domingo, 20 de junho de 2010

Lenda indígena


Nossa vida material é um total reflexo de nossos pensamentos, palavras e ações.

Escolhemos a cada momento o quê queremos para nós quando pensamos, falamos e agimos. Não é possível viver bem e principalmente sentir-se bem, quando alimentamos os sentimentos errados e dessa forma pensamos na desarmonia, falamos de coisas improdutivas e agimos com temeridade.

Semear é livre, colher obrigatório! Em palavras simples encontramos o segredo da magia da vida.

                                     Kazagrande

Numa noite enluarada, o velho Cherokee contou ao seu neto sobre uma batalha que acontece dentro das pessoas.

Ele disse: "Meu filho, dentro de todos nós há batalha entre dois "lobos".

“Um é Mau. É a raiva, inveja, ciúme, tristeza, desgosto, cobiça, arrogância, pena de si mesmo, culpa, ressentimento, inferioridade, mentiras, orgulho falso, superioridade, e ego”.

“O outro é Bom. É alegria, paz, esperança, serenidade, humildade, bondade, benevolência, empatia, generosidade, verdade, compaixão e fé."

O neto pensou alguns instantes e perguntou ao avô:

"Qual lobo vence?"

O velho Cherokee respondeu:

"O que você alimentar."

2 comentários:

ola meu irmao,
o conhecimento deveria ser o maior patrimonio da humanidade, se usado para o bem, mas veja a tecnologia, do camelo a internet, se atualizarmos, dentro de suas epocas , e compararmos os ricos daquela epoca,sao os mesmos hoje, o que mudou foram os renascimentos, os motivos e as praticas, nao, sao absolutamentes iguais, vamos tentar entender as 21 intençoes,dos humanos, de tudo que falamos, e escrevemos.

Salve Deus!

Quem foi que disse que se olhar no espelho e se reconhecer, encarando seus defeitos? Quando penso a respeito, me lembro de um livro que li a muito tempo: O Retrato de Dorian Grey. É a história de um moço muito bonito que queria permanecer jovem e Belo. Com o passar dos anos era seu retrato que eraque envelhecia e mostrava seu eu verdadeiro. Ele não gostava de ver aquele retrato, pois se mostrava velho e feio. Bem o que quero dizer com tudo isso, é que nos vermos, nos conhecermos como realmente somos, sem colocar a culpa nos outros e as nossas atitudes feias, desagradaveis, pelos nossos defeitos... sempre procuramos justicar, dificilmente afirmamos que a culpa é nossa...esquecemos que tudo tem dois caminhos e que tomar a decisão pelo caminho caminho certo é algumas vezes dificil, sempre escolhemos o que nos é fácil, cômodo. Foi isso que a Doutrina me ensinou: A verdadeira transformação se inicia dentro de nós mesmos...

Grega Lua

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.