segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Um mergulho no conhecimento


Para mim é impossível reler o Trino Tumuchy e não me emocionar, não mergulhar quase que instantaneamente na Individualidade e passar a compreender “de dentro para fora” tudo o quê leio.

Há um trabalho que estou desenvolvendo que tem me levado e estudar muito, e a cada leitura, ou a cada gravação que escuto, parece tudo se clarear em uma velocidade fantástica! Surgindo na mente as explicações, e porque não confessar, as imagens que ele descreveu com tanta propriedade.

Temos uma mediunidade extremamente avançada pelo preparo iniciático de nossos plexos. O entendimento penetra por nossos chakras e vem à Luz da Doutrina. O Apará tem a capacidade de literalmente vivenciar cada situação apresentada nos Tronos.

Salve Deus!

É hora de vivermos a Doutrina em sua essência, na realização do quê nos foi confiado, sem se preocupar com o quê possa passando na parte física. Espiritualmente, enquanto cumprirmos nossa missão, enquanto encaminharmos espíritos e promovermos a Cura, tudo estará bem!

Sofremos com o que não concordamos, mas não há nada a fazer a não ser verdadeiramente pedir pelos que nos regem fisicamente. Lembrar de cada Trino, de cada Adjunto, de cada Comandante em nossas orações, confiando que temos a obrigação, pelo que sabemos e vivemos, de acreditar no poder da oração.

Kazagrande

Abaixo um fragmento que reli hoje:

Salve Deus, meus mestres!

Imaginem um mar encapelado, ondas muito fortes.

Um mergulhador, mergulhando fundo, e, lá embaixo, toda uma tranqüilidade.

Os peixes nem se dão conta da tempestade que está lá em cima!

Assim é, também, esta Corrente.

Ela trabalha no meio do tumulto e da confusão, mas, logo acima de nossas cabeças, há toda uma tranqüilidade.

Pai Seta Branca navega neste espaço sideral, comandando esta Amacê com a rota sempre firme, cumprindo fielmente o seu roteiro, sem se importar com o que possa estar acontecendo com os seus tripulantes. Nascem, morrem, sofrem os tripulantes, mas a nave continua seu roteiro... E nós a bordo dela! Isto é a grande segurança.

Esta Doutrina do Amanhecer, que é o Evangelho redivivo, está cada vez mais se destacando.

Nossa força reside em termos uma concentração, porque uma luz concentrada na escuridão ilumina muito mais do que muitas luzes na confusão. A concentração de luzes é a nossa grande força. É por isso que sempre há dificuldade de se fazerem as coisas fora daqui.

Em termos desta concentração, pedimos ao Divino e Amado Mestre Jesus que as forças possam descer sobre nós, para que nossos corações fiquem abertos à recepção das coisas que serão trazidas nesta reunião e neste curso.

Além da tranqüilidade e segurança habituais com que trabalhamos, faça com que tenhamos a conscientização necessária à compreensão das coisas.

TRINO TUMUCHY, Mestre Mário Sassi (1983)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.