terça-feira, 11 de agosto de 2015

Armas e Uniformes

    
Empréstimo – Vaidade – Falsa Humildade – Impregnação e Sujeira

Quando falamos em uniforme, vamos abranger todas nossas “peças” doutrinárias: colete, fita, morsas, camisa, calça, (saias e indumentárias para as ninfas), etc.; que merecem um cuidado especial, pois ficam impregnadas com sua emanação.

Emanação é o toque pessoal do Médium. Com o uso os objetos vão ficando impregnados com resíduos de seu fluído e formam com isso uma identidade espiritual. Por isso eles não devem ser usados por outras pessoas, nem convém que os outros os toquem. Pela emanação de seus objetos mediúnicos os mentores sintonizam facilmente com sua “onda pessoal”.


Obviamente existem situações excepcionais, onde o bom senso sempre responderá com precisão! Nada de fanatismo.

Quando estamos com uma roupa comum, as pessoas ao nosso redor vibram em nossa personalidade. No que somos e representamos perante a sociedade. Vestindo o uniforme do Vale você deve mergulhar na sua individualidade e, portanto, naquele instante, representa para as pessoas sua esperança de cura e resolução de problemas. Você é o Vale!

Tudo que você “acrescentar” do seu uniforme, dando um “toque pessoal” estará colocando de sua personalidade. Atraindo mais carga vibratória, tanto de pacientes, quanto de outros médiuns que notam a diferença. Qualquer enfeite, prega, laço ou mesmo um brinco escandaloso, tira a verdadeira função do uniforme, que é “uniformizar os médiuns”, demonstrar que no templo todos são iguais e tem a mesma missão de curar e auxiliar. Atrair vibrações por suas diferenças pessoais é sair de sua individualidade. É deixar de lado sua missão em função da vaidade ou do desleixo. Digo desleixo, porque os gênios da garrafa (“amassados”) atraem tanta vibração quanto os médiuns de desfile.

Falando em desleixo... Você acredita realmente que sujeira possa ser uma impregnação positiva? Pois tem quem acredite! Nunca lavam seus coletes para não perder a tal impregnação. Somente a ignorância pode levar uma pessoa a acreditar que um colete encardido é sinônimo de respeito. Acreditam que vão olhar para ele e pensar: “Puxa este mestre deve ser do tempo da Tia, olha o colete dele!” Santa ingenuidade! O quê se pensa é que realmente ele não pode ter convivido com Tia, pois teria aprendido com ela que não admitia estes relaxos.

Sobre os coletes, ainda podemos lembrar que a cada passo dentro da doutrina você passa a ter direito a um, ou vários, radares em seu colete. Cada radar é um ponto de luz e identificação. Não é um brochinho de enfeite! Por isso, no colete se deve colocar tudo que você tem direito (vá comprando tudo conforme seu bolso permita) e nada mais! Nada de enfeite, broches místicos, figuras cabalísticas e iniciáticas, que podem ser lindas, mas não são radares e portanto não devem estar no colete! Tem até quem coloque aquela estrela que apenas diz doutrinador ou apará no próprio colete. Gente, aquela estrela é de prisioneiro! Você não vai ficar com cara de autoridade com uma estrela daquelas no colete! Aquela estrela serve para identificar se o jaguar prisioneiro é sol ou lua, não é para colocar no colete onde tudo já te identifica como tal.

O sapato: Ploct, cataploct, ploct, cataploct... Você está nos tronos e o barulho tirando sua concentração. Como você é um médium preparado, é claro que mentaliza mais forte e não olha de onde vem o terrível barulho. Mas tem gente que para de trabalhar, interrompe uma comunicação, às vezes até o paciente para de falar com o preto velho para ver o que está passando... E lá vem um médium de desfile! Saltos altos e/ou barulhentos, atraindo as vibrações, nem sempre boas, de todos dentro do templo. Nem preciso comentar... Apenas dizer: Bom senso! Trabalho espiritual não é precedido de desfile.

Nada de extremismo: - Vou para o templo de tênis a partir de agora! Não! Se você á ninfa coloque uma sandália confortável, vai passar horas trabalhando! Nada de tênis com indumentária de Falange, apenas use bom senso.

Uma indumentária é uma roupa que parece um vestido de gala, parece que vamos para uma festa! Mas é uma festa espiritual, não tem porque querer ser a rainha da vaidade e tão pouco para descuidar-se usando a humildade como desculpa. O falso humilde se nivela ao pior vaidoso. Nada de pegar a havaiana de limpar a casa. Por tanto, tenha um calçado já selecionado para seus dias de trabalho espiritual.

Ainda falta falar especificamente sobre os cuidados na Prisão! Salve Deus!

Kazagrande

“Os médiuns que não se apresentarem devidamente uniformizados não poderão participar dos trabalhos do Templo”. Tia Neiva, em 07 de maior de 1974.

11 comentários:

Coincidentemente esse foi um dos assuntos da nossa aula de iniciação de ontem,a questão dos uniformes,da impregnação dele e etc.
Já ouvi dizer de que tal trabalho deixou de ser realizado por que um mestre/ninfa esqueceu a fita em casa. Agora vamos usar o presuposto que eu tenha comprado,sei lá, 3 fitas. Dessas 3 eu uso 1 só,as outras 2 ficam guardadas,tipo reserva, será que há algum problema caso eu faça uma doação de alguma dessas outras 2 fitas?
Um grande abraço

Salve Deus! Meu irmão, que excelente pergunta! Bem colocada e serve para aprofundar este tema.
Veja bem, se você não usa, não estará impregnando com sua energia. A simples posse não está determinando a impregnação.
Tendo uma fita reserva, por exemplo, poderá presenteá-la a quem necessite a qualquer momento.
Um fraterno abraço, de seu irmão,
Kazagrande

Salve Deus! Graças á Deus que não estou errada em meus pensamentos, pois quando entrei na doutrina do vale do amanhecer via muitos jaguares antigos com coletes e até roupas com mau cheiro. Mas como cada cabeça é um mundo salve Deus. Abraços.

por que não lembrar, uma doutrina sem falsos preconceitos.... somos místicos sim...é a nossa essência... vivemos a representar vidas em nossas vidas, atraves dos trabalhos...cada um marcando uma jornada.
kkk...vendo essa orientação me lembrei do nosso adj Yuricy, que quando fiz a cultura para a incorporação do nosso querido pai, sempre alertava quando a "higiene mediunica"..rsrs...tbm é conduta doutrinária.... e o que era engraçado era ela lembrar que quem não tivesse dindin pra comprar um desodorante que usasse um limãosinho....kkkkk!
Muito bom mestre!
Ps. Mestre lua

Obrigada Mestre pelo ploc plot dos sapatos, foi muito bom ouvir, este ensimamento, ninguem nunca tinha me falado. Vou evitar o plot ploc de agora em dainte.
Ninfa Lua.

Após a consagração de centúria, a ninfa deixa de usar seu vestido de elevação, passando a utilizar a indumentária de falange (caso já tenha ingressado em uma). Esse vestido pode ser doado? Já recebi orientação para levar o vestido para algum adjunto presidente de templo desimantar. Isso procede? Grata!

Minha Estimada irmã,
Salve Deus!

O vestido de “Escrava pode continuar sendo usado, embora a Ninfa deva providenciar, quando for possível, sua Indumentária de Ninfa Lua e, quando encontrar sintonia com uma Falange Missionária, a indumentária correspondente.

O vestido pode ser doado, embora o correto é que seja mantido como parte deus suas indumentárias pessoais. Ele, como todos suas peças doutrinárias, contém sua energia, e no caso de doação, quem o recebe deve lavá-lo e deixá-lo uma noite sob o prâna, desimpregnado assim a energia pessoal e preparando-o para a nova jornada. Nada além disso.

Um fraterno abraço,
Kazagrande

Salve Deus! Tive grandes ensinamentos, com esse texto! Salve Deus!

ola vc tem algum texto q diz porque paciente nao podem usa roupas curtas ou decotas? algo explicando o porque? por favor meu irmao me envia se voce tive . grata

salve deus mestre sempre com seus grandes ensinamentos que eu gosto muito de ver;

Grandiosos aprendizados _/\_ Gratidão Mestre _/\_

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.