terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

FIM DE ANO

Como é bom poder manter este contato informatizado com vocês, neste canal de forças desbravado pelo Adjunto Apurê, principalmente ao final de um ano tão intenso e que tão rapidamente passou por nossas vidas.

O final do ano é tradicionalmente é um momento de reflexão, de avaliar o quê aconteceu e também lembrar tudo o quê conseguimos realizar de bom. Percebo, ao olhar para trás, que todos mudamos bastante, e em profundidade... Nos encontramos ainda mais focados na caminhada, em sintonia mútua e com a consciência amplamente desperta. Chegamos ainda mais unidos e inteiros ao término deste ciclo de nossa existência aqui no Planeta Azul.

Mesmo que estejamos sofrendo bastante - junto com a Mãe Natureza, nas mãos dos governantes de plantão e de outros poderosos, ainda afastados do amor verdadeiro, ignaros de sua própria essência divina, creio mesmo seja tempo de festejar, de celebrar. Não tanto em função dessa barulhenta e consumista data consagrada a papai noel, esta figura que em nosso clima se torna no mínimo esquisita, que veio sorrateiramente a substituir, quase por completo, a bonita tradição dos presépios, do Menino Jesus nascido em pobre manjedoura, o Salvador que resgataria, com seu exemplo e suas palavras, os seres humanos de seu egoísmo, de sua ignorância, de sua condição sombria...

Refiro-me à nossa caminhada, à nossa busca interior e às novas ferramentas que agora temos à disposição. Sim, olhando para trás verificamos que avançamos na direção correta, assimilamos melhor as experiências que nos viram como protagonistas: é compensador aliviar o fardo das emoções represadas, vale a pena viver no aqui e agora, é preciso semear bondade, carinho e presença.

Descobrimos que somos muitos, que a distância não separa, que o perdão - e não o tempo-, cura as feridas. Aprendemos a viver com simplicidade, a priorizar o SER em vez do TER, a olhar para dentro e, no silencio, encontrar as respostas. E, decididamente, através do site interagimos e partilhamos nossas experiências, descobertas e intuições...

E o ruído confuso, incessante e outrora perturbador do mundo que nos cerca, começa a ficar mais distante e a incomodar cada vez menos... Sabemos tratar-se de algo passageiro, de aprendizado, lembramos que estamos aqui a serviço e não para passar férias, visto que não somos turistas ou passageiros distraídos e sim tripulantes cada vez mais preparados, engajados e hábeis a bordo da espaçonave da Doutrina do Amanhecer.

O caminho da evolução do espírito é longo, na realidade não tem fim, mas é o que salvará a todos, pois não há outra saída mágica ou que possa ser implantada por decreto. Os atalhos - nesse caso, não estão à disposição. E não será a maioria dos detentores de pomposos títulos, de altissonantes classificações ou possuidores de espantoso volume de bens materiais a elevar a vibração do sistema, a nos guiar ou acompanhar até a "nossa verdadeira casa". Para passar de fase precisaremos sutilizar a nossa Alma, deixando-a transparente, impoluta, sem manchas, culpas ou teias que a impeçam de se elevar, de voar livremente. E Pai João me pede aqui para lembrar que o pecado não é bem aquele que se encontra nos espreitando e ameaçando a partir das paginas de estatutos e novas constituições jurídicas, ou gritado pela intolerância dos que ostentam algo que não lhes pertence...

Estamos cometendo "pecado" somente quando agimos contra a Unidade da Doutrina, ferindo deliberadamente outros irmãos, encarnados ou desencarnados.

E nosso site conseguiu sobreviver aos ataques, a incompreensão, até mesmo às armadilhas do “Registro BR”. O engajamento na missão continua absoluto; a realimentação que recebemos aqui, nos permite reafirmar que estamos nesta jornada com a necessária coragem e determinação a nossa missão, a missão de vida que escolhemos antes de chegar por aqui, a missão de Jaguar!

Se você tem acompanhado as histórias, as mensagens, as repostas aos emails e as novas apresentações em Power Point, pense em tudo já leu de bom, naquilo que serviu para você, que pode aproveitar!

Vamos celebrar por estarmos unidos em Pai Seta Branca, independente do templo que você esteja, de que parte do Brasil ou do mundo, independente de OSOEC, CTGA, apenas em contato de espírito e aproveitar para desejar um Feliz Natal de Renascimento e um 2010 repleto de Transformação no Amor Incondicional!

Adjunto Anavo

Mestre Kazagrande

Filho Adotivo de Koatay 108 em Tia Neiva

0 comentários:

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.