUE O MESTRE JAGUAR VERDADEIRAMENTE REALIZA É O COMPROMISSO DE ELEVAR ESPIRITOS! POIS O FILHO DE SETA BRANCA DE CONFORMIDADE COM SUA CONDUTA DOUTRINARIA TEM CONCIÊNCIA DE ESTAR EM DOIS PLANOS! SEM SE TORNAR "ROBO MITICO" OU PARTE DE UMA PEÇA DE TEATRO. POIS SALVE DEUS " TEMOS UM PEDACINHO DO CEÚ " (ADJ. YUMATÃ ) SAUDASO MESTRE CALDEIRA. VIVER ESSA DOUTRINA ME RECORDA UM IRMÃO DE DOUTRINA QUE DIZ SEMPRE....MANSO COMO UMA POMBA, SAGAZ COMO A SERPENTE...UM OLHO NO GATO..OUTRO NO TOICIM..."O SENHOR TEM SEU TEMPLO EM MEU INTIMO " ESSE É O VERDAIRO TEMPLO DE SETA BRANCA...ONDE NUNCA TEREMOS FANATISMO....

Para fazermos o bem, ajudarmos ou curarmos um irmão necessitado, não precisamos reunir 24 médiuns em um castelo de cura. Basta lhe dar a mão com amor e consciente de que voce, como jaguar, tem essa capacidade.
Os rituais são necessidades físicas que todos; Repito, Todos! necessitamos para mantermos nossos espíritos acordados e no "rítimo"

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.