Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2010

ESCRAVA???

Para uma ninfa o “branquinho” já é uma prova de humildade, onde deve despojar-se da vaidade de sua personalidade, e ingressar na busca de sua individualidade.
Porém, prova maior é quando veste sua indumentária de Escrava e, posteriormente, quando tem um Mestre, passa a emitir Escrava.
Para o Mestre a prova de sua humildade é justamente compreender que JAMAIS pode sequer brincar com este termo!
A condição de “Escrava” só existe para as Ninfas Lua no exercício de sua mediunidade dentro de nossos trabalhos. Neste momento, atua verdadeiramente para servir o seu Mestre. Abrindo seus caminhos com sua emissão, obedecendo e servindo, estando permanentemente pronta para servir ao seu mestre e aos seus Mentores. Fora disso, absolutamente ela não é nem deve ser uma escrava, mas sim a companheira, a incentivadora, a doçura e o amor, o grande apoio para que seu mestre possa caminhar e lutar com confiança.
É realmente uma grande prova, para o espírito orgulhoso, carregar por toda a sua vida, dentro do …

FIDELIDADE e CORAGEM

Pôncio Pilatos, o governador de Jerusalém na época em que Jesus foi crucificado, ficou famoso na história da humanidade pela falta de coragem de tomar uma decisão justa com relação ao condenado à morte, que ele sabia ser inocente.
A covardia de Pilatos eternizou o "lavar as mãos", que deixou que o povo decidisse sobre a vida de Jesus, quando poderia ter se posicionado com firmeza e libertado o mestre de Nazaré.
Caso Pôncio Pilatos tivesse sido fiel às funções que desempenhava como governador, a história do cristianismo poderia ter tomado um rumo distinto.
Outras autoridades da época, como os senadores romanos, poderiam, se quisessem, ter intercedido em favor de Jesus, mas não o fizeram.
Mas esse tipo de covardia moral ainda é comum nos tempos atuais.
Há os modernos "Pilatos" que ainda lavam as mãos na hora de tomar decisões firmes e justas, jogando a incumbência a terceiros, para isentarem-se de comprometimentos com este ou aquele grupo de opositores.
Ficar de bem …

De volta!

Passei uns dias sem escrever... Além de uma incômoda gripe seca, também o trabalho material no fim do mês me exige mais. Todos os dias sentei-me em frente a tela do computador para escrever no fim da noite, e escrevi muito! Mas não formatei, nem revisei nada. Hoje, já recuperado, é que estou me dedicando a isso! Por tanto, nesta semana as atualizações serão diárias!
Sabem, sempre que o tema não vem, ou não consigo descobri-lo, abro um arquivo e começo a teclar calmamente, buscando humildemente a sintonia e a inspiração que precisam guiar as palavras que vocês estão lendo nesse momento.
A sensação de estar verdadeiramente em um trabalho espiritual está cada vez mais forte e clara, e permite que me expresse de forma direta, mais íntima, pois realmente sei que não existe separação entre nós. Nem pela distância e nem por nenhuma outra característica ou aspecto.
Aqui no Exílio do Jaguar temos manifestado uma esplendida unicidade - que nos confere valor inestimável -, um degrau acima dos conf…

Qual a fórmula para viver bem?

Muitas vezes sentimos alguma dificuldade no relacionamento com os outros, é provável que o empecilho maior esteja em nós mesmos.
Os outros se apresentam indiferentes? Talvez seja simplesmente falta de habilidade da nossa parte.
O quê fazemos para nos aproximar das pessoas? Esforçamos-nos para conquistar a confiança dos que vivem à nossa volta?
Quando esperamos algum apoio de alguém, é natural que esse mesmo alguém espere algo de você.
Para chegar a seu objetivo, tem que dar o primeiro passo.
Colhemos o quê semeamos, se não semeamos, não haverá colheita.
Para que o plantio seja certo é importante o preparo do solo.
Quem deseja compreensão, precisa compreender.
Simpatia e amizade são conquistas!
Experimenta ser mais afável, mais solidário, mais atencioso e mais alegre com os outros para ver o quê te acontece...
Até as plantas sabem agradecer o carinho que recebem na irrigação ou no adubo.
Exigir menos dos outros e mais de nós mesmo – eis a fórmula ideal para que saibas viver e conviver, proveitosa…

O tempo passa...

Hoje contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora.
Tenho muito mais passado do que futuro.
Sinto-me como aquele menino que ganhou uma bacia de jabuticabas.
As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados.
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para conversas intermináveis, para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos.
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral.
As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa...
Sem muitas jab…

UM MÊS...

Cada vez é mais forte a presença do EXILIO DO JAGUAR em minha vida... Além do autoconhecimento, este blog representa um grande ponto de reencontro com meus irmãos e irmãs, já que por hora vivo no exterior.
É um lugar que me faz vivenciar respostas importantes com relação ao caminho espiritual a ser trilhado aqui na Terra. Considero até mesmo um santuário onde é possível se sentir acolhido e amparado, um cantinho sereno para reflexões e, sobretudo um espaço onde eu, e meus irmãos e irmãs, nos unimos, sem separação, sem diferenças... Percebendo que todos somos partes especiais e indispensáveis desta Doutrina que nos une.
Um mês... Mais de 6.000 visitas! Nossas Entidades têm me incentivado a dar mais conteúdo! Abranger mais aspectos doutrinários e falar em um tom mais pessoal. Tenho relutado, mas aos poucos vou escrevendo mais na primeira pessoa, colocando histórias mais particulares e experiências de vida doutrinária.
Sem dúvida o fim deste ciclo terrestre é latente. A Conjunção dos Dois…

HOMENAGEM - MESTRE BÁLSAMO

A homenagem desta semana vai para o Adjunto Trino Jarua, Mestre Bálsamo.
Aqui homenageio meu amigo, meu grande instrutor, o Mestre Jaguar!
Bálsamo era uma figura su-generis. Dotado de mente ágil e uma eloqüência invejável, tornou-se um dos maiores instrutores da história do Vale do Amanhecer. Os trabalhos de contagem por ele comandados eram inigualáveis! Como sabia conduzir a mente dos jaguares, levando-nos verdadeiramente a cada uma das paragens que nos fazia mentalizar.
Um homem normalmente mal-humorado, mas com rompantes de grande humor inteligente.
Amava a obra de Tia Neiva e sofria muito pela incompreensão daqueles que sequer compreendiam as coisas mais simples.
Poderia escrever um livro sobre ele, sobre suas histórias, sobre o quê aprendi ouvindo e observando este homem. Trabalhei com ele um bom tempo e confesso que é difícil escolher uma passagem específica para contar, são tantas!!! Instrutivas, divertidas, peculiares...
Mas vou falar sobre o acervo, como ele tornou-se o Guardião do…

HOMENAGEM - Mestre Azulão

José Vieira? Acho que era este o nome na plaquinha do Azulão, confesso que nem tenho mais certeza, afinal o “azulão” eternizou-se como um verdadeiro nome para este grande mestre.
Foi Padrinho de Honra do Adjunto Aluxã, Mestre Mário Kioshi. Juntos viajamos por diversos templos acompanhando a missão de nosso Adjunto.
Mestre Azulão era uma figura incrível! Concentrado, incorporava Entidades que emitiam suas mensagens de profundo conteúdo, longe de qualquer conhecimento físico que o Mestre pudesse saber.
Mas, falar do Azul, é relembrar momentos e... contar passagens! Lembro de uma vez, no primeiro trabalho do quê seria o Templo de Osasco. Uma viagem massacrante, saímos em 5 homens, dentro de um Fiat Uno, de Brasília para São Paulo. Viajamos a madrugada toda e almoçamos em Osasco, na casa do Ismael. Eu crente que seria a inauguração do templo, pois não perguntávamos nada, apenas seguíamos a missão onde nos era solicitado. Depois do almoço aparece um fusca meio velho (tem fusca meio novo?) ond…

HOMENAGEM - VITORIO MAIRINK

O primeiro homenageado deste blog é o Mestre Vitório Mairink, do templo Aluxâ de Vila Velha – ES.
Conheci o Mestre Vitório Mairink em 1997, mas parece, mesmo nesta encarnação, que já faz muito mais tempo!
Um homem simples, firme nas suas convicções. Um Mestre verdadeiramente completo: atendo a disciplina de nosso querido Pai João e um legítimo representante do Cavaleiro da Lança Vermelha. Pensando nestas entidades, podemos ter uma idéia do mestre.
Disciplina, fé e firmeza!
Em 1997 trabalhamos juntos ao longo de 45 dias e formamos uma amizade indissolúvel, onde nem o tempo, nem a distância e nem mesmo o longo período sem notícias pode esfriar.
Ligação espiritual é assim: sem as amarras do físico.
Poderia falar muito do amigo Vitório, mas a homenagem hoje é para o Mestre, fiel representante da disciplina de Pai João e da firmeza e segurança do Cavaleiro da Lança Vermelha. Doutrinador de doutrinas inspiradas, seguindo a intuição de acordo com o espírito que chega, sem modelos pré-fabricados e …

TOLERÂNCIA PERMANENTE

Cada vez mais as pessoas se tornam intolerantes.
A negatividade dos pensamentos, onde olhamos com olhos de malícia e maldade as pessoas e os fatos que compõe nosso dia a dia, só faz nos desacreditar do bem!
A falta de tolerância em nossa casa, quando nossos familiares não nos agradam com suas atitudes ou palavras, quando erram, gera o oposto do amor. Nos faz distanciar de pessoas que devemos amar.
No trabalho a falta de tolerância desfaz a confiança e o coleguismo que deveria crescer com o convício.
Junto aos nossos irmãos traz um desconforto moral e uma competição destrutiva.. .
Para esconder a falta de tolerância, por vezes agimos com desdém, com orgulho, criando uma falsa superioridade, trazendo ofensas comuns e uma hipocrisia arrogante.
A tolerância com os erros dos outros é perfeita compreensão da própria fragilidade, a refletir-se no erro de alguém, entendendo que todos necessitam de oportunidade para recuperar-se. Tolerar não significa compactuar, mas jamais podemos assumir uma pos…

TRABALHO E CONSCIÊNCIA

O sol apenas despertara a aurora e a brisa fresca da manhã trazia notícias de que a chegada do inverno estava próxima.
No parque, poucas pessoas faziam sua caminhada matinal, antes dos afazeres diários...
A agitação das aves era notada por aqueles que sabem apreciar esses detalhes da natureza.
Numa árvore próxima a uma pequena ponte, um joão-de-barro construía sua morada.
Lá estava ele... esticando o pescoço o quanto dava para construir a parte superior do ninho.
Do pequeno monte de barro depositado na parte inferior do ninho, ele retirava porções mínimas com o bico e fazia os retoques nas laterais de sua habitação.
Um trabalho árduo, sim, para quem não tem mãos, não tem ferramentas, não tem ajuda de ninguém... Tem apenas o bico e asas para voar em busca de matéria prima.
Um pássaro muito pequeno, um exemplo de dedicação e de fidelidade ao instinto recebido do criador.
Aquele joão-de-barro não se importava com seus vizinhos, com os predadores, com as intempéries, apenas construía seu …

VOCÊ É O QUE DESEJA SER

João era um importante empresário. Morava em um apartamento de cobertura, na zona nobre da cidade.
Ao sair pela manhã, deu um longo beijo em sua amada, fez sua oração matinal de agradecimento a Deus pela sua vida, seu trabalho e suas realizações. Tomou café com a esposa e os filhos e os deixou no colégio. Dirigiu-se a uma das suas empresas.
Cumprimentou todos os funcionários com um sorriso. Ele tinha inúmeros contratos para assinar, decisões a tomar, reuniões com vários departamentos, contatos com fornecedores e clientes. Por isso, a primeira coisa que falou para sua secretária, foi: "calma, vamos fazer uma coisa de cada vez, sem stress."
Ao chegar a hora do almoço, foi curtir a família. À tarde, soube que o faturamento do mês superara os objetivos e mandou anunciar a todos os funcionários uma gratificação salarial, no mês seguinte.
Conseguiu resolver tudo, apesar da agenda cheia. Graças a sua calma, seu otimismo. Como era sexta-feira, João foi ao supermercado, voltou para casa,…

HUMILDADE

Nunca creia ser o dono exclusivo da verdade.
Quem sabe discernir descobre fragmentos e expressões da sua legitimidade em toda parte.
*
Procure ser um aprendiz sincero aonde esteja, perante quem se encontre disposto a ensinar-lhe algo.
Quem sabe ouvir para compreender, aprimora os conhecimentos e aumenta a percepção em torno das pessoas, das coisas e dos fatos.
*
Não queria parecer mais do que realmente é.
Quem sabe conhecer-se, também está informado de que há pessoas mais e menos dotadas, portanto, melhores e piores do que si mesmo.
*
Nunca se suponha indispensável.
Quem sabe servir não ignora que está produzindo sempre a benefício de si mesmo.
*
Aceite a cooperação dos outros.
Os individualistas, possuem visão moral defeituosa a respeito da sua tarefa na Terra.
*
Elabore seus programas com antecipação.
Quem saber ser prudente está preparado tanto para o êxito como para o insucesso, mantendo-se tranqüilo em qualquer circunstância.
*
Caso seu trabalho não saia conforme esperava, conserve a serenidade.
Qu…