sexta-feira, 15 de março de 2013

Evitando as Fofocas


Com certeza, nos momentos em que perdemos nossa sintonia nos Trabalhos e Rituais, nos colocamos a mercê de forças esparsas. Ideal para desperdiçarmos energias valiosas para a Espiritualidade e para nós mesmos, para nossa Evolução.

Um dos maiores malefícios que assola nossa tribo é a fofoca! Imagino como seja triste para nossos mentores observar seus tutelados desperdiçando valiosas energias, que poderiam ser empregadas em favor da cura desobsessiva dos necessitados, jorrando para a alimentação de correntes negativas e vibrações de egoísmo, inveja e recalque.

Para iniciar uma fofoca, além do “fofoqueiro de plantão”, falador nato, desprovido de bondade em seu coração, é necessário ao menos um receptor para seus mexericos, suposições e venenos.

Este receptor, por vezes desavisado e com certeza despreparado, completa a interligação, formando uma corrente que a ninguém irá beneficiar.

Falar de coisas que não se pode resolver, da conduta de outros irmãos e da inveja dissimulada em boa vontade, é o mote principal do início destas tristes correntes.

Uma receita simples, muitas vezes já distribuída pela internet, e que a maioria já conhece sem dar a devida atenção, é uma forma de destruir quase todos os tipos de maledicência, perversidade, falta de humildade e síndrome de “sabe-tudo”.

Verdade? - Está absolutamente certo que o quê vai contar (ou ouvir) é verdadeiro?

Bondade? – Vai falar algo bom? Vai fazer algum bem, para alguém, falar (ou ouvir) isso?

Utilidade? – Vai me servir para alguma coisa contar (ou ouvir) isso?

Se o quê deseja dizer-me não é verdade, nem bom e nem tão pouco me será útil, qual o meu interesse em saber?

Nada mais a acrescentar...


Kazagrande

3 comentários:

Salve Deus, como o ser humano falha, a maior diversão dos homens e olhar pro seus irmãos e mostrar os defeitos, e nem enxergam, que os seus irmãos têm qualidade. Por diversas vezes fiquem sem trabalhar, na lei do auxilio, por que estava juntando meus cacos espalhados , pela boca da fofoca, da inveja. E enquanto eu juntava meus cacos, para prosseguir com a minha caminhada, muitos irmãozinhos ficam a me esperar, para ajudá-los a se libertar.Salve Deus meus queridos irmãos jaguares, a fofoca pode levar o nosso irmão a procurar o desencarne.

salve deus mestre è o que esta acontecendo rodas de jaguares na frente do templo jogando conversa fora e dentro do templo precisando deles para realizar trabalho beneficiando o paciente e eles proprio !!!!!!

Salve Deus, assunto que daria um livro, a maldade impera entre alguns jaguares. A inveja é um dos pratos mais atrativos para que se forme uma corrente de fofocas, os invejosos querem destruir e derrubar a qualquer custo a ninfa ou o mestre, que trabalha com amor com dedicação, que tem conduta. Chega um é atira a primeira pedra e todos os outros invejosos disfarçados vêm apedrejando passando adiante uma inverdade sem antes averiguar se tal fato é real ou se é mais uma mentira com o intuito de destruir um jaguar, tirando lhe a oportunidade de evolução. Salve Deus a fofoca existe em todos os lugares, mas que os queridos jaguares filhos de Pai Seta Branca não a use para destruir outro jaguar. Que o amor infinito que Pai Seta Branca tem por seus filhos possa tocar o coração de cada jaguar, para que ele não promova a destruição de outro jaguar. Salve Deus: Ninfa Lua...

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.